Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Como o futebol chegou no Brasil?

Pixabay Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Informações e regras da Inglaterra, vindas da Europa, caracterizam o estilo ‘moderno’ do esporte


Luís Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

30/06/2019 | 07:14


Apesar de o Brasil ser conhecido como o País do Futebol, o esporte só chegou por aqui perto do fim do século XIX. Segundo registros oficiais, a modalidade viajou da Europa nas malas de Charles William Miller (1874-1953), que havia estado na infância e adolescência na Inglaterra para estudar e voltou para sua nação, aos 20 anos. Reza a lenda que, entre diversas coisas na bagagem, trouxe uma bola, bomba de ar, livro de regras, conjunto de uniformes e chuteiras para continuar a jogar o esporte que aprendeu e gostou tanto durante uma década.

O paulistano era filho de escocês com brasileira de ascendência inglesa. Seu pai atravessou o oceano Atlântico para trabalhar na São Paulo Railway Company, primeira ferrovia paulista que tinha como grande objetivo criar linha de trem que realizaria viagem entre a Capital e o litoral. Ao chegar da viagem para território europeu, Miller conseguiu emprego nessa mesma empresa, em 1894, e passou a frequentar atividades no São Paulo Athletic Club. Ele mostrou o futebol para os novos amigos e organizou pequenas partidas.

O primeiro jogo no Brasil seguindo as regras oficiais do esporte – de então – ocorreu em 14 de abril de 1895, com o time da São Paulo Railway Company vencendo por 4 a 2 a equipe representante da Gas Company of São Paulo. Miller teria marcado dois gols para os vencedores da disputa. Existem indícios da prática do futebol de maneira recreativa no País em datas mais antigas, mas esse é o registro oficial de uma partida considerada completa e competitiva.

Não se sabe exatamente quando nem onde o futebol foi criado. Os relatos históricos mais antigos sobre espécie de jogo parecido são de aproximadamente 5.000 anos atrás, quando chineses chutavam o crânio de inimigos vencidos em batalhas em modalidade um tanto quanto macabra. Outros historiadores dizem que a civilização Maia, do México, praticava ação na qual pés e mãos eram usados para arremessar bolas em direção a círculo feito com seis placas de pedra. Entre criações e evoluções, tradição italiana movimentava duas equipes de 27 jogadores que precisavam levar a bola em disputa até o bairro adversário. 

Os ingleses são considerados os pais do futebol ‘moderno’ por terem estabelecido as regras que caracterizam as partidas, uma vez que os confrontos eram realizados da forma que cada local decidisse. A ideia de criar certas diretrizes para a modalidade surgiu em 1863, com a Football Association. Na época, foram definidas questões como dimensões do campo, tamanho da bola usada e duração da partida. O padrão mais atual e mundial começou em 1904, com o nascimento da Fifa, a Federação Internacional de Futebol.

Consultado no livro A História do Futebol Para Quem Tem Pressa (Editora Valentina), do jornalista esportivo e escritor Márcio Trevisan. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Como o futebol chegou no Brasil?

Informações e regras da Inglaterra, vindas da Europa, caracterizam o estilo ‘moderno’ do esporte

Luís Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

30/06/2019 | 07:14


Apesar de o Brasil ser conhecido como o País do Futebol, o esporte só chegou por aqui perto do fim do século XIX. Segundo registros oficiais, a modalidade viajou da Europa nas malas de Charles William Miller (1874-1953), que havia estado na infância e adolescência na Inglaterra para estudar e voltou para sua nação, aos 20 anos. Reza a lenda que, entre diversas coisas na bagagem, trouxe uma bola, bomba de ar, livro de regras, conjunto de uniformes e chuteiras para continuar a jogar o esporte que aprendeu e gostou tanto durante uma década.

O paulistano era filho de escocês com brasileira de ascendência inglesa. Seu pai atravessou o oceano Atlântico para trabalhar na São Paulo Railway Company, primeira ferrovia paulista que tinha como grande objetivo criar linha de trem que realizaria viagem entre a Capital e o litoral. Ao chegar da viagem para território europeu, Miller conseguiu emprego nessa mesma empresa, em 1894, e passou a frequentar atividades no São Paulo Athletic Club. Ele mostrou o futebol para os novos amigos e organizou pequenas partidas.

O primeiro jogo no Brasil seguindo as regras oficiais do esporte – de então – ocorreu em 14 de abril de 1895, com o time da São Paulo Railway Company vencendo por 4 a 2 a equipe representante da Gas Company of São Paulo. Miller teria marcado dois gols para os vencedores da disputa. Existem indícios da prática do futebol de maneira recreativa no País em datas mais antigas, mas esse é o registro oficial de uma partida considerada completa e competitiva.

Não se sabe exatamente quando nem onde o futebol foi criado. Os relatos históricos mais antigos sobre espécie de jogo parecido são de aproximadamente 5.000 anos atrás, quando chineses chutavam o crânio de inimigos vencidos em batalhas em modalidade um tanto quanto macabra. Outros historiadores dizem que a civilização Maia, do México, praticava ação na qual pés e mãos eram usados para arremessar bolas em direção a círculo feito com seis placas de pedra. Entre criações e evoluções, tradição italiana movimentava duas equipes de 27 jogadores que precisavam levar a bola em disputa até o bairro adversário. 

Os ingleses são considerados os pais do futebol ‘moderno’ por terem estabelecido as regras que caracterizam as partidas, uma vez que os confrontos eram realizados da forma que cada local decidisse. A ideia de criar certas diretrizes para a modalidade surgiu em 1863, com a Football Association. Na época, foram definidas questões como dimensões do campo, tamanho da bola usada e duração da partida. O padrão mais atual e mundial começou em 1904, com o nascimento da Fifa, a Federação Internacional de Futebol.

Consultado no livro A História do Futebol Para Quem Tem Pressa (Editora Valentina), do jornalista esportivo e escritor Márcio Trevisan. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;