Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 17 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Joice diz que Bolsonaro é 'simpático' à sua candidatura à Prefeitura de SP



24/06/2019 | 16:54


A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) afirmou nesta segunda-feira, 24, ter o apoio do presidente Jair Bolsonaro para disputar a Prefeitura de São Paulo no ano que vem. Embora ainda não admita oficialmente sua candidatura, a parlamentar afirmou que o presidente Jair Bolsonaro "parece que está bastante simpático à ideia".

"Eu disse para ele que eu sou soldado, o senhor falou eu estou indo. Então, vamos aguardar as orientações do presidente", disse ela. Líder do governo no Congresso, a deputada participou de um almoço com o presidente no Palácio do Planalto e com os ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e os líderes do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), e da Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), para tratar, dentre outros temas, dos encaminhamentos para a aprovação da reforma da Previdência.

Ao sair do encontro, Hasselmann disse a jornalistas que a conversa havia "começado em Brasília e terminado em São Paulo, com o assunto sobre a prefeitura. "O presidente está cheio de ideias. Foi só um assunto que surgiu ali e conversamos um pouco", disse.

Desde que assumiu o mandato parlamentar, a deputada já sinalizava com a intenção de disputar o pleito do ano que vem. Em entrevista ao Estadão em fevereiro, ela afirmou que se a missão fosse dada por seu partido, o PSL, "não fugiria da raia".

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), é um dos principais padrinhos da deputada para a disputa. Mas ela deve enfrentar oposição dentro do seu partido, o PSL, se quiser seguir com o plano. Isso porque o atual presidente da sigla no Estado, o deputado Eduardo Bolsonaro (SP), o terceiro filho do presidente, rejeita uma aproximação com os tucanos e trabalha pela candidatura do apresentador José Luiz Datena. Em 2018, o apresentador chegou a se lançar ao Senado pelo DEM, mas neste ano negocia a filiação ao PSL.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Joice diz que Bolsonaro é 'simpático' à sua candidatura à Prefeitura de SP


24/06/2019 | 16:54


A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) afirmou nesta segunda-feira, 24, ter o apoio do presidente Jair Bolsonaro para disputar a Prefeitura de São Paulo no ano que vem. Embora ainda não admita oficialmente sua candidatura, a parlamentar afirmou que o presidente Jair Bolsonaro "parece que está bastante simpático à ideia".

"Eu disse para ele que eu sou soldado, o senhor falou eu estou indo. Então, vamos aguardar as orientações do presidente", disse ela. Líder do governo no Congresso, a deputada participou de um almoço com o presidente no Palácio do Planalto e com os ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e os líderes do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), e da Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), para tratar, dentre outros temas, dos encaminhamentos para a aprovação da reforma da Previdência.

Ao sair do encontro, Hasselmann disse a jornalistas que a conversa havia "começado em Brasília e terminado em São Paulo, com o assunto sobre a prefeitura. "O presidente está cheio de ideias. Foi só um assunto que surgiu ali e conversamos um pouco", disse.

Desde que assumiu o mandato parlamentar, a deputada já sinalizava com a intenção de disputar o pleito do ano que vem. Em entrevista ao Estadão em fevereiro, ela afirmou que se a missão fosse dada por seu partido, o PSL, "não fugiria da raia".

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), é um dos principais padrinhos da deputada para a disputa. Mas ela deve enfrentar oposição dentro do seu partido, o PSL, se quiser seguir com o plano. Isso porque o atual presidente da sigla no Estado, o deputado Eduardo Bolsonaro (SP), o terceiro filho do presidente, rejeita uma aproximação com os tucanos e trabalha pela candidatura do apresentador José Luiz Datena. Em 2018, o apresentador chegou a se lançar ao Senado pelo DEM, mas neste ano negocia a filiação ao PSL.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;