Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 21 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

São Caetano oferecerá curso de inglês a alunos da rede

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeitura enviará projeto para criar centro de idioma; piloto contará com 500 estudantes


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

24/06/2019 | 07:00


A Prefeitura de São Caetano se repara para oferecer ensino de língua estrangeira para alunos do ensino fundamental municipal. Nesta semana, a administração de José Auricchio Júnior (PSDB) enviará para a Câmara autorização para adotar modelo piloto ainda neste ano.

Pelo planejamento do Palácio da Cerâmica, 500 alunos da rede serão selecionados para o programa. A ideia, segundo Auricchio, é ofertar ensino de inglês “semelhante ao mercado privado”. “Não é o ensino do inglês regular, é como se fosse uma escola privada de idiomas”.

O modelo é um resgate de um benefício que existia na cidade até 2012. À época, a administração disponibilizava vouchers para estudantes da rede municipal para utilização em escolas de idiomas particulares da cidade. “Não dá mais para fazer isso pelas condições orçamentárias. Mas sabemos da importância do idioma para o jovem”, explicou o tucano.

O programa demandará R$ 1,5 milhão de investimento somente no segundo semestre, pois serão necessários adaptação do prédio do Circolo Italiano, no bairro Oswaldo Cruz, confecção de material didático e treinamento do corpo docente – que será do quadro atual de professores, portanto, não haverá concurso para contratação de servidores.

O governo acredita ser possível expandir o projeto para o próximo ano. Atualmente são 10 mil alunos matriculados no ensino fundamental da cidade, porém a proposta envolverá estudantes do 2º ao 8º anos – com 7.000 alunos.

“Delimitamos em 500 vagas para dimensionar as estruturas pedagógica e física e saber o volume de funcionários. Mas vamos aumentar o número de alunos. Neste primeiro momento é focar mesmo no inglês, não podemos dispersar agora”, comentou Auricchio.

O prefeito argumentou que o ensino de uma segunda língua faz parte do planejamento da Secretaria de Educação para capacitação do jovem de São Caetano. Outra vertente do plano é o ensino técnico, “que está sendo retomado”.
(Colaborou Raphael Rocha) 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Caetano oferecerá curso de inglês a alunos da rede

Prefeitura enviará projeto para criar centro de idioma; piloto contará com 500 estudantes

Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

24/06/2019 | 07:00


A Prefeitura de São Caetano se repara para oferecer ensino de língua estrangeira para alunos do ensino fundamental municipal. Nesta semana, a administração de José Auricchio Júnior (PSDB) enviará para a Câmara autorização para adotar modelo piloto ainda neste ano.

Pelo planejamento do Palácio da Cerâmica, 500 alunos da rede serão selecionados para o programa. A ideia, segundo Auricchio, é ofertar ensino de inglês “semelhante ao mercado privado”. “Não é o ensino do inglês regular, é como se fosse uma escola privada de idiomas”.

O modelo é um resgate de um benefício que existia na cidade até 2012. À época, a administração disponibilizava vouchers para estudantes da rede municipal para utilização em escolas de idiomas particulares da cidade. “Não dá mais para fazer isso pelas condições orçamentárias. Mas sabemos da importância do idioma para o jovem”, explicou o tucano.

O programa demandará R$ 1,5 milhão de investimento somente no segundo semestre, pois serão necessários adaptação do prédio do Circolo Italiano, no bairro Oswaldo Cruz, confecção de material didático e treinamento do corpo docente – que será do quadro atual de professores, portanto, não haverá concurso para contratação de servidores.

O governo acredita ser possível expandir o projeto para o próximo ano. Atualmente são 10 mil alunos matriculados no ensino fundamental da cidade, porém a proposta envolverá estudantes do 2º ao 8º anos – com 7.000 alunos.

“Delimitamos em 500 vagas para dimensionar as estruturas pedagógica e física e saber o volume de funcionários. Mas vamos aumentar o número de alunos. Neste primeiro momento é focar mesmo no inglês, não podemos dispersar agora”, comentou Auricchio.

O prefeito argumentou que o ensino de uma segunda língua faz parte do planejamento da Secretaria de Educação para capacitação do jovem de São Caetano. Outra vertente do plano é o ensino técnico, “que está sendo retomado”.
(Colaborou Raphael Rocha) 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;