Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 14 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Whoopi Goldberg quase morreu após ser diagnosticada com uma séria pneumonia: - Tenho sorte de estar viva



11/07/2019 | 11:11


Whoopi Goldberg não tem tido muita sorte recentemente quando o assunto é a sua saúde. Na mais atual edição da revista People, a atriz e apresentadora abriu o jogo sobre uma experiência de quase-morte que teve, quando foi ao hospital para tratar apenas uma gripe comum - mas acabou ficando um mês internada. Os médicos chegaram a falar que ela tinha 30% de chance de morrer:

- Eu tenho muita, muita sorte.

Alguns meses depois, mais precisamente em fevereiro de 2019, a estrela de Mudança de Hábito foi diagnosticada com uma pneumonia em ambos os pulmões. Ela também teve sepse, uma condição potencialmente letal causada pela resposta do organismo a uma infecção que pode levar a danos nos tecidos e falência de órgãos.

Por duas vezes ela teve que passar por uma toracocentese, um processo que drena água dos pulmões. No processo, uma agulha é inserida entre os dois pulmões para remover o excesso de água.

- O médico me disse: Olha, você não vai a lugar nenhum amanhã e não vai a lugar nenhum na próxima semana porque você está muito doente.

Whoopi tirou uma licença de seis semanas de seu programa, o The View, e oficialmente voltou no dia 18 de março. Desde então, ela apresenta a atração quatro dias por semana, mas ainda está em processo de recuperação:

- Vai demorar um tempo até eu estar 100%. Realmente me derrubou, mas estou chegando lá. Eu diminuí muitas coisas que normalmente estaria fazendo e tenho que descansar. Não há como fugir disso. De manhã eu vou e faço o programa, então depois eu tenho meu outro trabalho, e às três horas, tenho que me sentar. Eu tenho que parar. Está demorando um pouco, mas estou chegando lá.

Por fim, ela ainda conclui:

- Eu nunca pensei que pneumonia pudesse ser algo tão sério. Na minha cabeça, eu não estava tão doente. Eu espero que essa história sirva para chamar a atenção das pessoas. Você tem que tirar um tempo para se cuidar. Tenho sorte de estar viva. Estou feliz por estar viva. Estou agradecida por estar viva.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Whoopi Goldberg quase morreu após ser diagnosticada com uma séria pneumonia: - Tenho sorte de estar viva


11/07/2019 | 11:11


Whoopi Goldberg não tem tido muita sorte recentemente quando o assunto é a sua saúde. Na mais atual edição da revista People, a atriz e apresentadora abriu o jogo sobre uma experiência de quase-morte que teve, quando foi ao hospital para tratar apenas uma gripe comum - mas acabou ficando um mês internada. Os médicos chegaram a falar que ela tinha 30% de chance de morrer:

- Eu tenho muita, muita sorte.

Alguns meses depois, mais precisamente em fevereiro de 2019, a estrela de Mudança de Hábito foi diagnosticada com uma pneumonia em ambos os pulmões. Ela também teve sepse, uma condição potencialmente letal causada pela resposta do organismo a uma infecção que pode levar a danos nos tecidos e falência de órgãos.

Por duas vezes ela teve que passar por uma toracocentese, um processo que drena água dos pulmões. No processo, uma agulha é inserida entre os dois pulmões para remover o excesso de água.

- O médico me disse: Olha, você não vai a lugar nenhum amanhã e não vai a lugar nenhum na próxima semana porque você está muito doente.

Whoopi tirou uma licença de seis semanas de seu programa, o The View, e oficialmente voltou no dia 18 de março. Desde então, ela apresenta a atração quatro dias por semana, mas ainda está em processo de recuperação:

- Vai demorar um tempo até eu estar 100%. Realmente me derrubou, mas estou chegando lá. Eu diminuí muitas coisas que normalmente estaria fazendo e tenho que descansar. Não há como fugir disso. De manhã eu vou e faço o programa, então depois eu tenho meu outro trabalho, e às três horas, tenho que me sentar. Eu tenho que parar. Está demorando um pouco, mas estou chegando lá.

Por fim, ela ainda conclui:

- Eu nunca pensei que pneumonia pudesse ser algo tão sério. Na minha cabeça, eu não estava tão doente. Eu espero que essa história sirva para chamar a atenção das pessoas. Você tem que tirar um tempo para se cuidar. Tenho sorte de estar viva. Estou feliz por estar viva. Estou agradecida por estar viva.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;