Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Nesta Associação havia uma árvore

O tronco ainda sadio do número 1898 da Rua Marechal Deodoro é decorado por um cone no lugar da araucária assassinada


Ademir Medici

16/07/2019 | 07:00


Maior que minha satisfação em ler a Memória diária, é poder fazer esse contato.

Venho para recordar a reportagem aqui veiculada em 6 de dezembro de 2006 sob o título “Araucárias em São Bernardo”.

Tal reportagem foi finalizada com o seguinte texto: “A araucária que Cecília (Vertamatti) descobriu na mesma Rua Marechal Deodoro fica na entrada da Associação dos Funcionários Públicos, no terreno da antiga fábrica de botões de Pietro Henry”.

Na oportunidade informei que plantei essa árvore em 1979, aproximadamente, quando ainda trabalhava no Cartório Eleitoral ali instalado.

Hoje, venho com muita tristeza e indignação informar que tal árvore foi suprimida da paisagem da Rua Marechal Deodoro, fato que acredito ter acontecido no último dia 9.

Luiz Gabriel dos Santos Neto, São Bernardo

NOTA DA MEMÓRIA – Obrigado, Luiz Santos, pelas palavras e consideração. Quanto à araucária, que tristeza! Provavelmente a Associação está escudada juridicamente, deve ter autorização do Meio Ambiente, etc. O que não são levados em consideração são os aspectos histórico, ambiental, sentimental. Simplesmente, a Marechal não tem árvores. 

Lembramos que no tempo dos prefeitos Lauro Gomes, Aldino Pinotti, Hygino de Lima, Geraldo Faria, a SU fazia programas de arborização nas nossas ruas, praças e bairros. Hoje tudo se resume na tal de “compensação ambiental”.

Olhando as fotos que você envia, não vejo o porquê da derrubada. 

Diário há 30 anos

Sábado, 16 de julho de 1989 – ano 32, edição 7119 

Manchete - Tarifa em Diadema não cobre custos. Planilha mostra que a ETCD (Empresa de Transportes Coletivos de Diadema) deveria cobrar NCr$ 0,44 por passageiro para não ter prejuízo; hoje cobram 0,40.

Em 16 de julho de...

1914 - Empossado, o corpo docente do I Grupo Escolar de Santo André, que inicia a matrícula dos primeiros alunos.

1919 - Terminam as férias do inverno, recomeçam as aulas nos grupos escolares, escolas reunidas e escolas isoladas do Estado.

INTERNACIONAL 

Do noticiário do Correio Paulistano: Paris, 15 – Revestiram-se de indescritível entusiasmo as festas comemorativas da paz vitoriosa em Paris.

Do noticiário do Estadão: de Paris, escreve Afonso Lopes de Almeida sobre o rompimento da Itália com as potências aliadas.

1924 – Sobre a revolução paulista, a manchete do Estadão: continuação do bombardeio, o êxodo da população urbana. A afluência de passageiros à Estação da Luz foi colossal ontem. Prorrogado até 19 de julho o feriado em todo o Estado.

1959 - Os trabalhadores da Fiação e Tecelagem Santo André resolvem retornar ao serviço. Acordo foi firmado no Palácio dos Campos Elíseos, sede do governo paulista. A greve durou 86 dias.

1969 – O prefeito Newton Brandão desengaveta o projeto de um novo prédio para o Fórum.

Um Incêndio atinge o Edifício ‘Radiantes’, Morumbi, e tira a TV Bandeirantes do ar. É a terceira emissora de TV atingida por incêndio em quatro dias na Capital – as primeiras foram as TVs Globo e Record.

Foguete Saturno lança à Lua a Apolo 11, com três tripulantes: “Começa a viagem mais fantástica do mundo”, escreveu o Diário no dia seguinte, 17-7-1969.

Hoje

Dia do Comerciante. A data surgiu a partir da criação da lei 2048, de 26-10-1953, que homenageia o nascimento de José Maria da Silva Lisboa, o Visconde de Cairu, Patrono do Comércio Brasileiro.

Sobre a data, a Acisa (Associação Comercial e Industrial de Santo André) tinha o seguinte slogan, em 1969: “a união faz e demonstra a força”.


Santos do dia

Neste dia se comemora a Festa de Nossa Senhora do Carmo, ou Monte Carmelo. A Ordem carmelitana considera seus fundadores o profeta Elias e seu discípulo Eliseu.

- Hilarino

- Maria Madalena Postel

- Vitalino.

Municípios Paulista

- Hoje é o aniversário de Jaboticabal, elevado a município em 1867, quando se separa de Araraquara.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Nesta Associação havia uma árvore

O tronco ainda sadio do número 1898 da Rua Marechal Deodoro é decorado por um cone no lugar da araucária assassinada

Ademir Medici

16/07/2019 | 07:00


Maior que minha satisfação em ler a Memória diária, é poder fazer esse contato.

Venho para recordar a reportagem aqui veiculada em 6 de dezembro de 2006 sob o título “Araucárias em São Bernardo”.

Tal reportagem foi finalizada com o seguinte texto: “A araucária que Cecília (Vertamatti) descobriu na mesma Rua Marechal Deodoro fica na entrada da Associação dos Funcionários Públicos, no terreno da antiga fábrica de botões de Pietro Henry”.

Na oportunidade informei que plantei essa árvore em 1979, aproximadamente, quando ainda trabalhava no Cartório Eleitoral ali instalado.

Hoje, venho com muita tristeza e indignação informar que tal árvore foi suprimida da paisagem da Rua Marechal Deodoro, fato que acredito ter acontecido no último dia 9.

Luiz Gabriel dos Santos Neto, São Bernardo

NOTA DA MEMÓRIA – Obrigado, Luiz Santos, pelas palavras e consideração. Quanto à araucária, que tristeza! Provavelmente a Associação está escudada juridicamente, deve ter autorização do Meio Ambiente, etc. O que não são levados em consideração são os aspectos histórico, ambiental, sentimental. Simplesmente, a Marechal não tem árvores. 

Lembramos que no tempo dos prefeitos Lauro Gomes, Aldino Pinotti, Hygino de Lima, Geraldo Faria, a SU fazia programas de arborização nas nossas ruas, praças e bairros. Hoje tudo se resume na tal de “compensação ambiental”.

Olhando as fotos que você envia, não vejo o porquê da derrubada. 

Diário há 30 anos

Sábado, 16 de julho de 1989 – ano 32, edição 7119 

Manchete - Tarifa em Diadema não cobre custos. Planilha mostra que a ETCD (Empresa de Transportes Coletivos de Diadema) deveria cobrar NCr$ 0,44 por passageiro para não ter prejuízo; hoje cobram 0,40.

Em 16 de julho de...

1914 - Empossado, o corpo docente do I Grupo Escolar de Santo André, que inicia a matrícula dos primeiros alunos.

1919 - Terminam as férias do inverno, recomeçam as aulas nos grupos escolares, escolas reunidas e escolas isoladas do Estado.

INTERNACIONAL 

Do noticiário do Correio Paulistano: Paris, 15 – Revestiram-se de indescritível entusiasmo as festas comemorativas da paz vitoriosa em Paris.

Do noticiário do Estadão: de Paris, escreve Afonso Lopes de Almeida sobre o rompimento da Itália com as potências aliadas.

1924 – Sobre a revolução paulista, a manchete do Estadão: continuação do bombardeio, o êxodo da população urbana. A afluência de passageiros à Estação da Luz foi colossal ontem. Prorrogado até 19 de julho o feriado em todo o Estado.

1959 - Os trabalhadores da Fiação e Tecelagem Santo André resolvem retornar ao serviço. Acordo foi firmado no Palácio dos Campos Elíseos, sede do governo paulista. A greve durou 86 dias.

1969 – O prefeito Newton Brandão desengaveta o projeto de um novo prédio para o Fórum.

Um Incêndio atinge o Edifício ‘Radiantes’, Morumbi, e tira a TV Bandeirantes do ar. É a terceira emissora de TV atingida por incêndio em quatro dias na Capital – as primeiras foram as TVs Globo e Record.

Foguete Saturno lança à Lua a Apolo 11, com três tripulantes: “Começa a viagem mais fantástica do mundo”, escreveu o Diário no dia seguinte, 17-7-1969.

Hoje

Dia do Comerciante. A data surgiu a partir da criação da lei 2048, de 26-10-1953, que homenageia o nascimento de José Maria da Silva Lisboa, o Visconde de Cairu, Patrono do Comércio Brasileiro.

Sobre a data, a Acisa (Associação Comercial e Industrial de Santo André) tinha o seguinte slogan, em 1969: “a união faz e demonstra a força”.


Santos do dia

Neste dia se comemora a Festa de Nossa Senhora do Carmo, ou Monte Carmelo. A Ordem carmelitana considera seus fundadores o profeta Elias e seu discípulo Eliseu.

- Hilarino

- Maria Madalena Postel

- Vitalino.

Municípios Paulista

- Hoje é o aniversário de Jaboticabal, elevado a município em 1867, quando se separa de Araraquara.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;