Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Justiça marca para dia 1º pedido de Atila

A desembargadora Ana Liarte, da 4ª Câmara de Direito Público do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), incluiu na pauta do dia 1º de julho


Raphael Rocha

25/06/2019 | 07:25


A desembargadora Ana Liarte, da 4ª Câmara de Direito Público do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), incluiu na pauta do dia 1º de julho a análise do pedido feito pela defesa do prefeito cassado de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), para anular o impeachment conduzido pela Câmara em abril. O ex-chefe do Executivo argumenta que a tese que resultou em sua cassação – a de vacância do cargo – não se sustenta porque ele deixou a cadeira por motivo alheio à sua vontade, pois estava preso no âmbito da Operação Trato Feito. Em primeira instância, a Justiça de Mauá entendeu que a solicitação de Atila não mereceu ser acolhida porque há independência constitucional dos poderes – ou seja, o Judiciário não interfere em uma decisão do Legislativo.

Segue a guerra fria
Mais um elemento deve rechear a guerra fria entre a base de sustentação da prefeita de Mauá, Alaíde Damo (MDB), e o secretário de Governo, João Veríssimo. Há duas semanas, a Câmara oficializou a contratação do ex-vereador Rômulo Fernandes (PT) para o gabinete do parlamentar Marcelo Oliveira (PT). Até aí, nada demais, já que é de praxe a nomeação de correligionários nos gabinetes. O problema é que Rômulo é irmão de João Veríssimo. Já tem vereador se articulando para questionar a prefeita se não é caso de nepotismo cruzado, a despeito de Marcelo não defender o governo Alaíde no Legislativo.

Nomeação – 1
O ex-vereador de Mauá Rogério Santana (Rede) foi nomeado como assessor de gabinete no departamento de gestão ambiental do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André). A portaria foi assinada pelo superintendente da autarquia, Almir Cicote (Avante). O último cargo público de Rogério foi ser ouvidor da Prefeitura de Mauá.

Nomeação – 2
Aliado do vereador Chiquinho do Zaíra (Avante) e pivô da confusão vista na Câmara na semana passada, José Francisco Jacinto, o Icão, foi transferido da função de adjunto na Secretaria de Governo para cargo comissionado na Secretaria de Saúde. Chiquinho colocou como chefe de gabinete outra figura conhecida da política local: Rogério de Paula da Costa, o Kuka.

Material
O PT de São Bernardo voltou a explorar politicamente a votação das contas do ex-prefeito Luiz Marinho (PT) pela Câmara. Além de celebrar a aprovação, material distribuído pela cidade traz avaliações de outras lideranças do partido. Chamou atenção o fato de a ex-deputada estadual Ana do Carmo estar presente na peça publicitária do caso. No petismo, foi mais uma interpretação de que ela deve vir candidata a vereadora na eleição do ano que vem, com objetivo de ser puxadora de votos da legenda.

Indústria química
Foi lançada ontem, na Assembleia Legislativa, a Frente Parlamentar em Apoio à Indústria Química do Estado de São Paulo, que tem como objetivo discutir maneiras de fomento do setor. “Queremos unir as forças e vozes para que, juntos, possamos avançar nas demandas da indústria química, principalmente no Grande ABC, com foco na geração de emprego e de renda”, disse o deputado estadual Thiago Auricchio (PL), de São Caetano, idealizador da proposta. A solenidade foi acompanhada – e elogiada – pelo deputado federal Alex Manente (Cidadania), de São Bernardo, padrinho político de Thiago. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Justiça marca para dia 1º pedido de Atila

A desembargadora Ana Liarte, da 4ª Câmara de Direito Público do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), incluiu na pauta do dia 1º de julho

Raphael Rocha

25/06/2019 | 07:25


A desembargadora Ana Liarte, da 4ª Câmara de Direito Público do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), incluiu na pauta do dia 1º de julho a análise do pedido feito pela defesa do prefeito cassado de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), para anular o impeachment conduzido pela Câmara em abril. O ex-chefe do Executivo argumenta que a tese que resultou em sua cassação – a de vacância do cargo – não se sustenta porque ele deixou a cadeira por motivo alheio à sua vontade, pois estava preso no âmbito da Operação Trato Feito. Em primeira instância, a Justiça de Mauá entendeu que a solicitação de Atila não mereceu ser acolhida porque há independência constitucional dos poderes – ou seja, o Judiciário não interfere em uma decisão do Legislativo.

Segue a guerra fria
Mais um elemento deve rechear a guerra fria entre a base de sustentação da prefeita de Mauá, Alaíde Damo (MDB), e o secretário de Governo, João Veríssimo. Há duas semanas, a Câmara oficializou a contratação do ex-vereador Rômulo Fernandes (PT) para o gabinete do parlamentar Marcelo Oliveira (PT). Até aí, nada demais, já que é de praxe a nomeação de correligionários nos gabinetes. O problema é que Rômulo é irmão de João Veríssimo. Já tem vereador se articulando para questionar a prefeita se não é caso de nepotismo cruzado, a despeito de Marcelo não defender o governo Alaíde no Legislativo.

Nomeação – 1
O ex-vereador de Mauá Rogério Santana (Rede) foi nomeado como assessor de gabinete no departamento de gestão ambiental do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André). A portaria foi assinada pelo superintendente da autarquia, Almir Cicote (Avante). O último cargo público de Rogério foi ser ouvidor da Prefeitura de Mauá.

Nomeação – 2
Aliado do vereador Chiquinho do Zaíra (Avante) e pivô da confusão vista na Câmara na semana passada, José Francisco Jacinto, o Icão, foi transferido da função de adjunto na Secretaria de Governo para cargo comissionado na Secretaria de Saúde. Chiquinho colocou como chefe de gabinete outra figura conhecida da política local: Rogério de Paula da Costa, o Kuka.

Material
O PT de São Bernardo voltou a explorar politicamente a votação das contas do ex-prefeito Luiz Marinho (PT) pela Câmara. Além de celebrar a aprovação, material distribuído pela cidade traz avaliações de outras lideranças do partido. Chamou atenção o fato de a ex-deputada estadual Ana do Carmo estar presente na peça publicitária do caso. No petismo, foi mais uma interpretação de que ela deve vir candidata a vereadora na eleição do ano que vem, com objetivo de ser puxadora de votos da legenda.

Indústria química
Foi lançada ontem, na Assembleia Legislativa, a Frente Parlamentar em Apoio à Indústria Química do Estado de São Paulo, que tem como objetivo discutir maneiras de fomento do setor. “Queremos unir as forças e vozes para que, juntos, possamos avançar nas demandas da indústria química, principalmente no Grande ABC, com foco na geração de emprego e de renda”, disse o deputado estadual Thiago Auricchio (PL), de São Caetano, idealizador da proposta. A solenidade foi acompanhada – e elogiada – pelo deputado federal Alex Manente (Cidadania), de São Bernardo, padrinho político de Thiago. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;