Fechar
Publicidade

Sábado, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Cuba Gooding Jr. alega que mulher que o denunciou por assédio tem um estado mental deformado



25/06/2019 | 12:11


Cuba Gooding Jr. está tentando dar a volta por cima em sua acusação de assédio. O ator foi denunciado após ter supostamente tocado no corpo de uma mulher sem a permissão dela, em um bar em Nova York, nos Estados Unidos. Agora, um novo capítulo deste caso começa. Segundo o TMZ, o ganhador do Oscar e seus advogados estão jogando a culpa do ocorrido na saúde mental da acusadora.

O time de defesa de Cuba encontrou um blog da suposta vítima na internet, em que ela fala sobre fatos de sua vida. Entre as postagens, há uma em que a mulher escreve sobre seus laudos médicos:

Eu fui diagnosticada com depressão, transtorno do déficit de atenção com hiperatividade, ansiedade e estresse pós-traumático. Basicamente, eu aprendi que o meu cérebro é uma grande massa gorda.

O ator está se baseando nesses posts para justificar sua inocência. Ele chegou até mesmo a ser preso pelo caso e solto poucas horas depois e, com os dados do blog em mãos, seus advogados recorreram à denúncia na última sexta-feira, dia 21, e agora o astro está otimista de que sairá vitorioso do caso até a próxima quarta-feira, dia 26. Cuba disse à publicação:

- Eu estou mais que surpreso que os procuradores de justiça não levaram em conta o histórico desta mulher antes de iniciarem o processo contra mim, à luz de seu estado mental deformado, como foi revelado por seu blog.

Além das alegações sobre a saúde mental da mulher, há uma outra postagem que pode ser incriminatória para a suposta vítima. Em seu site, ela também escreveu:

Em um mundo de extensões e peitos falsos, meu cabelo curto combinado com meus seios de tamanho moderado fazem eu me sentir invisível. Algumas pessoas têm medo dos outros e não querem nada mais do que serem invisíveis. Eu não sou este tipo de pessoa. Eu estou começando a ser vista.

O que será que ela quis dizer com tudo isso?



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cuba Gooding Jr. alega que mulher que o denunciou por assédio tem um estado mental deformado


25/06/2019 | 12:11


Cuba Gooding Jr. está tentando dar a volta por cima em sua acusação de assédio. O ator foi denunciado após ter supostamente tocado no corpo de uma mulher sem a permissão dela, em um bar em Nova York, nos Estados Unidos. Agora, um novo capítulo deste caso começa. Segundo o TMZ, o ganhador do Oscar e seus advogados estão jogando a culpa do ocorrido na saúde mental da acusadora.

O time de defesa de Cuba encontrou um blog da suposta vítima na internet, em que ela fala sobre fatos de sua vida. Entre as postagens, há uma em que a mulher escreve sobre seus laudos médicos:

Eu fui diagnosticada com depressão, transtorno do déficit de atenção com hiperatividade, ansiedade e estresse pós-traumático. Basicamente, eu aprendi que o meu cérebro é uma grande massa gorda.

O ator está se baseando nesses posts para justificar sua inocência. Ele chegou até mesmo a ser preso pelo caso e solto poucas horas depois e, com os dados do blog em mãos, seus advogados recorreram à denúncia na última sexta-feira, dia 21, e agora o astro está otimista de que sairá vitorioso do caso até a próxima quarta-feira, dia 26. Cuba disse à publicação:

- Eu estou mais que surpreso que os procuradores de justiça não levaram em conta o histórico desta mulher antes de iniciarem o processo contra mim, à luz de seu estado mental deformado, como foi revelado por seu blog.

Além das alegações sobre a saúde mental da mulher, há uma outra postagem que pode ser incriminatória para a suposta vítima. Em seu site, ela também escreveu:

Em um mundo de extensões e peitos falsos, meu cabelo curto combinado com meus seios de tamanho moderado fazem eu me sentir invisível. Algumas pessoas têm medo dos outros e não querem nada mais do que serem invisíveis. Eu não sou este tipo de pessoa. Eu estou começando a ser vista.

O que será que ela quis dizer com tudo isso?

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;