Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Onyx: vamos tentar votar 2º turno da reforma nesta sexta, mas estamos dialogando



12/07/2019 | 13:29


O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que se licenciou do cargo e retomou o mandato na Câmara para votar a reforma da Previdência, afirmou nesta Sexta-feira (12) que a expectativa do governo e dos parlamentares é concluir a votação do primeiro turno da proposta ainda hoje com a votação dos oito destaques que ainda faltam ser analisados. Ele disse, no entanto, que se a conclusão da análise da proposta ficar para a primeira semana de agosto, não alteraria muito o calendário estabelecido pelo governo.

"Nosso planejamento é votar o segundo turno da PEC no Senado na semana posterior ao dia da Pátria, entre 9 e 15 (de setembro). Na eventualidade da votação da Câmara ir para agosto, sendo na primeira semana, não altera muito esse calendário", avaliou.

De acordo com Onyx, a demora em se atingir um quórum alto na sessão desta sexta, para garantir as deliberações, se deu porque a sessão de quinta-feira, 11, só acabou na madrugada de hoje. Ele voltou a dizer que a base governista tentará avançar ao longo do dia para conseguir chegar até a votação do segundo turno.

Antes disso, porém, a Casa precisa analisar oito destaques e a comissão especial também terá que votar as alterações feitas em plenário. "Até agora, conseguimos manter a potência fiscal praticamente acima dos R$ 900 bilhões, o que é muito importante na visão do governo", disse.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Onyx: vamos tentar votar 2º turno da reforma nesta sexta, mas estamos dialogando


12/07/2019 | 13:29


O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que se licenciou do cargo e retomou o mandato na Câmara para votar a reforma da Previdência, afirmou nesta Sexta-feira (12) que a expectativa do governo e dos parlamentares é concluir a votação do primeiro turno da proposta ainda hoje com a votação dos oito destaques que ainda faltam ser analisados. Ele disse, no entanto, que se a conclusão da análise da proposta ficar para a primeira semana de agosto, não alteraria muito o calendário estabelecido pelo governo.

"Nosso planejamento é votar o segundo turno da PEC no Senado na semana posterior ao dia da Pátria, entre 9 e 15 (de setembro). Na eventualidade da votação da Câmara ir para agosto, sendo na primeira semana, não altera muito esse calendário", avaliou.

De acordo com Onyx, a demora em se atingir um quórum alto na sessão desta sexta, para garantir as deliberações, se deu porque a sessão de quinta-feira, 11, só acabou na madrugada de hoje. Ele voltou a dizer que a base governista tentará avançar ao longo do dia para conseguir chegar até a votação do segundo turno.

Antes disso, porém, a Casa precisa analisar oito destaques e a comissão especial também terá que votar as alterações feitas em plenário. "Até agora, conseguimos manter a potência fiscal praticamente acima dos R$ 900 bilhões, o que é muito importante na visão do governo", disse.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;