Fechar
Publicidade

Sábado, 24 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Eventual indicação de Eduardo Bolsonaro é legalmente viável, diz porta-voz

Reprodução/Instagram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Mais cedo, presidente reafirmou a possibilidade de indicar o filho para a embaixada dos Estados Unidos



15/07/2019 | 20:09


O porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, afirmou nesta segunda-feira, 15, que é "legalmente viável" a eventual indicação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para a Embaixada do Brasil nos Estados Unidos. Ele não soube dizer se a Advocacia-Geral da União (AGU) e a Controladoria Geral da União (CGU) elaboraram pareceres sobre a possibilidade do presidente nomear um de seus filhos para um dos postos mais prestigiados da diplomacia.

Mais cedo, Bolsonaro reafirmou a possibilidade de indicar Eduardo para a embaixada, e disse que, às vezes, o presidente toma decisões que não agradam a todos. "Como a possibilidade de indicar para a embaixada dos EUA um filho meu. Se está sendo criticado, é sinal de que é a decisão adequada", afirmou o presidente durante homenagem ao Exército na Câmara.

Durante conversa com jornalistas, na noite desta segunda, o porta-voz leu uma nota de Bolsonaro, na qual ele defende que "a indicação de embaixadores para qualquer nação com a qual o Brasil mantenha relações diplomáticas é uma atribuição única e exclusiva do Chefe do Poder Executivo".

"A eventual designação do Deputado Eduardo Bolsonaro para Embaixador do Brasil nos Estados Unidos é legalmente viável; ele detêm a total confiança do Presidente Bolsonaro e o acesso facilitado ao mandatário daquela Nação amiga; é Presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CREDN) da Câmara dos Deputados; é conhecedor de relações internacionais; e tem acompanhado comitivas do governo lideradas pelo Presidente e internalizado os princípios da atual política externa do Brasil", disse Bolsonaro na nota.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Eventual indicação de Eduardo Bolsonaro é legalmente viável, diz porta-voz

Mais cedo, presidente reafirmou a possibilidade de indicar o filho para a embaixada dos Estados Unidos


15/07/2019 | 20:09


O porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, afirmou nesta segunda-feira, 15, que é "legalmente viável" a eventual indicação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para a Embaixada do Brasil nos Estados Unidos. Ele não soube dizer se a Advocacia-Geral da União (AGU) e a Controladoria Geral da União (CGU) elaboraram pareceres sobre a possibilidade do presidente nomear um de seus filhos para um dos postos mais prestigiados da diplomacia.

Mais cedo, Bolsonaro reafirmou a possibilidade de indicar Eduardo para a embaixada, e disse que, às vezes, o presidente toma decisões que não agradam a todos. "Como a possibilidade de indicar para a embaixada dos EUA um filho meu. Se está sendo criticado, é sinal de que é a decisão adequada", afirmou o presidente durante homenagem ao Exército na Câmara.

Durante conversa com jornalistas, na noite desta segunda, o porta-voz leu uma nota de Bolsonaro, na qual ele defende que "a indicação de embaixadores para qualquer nação com a qual o Brasil mantenha relações diplomáticas é uma atribuição única e exclusiva do Chefe do Poder Executivo".

"A eventual designação do Deputado Eduardo Bolsonaro para Embaixador do Brasil nos Estados Unidos é legalmente viável; ele detêm a total confiança do Presidente Bolsonaro e o acesso facilitado ao mandatário daquela Nação amiga; é Presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CREDN) da Câmara dos Deputados; é conhecedor de relações internacionais; e tem acompanhado comitivas do governo lideradas pelo Presidente e internalizado os princípios da atual política externa do Brasil", disse Bolsonaro na nota.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;