Fechar
Publicidade

Domingo, 21 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Diretoria do FMI conclui revisão de acordo com Argentina e libera mais US$ 5,4 bi



12/07/2019 | 20:24


O Fundo Monetário Internacional (FMI) informou por meio de comunicado que sua diretoria executiva concluiu a quarta revisão do acordo com a Argentina. Com isso, aprovou desembolso de US$ 5,4 bilhões ao país. Diretor-gerente interino do FMI, David Lipton elogiou o "sólido compromisso" das autoridades argentinas com seu programa de política econômica e o cumprimento de todas as metas pertinentes no marco do plano respaldado do Fundo.

Lipton afirma que os mercados financeiros têm se estabilizado, a posição externa e a fiscal do país estão melhorando e a economia começa a se recuperar gradualmente da recessão do ano passado. "O FMI apoia decididamente esses importantes esforços", diz o comunicado. Além disso, o FMI destaca que a inflação, embora ainda em nível alto, entrou em trajetória descendente e a expectativa é de que isso continue nos próximos meses, enquanto o governo tem demonstrado compromisso com a disciplina fiscal e "superou amplamente as metas fiscais fixadas para março e junho".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diretoria do FMI conclui revisão de acordo com Argentina e libera mais US$ 5,4 bi


12/07/2019 | 20:24


O Fundo Monetário Internacional (FMI) informou por meio de comunicado que sua diretoria executiva concluiu a quarta revisão do acordo com a Argentina. Com isso, aprovou desembolso de US$ 5,4 bilhões ao país. Diretor-gerente interino do FMI, David Lipton elogiou o "sólido compromisso" das autoridades argentinas com seu programa de política econômica e o cumprimento de todas as metas pertinentes no marco do plano respaldado do Fundo.

Lipton afirma que os mercados financeiros têm se estabilizado, a posição externa e a fiscal do país estão melhorando e a economia começa a se recuperar gradualmente da recessão do ano passado. "O FMI apoia decididamente esses importantes esforços", diz o comunicado. Além disso, o FMI destaca que a inflação, embora ainda em nível alto, entrou em trajetória descendente e a expectativa é de que isso continue nos próximos meses, enquanto o governo tem demonstrado compromisso com a disciplina fiscal e "superou amplamente as metas fiscais fixadas para março e junho".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;