Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Eles dirigiram o Semasa

Nesta fase difícil da autarquia andreense, os engenheiros Ajan Marques de Oliveira e Sebastião Ney Vaz Junior realizam um verdadeiro exercício de memória e fazem justiça a nomes que escreveram uma linda história


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

27/06/2019 | 07:00


“Pedro Martins, operário braçal, tirou férias e foi para Tanabi, pequeno município do Interior do Estado. Lá, falou para seus amigos: ‘Se alguém quiser conhecer a segunda Brasília, visite Santo André’. Perguntaram-lhe por quê. E o operário, que mora no ABC há muitos anos, respondeu: ‘Lá foi construído o maior centro cívico do País. É só ver para crer."

Cf. José Marqueiz, ‘No ABC a nova Brasília’, 

O Estado de S. Paulo, 6-4-1969,

pesquisa de Maria Claudia Ferreira.

Entra no ar hoje, pelo DGABC TV, um programa “Memória” especial. Reunimos dois ex-superintendentes do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), que por duas vezes, cada um, atuaram na autarquia.

Os engenheiros Ajan Marques de Oliveira e Ney Vaz Junior falam com amor e carinho sobre o Semasa e sobre Santo André. Coincidem em pontos fundamentais neste período em que a entidade que um dia foi por eles dirigida está em vias de ser absorvida, nos setores de água e esgoto, pela Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo).

O que chama a atenção é a análise que Ney e Ajan fazem da cidade contemporânea, citando obras, situações e nomes de outros personagens que já atuaram na administração pública de Santo André, cada qual com seu estilo.

- Fioravante Zampol, o que deu o pontapé inicial com vistas à criação do Centro Cívico e do campus da Fundação Santo André.

- Antonio Pezzolo, quase um cientista, o que primeiro pensou nas questões ambientais. 

- Newton Brandão, cujo currículo reúne uma quantidade imensa de obras públicas.

- Celso Daniel, da ação que conseguia transformar uma obra rotineira no Eixo Tamanduateí. 

- Francisco Cocci, o secretário da Fazenda que viveu um tempo em que Santo André pouco dependia de financiamentos externos para a realização de grandes empreendimentos.

- Octaviano Gaiarsa, o historiador que atuou até o fim, inclusive enterrando documentos sob obras que amenizaram os problemas de enchentes no Centro.

Vale acompanhar, até mesmo para não nos esqueçamos de nomes importantes que amaram esta Santo André “livre terra querida”. 

AMANHÃ EM MEMÓRIA

Lauro Gomes, Prestes Maia, dona Virginia Ritucci Corazza: quando o técnico precisa ouvir a cidadã.

Diário há 30 anos

Terça-feira, 27 de junho de 1989 – ano 32, edição 7102 

Manchete – Congresso discute mandato de Sarney

São Bernardo – Tributos em atraso vão sofrer correção mensal.

Movimento Sindical – Adesão à greve dos professores cai de 90% para 70% na região.

Rádio – APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) premia emissoras do grupo Diário do Grande ABC: Vininha de Morais, do programa Diário Mulher, da Diário AM; Gilbert, do programa Primeira Classe, da Scala.

Luiz Sacilotto, de Santo André, recebe o Grande Prêmio da Crítica, em artes Visuais.

Cultura & Lazer – Uma entrevista com Peter Gay, historiador e psicanalista: o sábio que ousou explicar Freud.

Em 27 de junho de...

1824 – Decreto imperial organiza a Alfândega de Santos.

1919 – Falece Anna Rocco Gomes Pinto, aos 23 anos, mulher do industrial João Gomes Pinto, filha de Geraldo Rocco e Rafaela Rocco, residentes em Santo André. Seu corpo foi sepultado no Cemitério do Araçá, em São Paulo.

Internacional

Do noticiário do Estadão: 26, os delegados alemães chegarão a Versalhes às 7h do sábado para a assinatura do tratado de paz, marcado para as 14h daquele dia.

Do noticiário do Correio Paulistano: os bancos não funcionarão no dia da assinatura do tratado de paz, em acordo estabelecido a fim de celebrar o ato.

1969 – Equipe de reportagem do Diário recebe o Prêmio Centro Cívico, outorgado pela Prefeitura de Santo André. 

Hoje

- Dia Nacional do Vôlei

- Dia do Relojoeiro

Santos do dia

- Senhora do Perpétuo Socorro. Sua devoção começou a ser propaganda em 1870. Ela está retratada numa pintura do século XIII proveniente da Grécia e hoje colocada na igreja de Santo Afonso, em Roma.

- Cirilo de Alexandria


Municípios brasileiros

Celebram aniversários em 27 de junho:

- Em São Paulo, Atibaia. Elevada a município em 27 de junho de 1769, quando se separa da Capital paulista. O nome significa ‘manancial saudável’.

- No Maranhão, Arari e Esperantinópolis

- No Rio Grande do Sul, Canguçu, Canoas e Sarandi

- Em São Paulo, Lavrinhas

- No Mato Grosso, Vera

Fonte: IBGE



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Eles dirigiram o Semasa

Nesta fase difícil da autarquia andreense, os engenheiros Ajan Marques de Oliveira e Sebastião Ney Vaz Junior realizam um verdadeiro exercício de memória e fazem justiça a nomes que escreveram uma linda história

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

27/06/2019 | 07:00


“Pedro Martins, operário braçal, tirou férias e foi para Tanabi, pequeno município do Interior do Estado. Lá, falou para seus amigos: ‘Se alguém quiser conhecer a segunda Brasília, visite Santo André’. Perguntaram-lhe por quê. E o operário, que mora no ABC há muitos anos, respondeu: ‘Lá foi construído o maior centro cívico do País. É só ver para crer."

Cf. José Marqueiz, ‘No ABC a nova Brasília’, 

O Estado de S. Paulo, 6-4-1969,

pesquisa de Maria Claudia Ferreira.

Entra no ar hoje, pelo DGABC TV, um programa “Memória” especial. Reunimos dois ex-superintendentes do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), que por duas vezes, cada um, atuaram na autarquia.

Os engenheiros Ajan Marques de Oliveira e Ney Vaz Junior falam com amor e carinho sobre o Semasa e sobre Santo André. Coincidem em pontos fundamentais neste período em que a entidade que um dia foi por eles dirigida está em vias de ser absorvida, nos setores de água e esgoto, pela Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo).

O que chama a atenção é a análise que Ney e Ajan fazem da cidade contemporânea, citando obras, situações e nomes de outros personagens que já atuaram na administração pública de Santo André, cada qual com seu estilo.

- Fioravante Zampol, o que deu o pontapé inicial com vistas à criação do Centro Cívico e do campus da Fundação Santo André.

- Antonio Pezzolo, quase um cientista, o que primeiro pensou nas questões ambientais. 

- Newton Brandão, cujo currículo reúne uma quantidade imensa de obras públicas.

- Celso Daniel, da ação que conseguia transformar uma obra rotineira no Eixo Tamanduateí. 

- Francisco Cocci, o secretário da Fazenda que viveu um tempo em que Santo André pouco dependia de financiamentos externos para a realização de grandes empreendimentos.

- Octaviano Gaiarsa, o historiador que atuou até o fim, inclusive enterrando documentos sob obras que amenizaram os problemas de enchentes no Centro.

Vale acompanhar, até mesmo para não nos esqueçamos de nomes importantes que amaram esta Santo André “livre terra querida”. 

AMANHÃ EM MEMÓRIA

Lauro Gomes, Prestes Maia, dona Virginia Ritucci Corazza: quando o técnico precisa ouvir a cidadã.

Diário há 30 anos

Terça-feira, 27 de junho de 1989 – ano 32, edição 7102 

Manchete – Congresso discute mandato de Sarney

São Bernardo – Tributos em atraso vão sofrer correção mensal.

Movimento Sindical – Adesão à greve dos professores cai de 90% para 70% na região.

Rádio – APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) premia emissoras do grupo Diário do Grande ABC: Vininha de Morais, do programa Diário Mulher, da Diário AM; Gilbert, do programa Primeira Classe, da Scala.

Luiz Sacilotto, de Santo André, recebe o Grande Prêmio da Crítica, em artes Visuais.

Cultura & Lazer – Uma entrevista com Peter Gay, historiador e psicanalista: o sábio que ousou explicar Freud.

Em 27 de junho de...

1824 – Decreto imperial organiza a Alfândega de Santos.

1919 – Falece Anna Rocco Gomes Pinto, aos 23 anos, mulher do industrial João Gomes Pinto, filha de Geraldo Rocco e Rafaela Rocco, residentes em Santo André. Seu corpo foi sepultado no Cemitério do Araçá, em São Paulo.

Internacional

Do noticiário do Estadão: 26, os delegados alemães chegarão a Versalhes às 7h do sábado para a assinatura do tratado de paz, marcado para as 14h daquele dia.

Do noticiário do Correio Paulistano: os bancos não funcionarão no dia da assinatura do tratado de paz, em acordo estabelecido a fim de celebrar o ato.

1969 – Equipe de reportagem do Diário recebe o Prêmio Centro Cívico, outorgado pela Prefeitura de Santo André. 

Hoje

- Dia Nacional do Vôlei

- Dia do Relojoeiro

Santos do dia

- Senhora do Perpétuo Socorro. Sua devoção começou a ser propaganda em 1870. Ela está retratada numa pintura do século XIII proveniente da Grécia e hoje colocada na igreja de Santo Afonso, em Roma.

- Cirilo de Alexandria


Municípios brasileiros

Celebram aniversários em 27 de junho:

- Em São Paulo, Atibaia. Elevada a município em 27 de junho de 1769, quando se separa da Capital paulista. O nome significa ‘manancial saudável’.

- No Maranhão, Arari e Esperantinópolis

- No Rio Grande do Sul, Canguçu, Canoas e Sarandi

- Em São Paulo, Lavrinhas

- No Mato Grosso, Vera

Fonte: IBGE

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;