Fechar
Publicidade

Domingo, 21 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Gil explica por que assinou contrato curto com Corinthians e diz que fica em 2020



12/07/2019 | 13:28


O Corinthians apresentou oficialmente nesta sexta-feira o zagueiro Gil. Nas suas primeiras palavras no retorno ao clube alvinegro após três temporadas e meia no futebol chinês, ele explicou o motivo por ter assinado um contrato inicial de seis meses, com prioridade para renovar por mais três anos.

Gil tratou de deixar o torcedor alvinegro tranquilo e confirmou permanência em 2020. "Os seis meses são pelo tempo restante que tinha na China", informou. O atleta conseguiu rescindir contrato com o Shandong Luneng com um semestre de antecedência. "Minha permanência está garantida no ano que vem. Dei minha palavra ao presidente (Andrés Sanchez)", prosseguiu.

O zagueiro começou a treinar com o elenco na última terça-feira e já será titular na partida deste domingo contra o CSA, na Arena Corinthians, em São Paulo, pela 10.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ele formará dupla com Manoel. "Tem de estar preparado para tudo. A escolha é do professor. Se escolheu vou fazer o melhor para poder vencer novamente", comentou.

"Estou bem fisicamente. Estava jogando e treinando nesse período. Nesse tempo no Brasil, mesmo sem jogos, continuei treinando. Agora é mais adaptação mesmo", prosseguiu.

Na apresentação, Gil vestiu a camisa de número 26, já que a 4 pertence a Henrique, que foi para a reserva após a sua chegada. "Não sei por que me deram esse número, não. Chegamos no meio da temporada, tem que respeitar quem já estava aqui", disse.

Antes da entrevista coletiva, o Corinthians teve um treino que foi fechado inicialmente para os jornalistas. Quando os portões foram abertos, havia uma atividade de finalização a gol. De um lado ficaram os jogadores de ataque. Do outro, os de defesa. Os atacantes Gustavo e Everaldo e o volante Ramiro não treinaram. Na sequência, houve o tradicional rachão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Gil explica por que assinou contrato curto com Corinthians e diz que fica em 2020


12/07/2019 | 13:28


O Corinthians apresentou oficialmente nesta sexta-feira o zagueiro Gil. Nas suas primeiras palavras no retorno ao clube alvinegro após três temporadas e meia no futebol chinês, ele explicou o motivo por ter assinado um contrato inicial de seis meses, com prioridade para renovar por mais três anos.

Gil tratou de deixar o torcedor alvinegro tranquilo e confirmou permanência em 2020. "Os seis meses são pelo tempo restante que tinha na China", informou. O atleta conseguiu rescindir contrato com o Shandong Luneng com um semestre de antecedência. "Minha permanência está garantida no ano que vem. Dei minha palavra ao presidente (Andrés Sanchez)", prosseguiu.

O zagueiro começou a treinar com o elenco na última terça-feira e já será titular na partida deste domingo contra o CSA, na Arena Corinthians, em São Paulo, pela 10.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ele formará dupla com Manoel. "Tem de estar preparado para tudo. A escolha é do professor. Se escolheu vou fazer o melhor para poder vencer novamente", comentou.

"Estou bem fisicamente. Estava jogando e treinando nesse período. Nesse tempo no Brasil, mesmo sem jogos, continuei treinando. Agora é mais adaptação mesmo", prosseguiu.

Na apresentação, Gil vestiu a camisa de número 26, já que a 4 pertence a Henrique, que foi para a reserva após a sua chegada. "Não sei por que me deram esse número, não. Chegamos no meio da temporada, tem que respeitar quem já estava aqui", disse.

Antes da entrevista coletiva, o Corinthians teve um treino que foi fechado inicialmente para os jornalistas. Quando os portões foram abertos, havia uma atividade de finalização a gol. De um lado ficaram os jogadores de ataque. Do outro, os de defesa. Os atacantes Gustavo e Everaldo e o volante Ramiro não treinaram. Na sequência, houve o tradicional rachão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;