Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 17 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Poemas de Candido Portinari são relançados e viram livro ilustrado

Obra lançada originalmente em 1964 é reeditada com novos textos


Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

25/06/2019 | 07:14


Foi nos últimos anos de sua vida que o pintor paulista de Brodowski Candido Portinari passou a se dedicar a outra produção artística: a escrita de poesias. E uma coletânea poética, Poemas de Portinari, selecionada por Antonio Callado em 1964, dois anos depois da morte do escritor, ganha nova edição (Edições Funarte, 192 páginas, R$ 50, em média).

Diferentemente da versão original, publicada sem ilustrações assinadas pelo artista – que não queria se aproveitar da boa fama de pintor para vender o livro –, a nova versão chega às prateleiras com diversas imagens, resultado de uma vasta pesquisa realizada pelo Projeto Portinari para encontrar as pinturas que mais seriam adequadas para ilustrar os poemas.

Foram mantidos os textos de abertura de Manuel Bandeira e Antonio Callado. Além deles, a nova edição conta também com apresentação diferente, assinada por Marco Lucchesi, presidente da Academia Brasileira de Letras.

A seleção dos poemas preparada por Antonio Callado foi preservada, mas a disposição dos textos foi levemente modificada. A versão de 1964 foi dividida em três grandes partes: sobre a alegria do menino no Interior de São Paulo, os medos da infância, e a revolta que o homem feito sentiu ao se dar conta dos horrores da fome e da miséria. Agora, uma quarta foi adicionada, batizada Odes, em que o escritor faz homenagens poéticas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Poemas de Candido Portinari são relançados e viram livro ilustrado

Obra lançada originalmente em 1964 é reeditada com novos textos

Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

25/06/2019 | 07:14


Foi nos últimos anos de sua vida que o pintor paulista de Brodowski Candido Portinari passou a se dedicar a outra produção artística: a escrita de poesias. E uma coletânea poética, Poemas de Portinari, selecionada por Antonio Callado em 1964, dois anos depois da morte do escritor, ganha nova edição (Edições Funarte, 192 páginas, R$ 50, em média).

Diferentemente da versão original, publicada sem ilustrações assinadas pelo artista – que não queria se aproveitar da boa fama de pintor para vender o livro –, a nova versão chega às prateleiras com diversas imagens, resultado de uma vasta pesquisa realizada pelo Projeto Portinari para encontrar as pinturas que mais seriam adequadas para ilustrar os poemas.

Foram mantidos os textos de abertura de Manuel Bandeira e Antonio Callado. Além deles, a nova edição conta também com apresentação diferente, assinada por Marco Lucchesi, presidente da Academia Brasileira de Letras.

A seleção dos poemas preparada por Antonio Callado foi preservada, mas a disposição dos textos foi levemente modificada. A versão de 1964 foi dividida em três grandes partes: sobre a alegria do menino no Interior de São Paulo, os medos da infância, e a revolta que o homem feito sentiu ao se dar conta dos horrores da fome e da miséria. Agora, uma quarta foi adicionada, batizada Odes, em que o escritor faz homenagens poéticas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;