Fechar
Publicidade

Domingo, 21 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Rafaela Silva é bicampeã do Grand Prix de Budapeste de Judô

Reprodução/Instragram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


12/07/2019 | 19:04


Rafaela Silva voltou a brilhar em uma competição no Circuito Mundial de Judô em 2019. Nesta sexta-feira, a brasileira conquistou o bicampeonato do Grand Prix de Budapeste ao vencer na final a kosovar Nora Gjakova.

Campeã em maio do Grand Slam de Baku, Rafaela passa a somar duas medalhas de ouro e quatro de prata na temporada 2019. "Fiz uma competição boa. Consegui aproveitar bastante os treinamentos que fizemos em Alicante e em Valência para praticar algumas coisas que eu vinha trabalhando e soltar mais golpes", avaliou.

Na sua vitoriosa campanha, Rafaela ganhou suas três primeiras lutas por ippon, passando por Hadeel Elalmi, da Jordânia, Carla Mascaro, da Espanha, e Sabrina Filzmoser, da Áustria. Na semifinal, por waza-ari, derrotou a húngara Hedvig Karakas. E, na final, com dois waza-ari, se vingou do revés para Gjakova na decisão do Grand Prix de Tbilisi.

"Eu já estava entalada com essa final da Geórgia que perdi para essa adversária. Então, dessa vez, fui com um pouco mais de sangue nos olhos. Estou feliz com meu desempenho esse ano. É manter o foco agora, seguir firme nos treinos para os Jogos Pan-Americanos e para o Campeonato Mundial", disse.

Também nesta sexta-feira em Budapeste, Eleudis Valentim perdeu a disputa pelo bronze na categoria até 52kg para Andrea Chitu, da Romênia, ao ser imobilizada. Antes disso, a brasileira venceu Anastasia Polikarpova (Rússia), Madelene Rubinstein (Noruega) e Ana Perez Box (Espanha) nas primeiras rodadas, depois perdendo nas semifinais para a suíça Fabienne Kocher ao receber três punições. Na mesma categoria, Larissa Pimenta perdeu na repescagem para Ana Perez Box.

Phelipe Pelim (60kg), Ítalo Carvalho (60kg), Diego Santos (66kg), Eduarda Francisco (48kg) e Tamires Crude (57kg) também competiram nesta sexta-feira, mas foram batidos nas oitavas.

No sábado, o judô brasileiro será representado por Ketleyn Quadros (63kg), Maria Portela (70kg), Ellen Santana (70kg), Jeferson Santos Jr (73kg), Leandro Guilheiro (81kg) e João Pedro Macedo (81kg) no Grand Prix de Budapeste. Já Mayra Aguiar (78kg), Maria Suelen Altheman (+78kg), Beatriz Souza (+78kg) e Matheus Assis (90kg) vão lutar no domingo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Rafaela Silva é bicampeã do Grand Prix de Budapeste de Judô


12/07/2019 | 19:04


Rafaela Silva voltou a brilhar em uma competição no Circuito Mundial de Judô em 2019. Nesta sexta-feira, a brasileira conquistou o bicampeonato do Grand Prix de Budapeste ao vencer na final a kosovar Nora Gjakova.

Campeã em maio do Grand Slam de Baku, Rafaela passa a somar duas medalhas de ouro e quatro de prata na temporada 2019. "Fiz uma competição boa. Consegui aproveitar bastante os treinamentos que fizemos em Alicante e em Valência para praticar algumas coisas que eu vinha trabalhando e soltar mais golpes", avaliou.

Na sua vitoriosa campanha, Rafaela ganhou suas três primeiras lutas por ippon, passando por Hadeel Elalmi, da Jordânia, Carla Mascaro, da Espanha, e Sabrina Filzmoser, da Áustria. Na semifinal, por waza-ari, derrotou a húngara Hedvig Karakas. E, na final, com dois waza-ari, se vingou do revés para Gjakova na decisão do Grand Prix de Tbilisi.

"Eu já estava entalada com essa final da Geórgia que perdi para essa adversária. Então, dessa vez, fui com um pouco mais de sangue nos olhos. Estou feliz com meu desempenho esse ano. É manter o foco agora, seguir firme nos treinos para os Jogos Pan-Americanos e para o Campeonato Mundial", disse.

Também nesta sexta-feira em Budapeste, Eleudis Valentim perdeu a disputa pelo bronze na categoria até 52kg para Andrea Chitu, da Romênia, ao ser imobilizada. Antes disso, a brasileira venceu Anastasia Polikarpova (Rússia), Madelene Rubinstein (Noruega) e Ana Perez Box (Espanha) nas primeiras rodadas, depois perdendo nas semifinais para a suíça Fabienne Kocher ao receber três punições. Na mesma categoria, Larissa Pimenta perdeu na repescagem para Ana Perez Box.

Phelipe Pelim (60kg), Ítalo Carvalho (60kg), Diego Santos (66kg), Eduarda Francisco (48kg) e Tamires Crude (57kg) também competiram nesta sexta-feira, mas foram batidos nas oitavas.

No sábado, o judô brasileiro será representado por Ketleyn Quadros (63kg), Maria Portela (70kg), Ellen Santana (70kg), Jeferson Santos Jr (73kg), Leandro Guilheiro (81kg) e João Pedro Macedo (81kg) no Grand Prix de Budapeste. Já Mayra Aguiar (78kg), Maria Suelen Altheman (+78kg), Beatriz Souza (+78kg) e Matheus Assis (90kg) vão lutar no domingo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;