Fechar
Publicidade

Domingo, 21 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Água Santa aposta em jurisprudência para acesso à elite

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Caso ocorrido em 2007, no Paraná, serve como base para defesa do Netuno se apoiar na meritocracia da vaga conquistada em campo


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

12/07/2019 | 07:00


O imbróglio da vaga aberta na elite do Campeonato Paulista de 2020 a partir da fusão administrativa entre Red Bull e Bragantino segue agitando dois clubes do Grande ABC. O Água Santa, terceiro colocado da Série A-2 deste ano, e o São Caetano, rebaixado como penúltimo na elite, aguardam ansiosamente por definição da Federação Paulista de Futebol. Mas o Netuno tem um bom motivo para acreditar que o desfecho será favorável a ele.

Isso porque caso ocorrido em 2007 no Paraná traz jurisprudência que beneficia o Água Santa. Naquela oportunidade, os dois primeiros times promovidos na Segunda Divisão não disputariam a elite no ano seguinte e a federação local decidiu promover o terceiro colocado e anular o rebaixamento do penúltimo da Primeira Divisão. O advogado do Netuno, Cristiano Caús, participou daquela ação e, via STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), conseguiu que terceiro e quarto subissem.

“O caso é emblemático e serve como jurisprudência para este (Água Santa x São Caetano), sim. Pelo (artigo 10 do) Estatuto do Torcedor, desde 2003, o acesso e o descenso não podem ser feitos por convite, têm de ser definidos em campo. Quem conquistou o critério esportivo foram o primeiro e o segundo. Não sendo estes, os seguintes. O São Caetano não tem chance de não ser rebaixado. Pelo critério técnico do Estatuto (do Torcedor), é o Água Santa quem sobe na vaga do Red Bull, porque é o mesmo grupo que controla o Bragantino (também da A-1) e tem de abrir mão de uma vaga”, explicou.

O artigo 9º parágrafo primeiro do regulamento da Série A-2 é claro: “Em caso de não participação de algum clube classificado para (...) Série A-1 de 2020, terá também acesso o clube que obtiver a terceira melhor campanha na (...) Série A-2 de 2019, dentre os que disputaram a fase semifinal.”

VOTUPORANGUENSE
Ontem, a Rádio Líder, de Votuporanga, informou que o Votuporanguense está por detalhes de fechar parceria de dois anos com o Red Bull e comprar a vaga para disputar o Paulistão-2020 – a exemplo do que o próprio Toro Loko fez com o Bragantino.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Água Santa aposta em jurisprudência para acesso à elite

Caso ocorrido em 2007, no Paraná, serve como base para defesa do Netuno se apoiar na meritocracia da vaga conquistada em campo

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

12/07/2019 | 07:00


O imbróglio da vaga aberta na elite do Campeonato Paulista de 2020 a partir da fusão administrativa entre Red Bull e Bragantino segue agitando dois clubes do Grande ABC. O Água Santa, terceiro colocado da Série A-2 deste ano, e o São Caetano, rebaixado como penúltimo na elite, aguardam ansiosamente por definição da Federação Paulista de Futebol. Mas o Netuno tem um bom motivo para acreditar que o desfecho será favorável a ele.

Isso porque caso ocorrido em 2007 no Paraná traz jurisprudência que beneficia o Água Santa. Naquela oportunidade, os dois primeiros times promovidos na Segunda Divisão não disputariam a elite no ano seguinte e a federação local decidiu promover o terceiro colocado e anular o rebaixamento do penúltimo da Primeira Divisão. O advogado do Netuno, Cristiano Caús, participou daquela ação e, via STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), conseguiu que terceiro e quarto subissem.

“O caso é emblemático e serve como jurisprudência para este (Água Santa x São Caetano), sim. Pelo (artigo 10 do) Estatuto do Torcedor, desde 2003, o acesso e o descenso não podem ser feitos por convite, têm de ser definidos em campo. Quem conquistou o critério esportivo foram o primeiro e o segundo. Não sendo estes, os seguintes. O São Caetano não tem chance de não ser rebaixado. Pelo critério técnico do Estatuto (do Torcedor), é o Água Santa quem sobe na vaga do Red Bull, porque é o mesmo grupo que controla o Bragantino (também da A-1) e tem de abrir mão de uma vaga”, explicou.

O artigo 9º parágrafo primeiro do regulamento da Série A-2 é claro: “Em caso de não participação de algum clube classificado para (...) Série A-1 de 2020, terá também acesso o clube que obtiver a terceira melhor campanha na (...) Série A-2 de 2019, dentre os que disputaram a fase semifinal.”

VOTUPORANGUENSE
Ontem, a Rádio Líder, de Votuporanga, informou que o Votuporanguense está por detalhes de fechar parceria de dois anos com o Red Bull e comprar a vaga para disputar o Paulistão-2020 – a exemplo do que o próprio Toro Loko fez com o Bragantino.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;