Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 16 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Assembleia Geral da OEA abordará crise da Venezuela



25/06/2019 | 20:16


A crise política que atinge a Venezuela e o êxodo de seus habitantes por grande parte do continente estarão entre os principais temas da 49ª Assembleia Geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), que ocorre a partir desta quarta-feira na cidade colombiana de Medellín. O encontro regional, com diplomatas de 35 países, aborda uma grande variedade de temas, que incluem a proteção aos direitos humanos, a luta contra grupos terroristas e até esquemas de cooperação internacional para impedir o uso de celulares roubados.

Mas o secretário-geral da OEA, Luis Almagro, tem defendido há meses que a entidade busque soluções concretas para os moradores da Venezuela, cujos direitos, segundo ele, têm sido desrespeitados diariamente pelo regime de Nicolás Maduro. "O que temos de fazer é não atacar os problemas, mas sim as causas originárias dessa crise, e essa causa é a ditadura de Maduro", afirmou Almagro nesta terça-feira em entrevista ao jornal El Tiempo. Almagro propõe reforçar sanções econômicas contra o governo de Maduro para pressioná-lo a aceitar eleições com monitoramento internacional e garantias para a oposição.

Sob a liderança de Almagro, a OEA reconheceu em abril o governo interino do líder opositor Juan Guaidó. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Assembleia Geral da OEA abordará crise da Venezuela


25/06/2019 | 20:16


A crise política que atinge a Venezuela e o êxodo de seus habitantes por grande parte do continente estarão entre os principais temas da 49ª Assembleia Geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), que ocorre a partir desta quarta-feira na cidade colombiana de Medellín. O encontro regional, com diplomatas de 35 países, aborda uma grande variedade de temas, que incluem a proteção aos direitos humanos, a luta contra grupos terroristas e até esquemas de cooperação internacional para impedir o uso de celulares roubados.

Mas o secretário-geral da OEA, Luis Almagro, tem defendido há meses que a entidade busque soluções concretas para os moradores da Venezuela, cujos direitos, segundo ele, têm sido desrespeitados diariamente pelo regime de Nicolás Maduro. "O que temos de fazer é não atacar os problemas, mas sim as causas originárias dessa crise, e essa causa é a ditadura de Maduro", afirmou Almagro nesta terça-feira em entrevista ao jornal El Tiempo. Almagro propõe reforçar sanções econômicas contra o governo de Maduro para pressioná-lo a aceitar eleições com monitoramento internacional e garantias para a oposição.

Sob a liderança de Almagro, a OEA reconheceu em abril o governo interino do líder opositor Juan Guaidó. Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;