Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 16 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Atual campeão, Camarões vence em estreia na Copa Africana; Gana empata com Benin



25/06/2019 | 22:00


Atual campeão da Copa Africana de Nações, com o título obtido em 2017, Camarões abriu campanha na edição de 2019 da competição nesta terça-feira. A seleção comandada pelo holandês Clarence Seedorf sofreu um pouco para confirmar o seu favoritismo na estreia, mas venceu Guiné-Bissau por 2 a 0, em Ismaília, no Egito, pela primeira rodada do Grupo F.

Os camaronenses não conseguiram furar a defesa do adversário no primeiro tempo do duelo e só fizeram o primeiro gol do jogo aos 19 minutos da etapa final, quando o zagueiro Yaya Banana aproveitou uma cobrança de escanteio e, livre de marcação, completou de cabeça para as redes.

E pouco depois disso, aos 22, os campeões continentais ampliaram para 2 a 0 com o atacante Stephane Bahoken marcando. Ele superou o goleiro Jonas Mendes apenas dois minutos depois de ser colocado em campo por Seedorf no lugar do meia Arnaud Djoum.

E a seleção camaronense venceu Guiné-Bissau um dia depois de sofrer uma importante baixa na véspera do duelo. O atacante Joel, com passagens por clubes brasileiros, como Botafogo, Cruzeiro e Santos, foi cortado da equipe nacional por causa de problemas cardíacos que poderiam provocar uma morte súbita se ele entrasse em campo. O atleta pertence ao Cruzeiro, time que defendeu em 2015 antes de ser emprestado para outros clubes nos anos seguintes - na temporada 2018/2019 do futebol europeu, ele atuou pelo português Marítimo.

Com o triunfo, Camarões também fechou a rodada inicial do Grupo F da Copa Africana de Nações como líder isolado, com três pontos, pois no outro duelo do dia pela chave Gana decepcionou ao não passar de um empate por 2 a 2 com o Benin, também em Ismaília.

No confronto, o Benin surpreendeu ao abrir o placar já aos 2 minutos, com um gol de Mickael Pote. A seleção ganesa reagiu e virou o jogo ainda no primeiro tempo ao balançar as redes com os irmãos Andre e Jordan Ayew, aos 9 e aos 42, respectivamente.

Na etapa final, porém, os favoritos começaram a se complicar quando o zagueiro John Boye foi expulso após o juiz da partida considerar que ele estava gastando o tempo de forma exagerada em uma reposição de bola. O defensor já tinha recebido um cartão amarelo e o árbitro concluiu que o atleta era merecedor de uma nova advertência deste tipo, fato que resultou na aplicação do vermelho aos 10 minutos.

Com um homem a mais em campo, o Benin empatou o jogo aos 18 com um novo gol de Pote, o camisa 10 de sua seleção, que voltará a jogar pela Copa Africana no sábado, contra Guiné-Bissau, às 17 horas (de Brasília), no fechamento da segunda rodada do Grupo F. No mesmo dia, às 14h, Camarões defenderá a sua liderança diante de Gana.

As disputas do torneio continental seguirão nesta quarta-feira com três partidas. A segunda rodada do Grupo A terá Uganda x Zimbábue, às 14h, e o anfitrião Egito encarando o Congo às 17h. Antes destes embates, Nigéria x Guiné, às 11h30, abre a segunda jornada do Grupo B, que será completada apenas na quinta no confronto entre Madagáscar e Burundi.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Atual campeão, Camarões vence em estreia na Copa Africana; Gana empata com Benin


25/06/2019 | 22:00


Atual campeão da Copa Africana de Nações, com o título obtido em 2017, Camarões abriu campanha na edição de 2019 da competição nesta terça-feira. A seleção comandada pelo holandês Clarence Seedorf sofreu um pouco para confirmar o seu favoritismo na estreia, mas venceu Guiné-Bissau por 2 a 0, em Ismaília, no Egito, pela primeira rodada do Grupo F.

Os camaronenses não conseguiram furar a defesa do adversário no primeiro tempo do duelo e só fizeram o primeiro gol do jogo aos 19 minutos da etapa final, quando o zagueiro Yaya Banana aproveitou uma cobrança de escanteio e, livre de marcação, completou de cabeça para as redes.

E pouco depois disso, aos 22, os campeões continentais ampliaram para 2 a 0 com o atacante Stephane Bahoken marcando. Ele superou o goleiro Jonas Mendes apenas dois minutos depois de ser colocado em campo por Seedorf no lugar do meia Arnaud Djoum.

E a seleção camaronense venceu Guiné-Bissau um dia depois de sofrer uma importante baixa na véspera do duelo. O atacante Joel, com passagens por clubes brasileiros, como Botafogo, Cruzeiro e Santos, foi cortado da equipe nacional por causa de problemas cardíacos que poderiam provocar uma morte súbita se ele entrasse em campo. O atleta pertence ao Cruzeiro, time que defendeu em 2015 antes de ser emprestado para outros clubes nos anos seguintes - na temporada 2018/2019 do futebol europeu, ele atuou pelo português Marítimo.

Com o triunfo, Camarões também fechou a rodada inicial do Grupo F da Copa Africana de Nações como líder isolado, com três pontos, pois no outro duelo do dia pela chave Gana decepcionou ao não passar de um empate por 2 a 2 com o Benin, também em Ismaília.

No confronto, o Benin surpreendeu ao abrir o placar já aos 2 minutos, com um gol de Mickael Pote. A seleção ganesa reagiu e virou o jogo ainda no primeiro tempo ao balançar as redes com os irmãos Andre e Jordan Ayew, aos 9 e aos 42, respectivamente.

Na etapa final, porém, os favoritos começaram a se complicar quando o zagueiro John Boye foi expulso após o juiz da partida considerar que ele estava gastando o tempo de forma exagerada em uma reposição de bola. O defensor já tinha recebido um cartão amarelo e o árbitro concluiu que o atleta era merecedor de uma nova advertência deste tipo, fato que resultou na aplicação do vermelho aos 10 minutos.

Com um homem a mais em campo, o Benin empatou o jogo aos 18 com um novo gol de Pote, o camisa 10 de sua seleção, que voltará a jogar pela Copa Africana no sábado, contra Guiné-Bissau, às 17 horas (de Brasília), no fechamento da segunda rodada do Grupo F. No mesmo dia, às 14h, Camarões defenderá a sua liderança diante de Gana.

As disputas do torneio continental seguirão nesta quarta-feira com três partidas. A segunda rodada do Grupo A terá Uganda x Zimbábue, às 14h, e o anfitrião Egito encarando o Congo às 17h. Antes destes embates, Nigéria x Guiné, às 11h30, abre a segunda jornada do Grupo B, que será completada apenas na quinta no confronto entre Madagáscar e Burundi.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;