Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 20 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Brasil vai para cima da França nas oitavas

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Discurso na Seleção é respeitar, mas não temer anfitriãs no Stade Oceáne


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

23/06/2019 | 07:00


Principal esperança de gols do Brasil, a experiente atacante Cristiane, que já balançou a rede quatro vezes em três jogos, ensinou o caminho das pedras para que o Brasil elimine a França hoje, às 16h (de Brasília), no Stade Oceáne, em Le Havre, pelas oitavas de final da Copa do Mundo. Segundo a veterana, as brasileiras não podem temer as anfitriãs.

“Chegamos em fase que não dá mais para cometer erros, agora quem perder volta para casa. Então acho que temos de impor o nosso melhor futebol, não tem que ter medo de nada, temos de enfrentar de igual para igual. E vamos para cima”, comentou a atacante, que projeta partida decida nos detalhes. “Acho que será jogo muito equilibrado. Nós respeitamos a França e acredito que elas nos respeitam também. Acho que em Copa do Mundo você tem que ir para o tudo ou nada. Claro que com uma estratégia, armando muito bem a equipe. Quem errar menos vai sair com a vitória”, disse.

O técnico Vadão não deve fazer grandes mudanças na equipe que venceu a Itália por 1 a 0 na última partida da primeira fase. Prova disso é que o treinador preferiu poupar o elenco titular dos últimos treinos. Elas fizeram apenas trabalho regenerativo, enquanto as reservas foram ao campo para trabalhar com bola. A grande preocupação da comissão técnica é com as lesões musculares, que estão assombrando a Seleção Brasileira.

A única dúvida seria o retorno da veterana meia Formiga, 41 anos, que cumpriu suspensão contra a Itália. Ela se recuperou de entorse leve no tornozelo esquerdo e está à disposição de Vadão. Caso opte pela experiência, ela retorna ao time na vaga de Ludmila.

Já a meia Marta, autora de dois gols nesta Copa do Mundo, está confirmada e totalmente recuperada de lesão muscular na coxa esquerda, que a tirou da estreia contra a Jamaica. A expectativa é que ela consiga completar a partida, já que nos dois jogos anteriores precisou ser substituída porque sentiu fisicamente.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Brasil vai para cima da França nas oitavas

Discurso na Seleção é respeitar, mas não temer anfitriãs no Stade Oceáne

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

23/06/2019 | 07:00


Principal esperança de gols do Brasil, a experiente atacante Cristiane, que já balançou a rede quatro vezes em três jogos, ensinou o caminho das pedras para que o Brasil elimine a França hoje, às 16h (de Brasília), no Stade Oceáne, em Le Havre, pelas oitavas de final da Copa do Mundo. Segundo a veterana, as brasileiras não podem temer as anfitriãs.

“Chegamos em fase que não dá mais para cometer erros, agora quem perder volta para casa. Então acho que temos de impor o nosso melhor futebol, não tem que ter medo de nada, temos de enfrentar de igual para igual. E vamos para cima”, comentou a atacante, que projeta partida decida nos detalhes. “Acho que será jogo muito equilibrado. Nós respeitamos a França e acredito que elas nos respeitam também. Acho que em Copa do Mundo você tem que ir para o tudo ou nada. Claro que com uma estratégia, armando muito bem a equipe. Quem errar menos vai sair com a vitória”, disse.

O técnico Vadão não deve fazer grandes mudanças na equipe que venceu a Itália por 1 a 0 na última partida da primeira fase. Prova disso é que o treinador preferiu poupar o elenco titular dos últimos treinos. Elas fizeram apenas trabalho regenerativo, enquanto as reservas foram ao campo para trabalhar com bola. A grande preocupação da comissão técnica é com as lesões musculares, que estão assombrando a Seleção Brasileira.

A única dúvida seria o retorno da veterana meia Formiga, 41 anos, que cumpriu suspensão contra a Itália. Ela se recuperou de entorse leve no tornozelo esquerdo e está à disposição de Vadão. Caso opte pela experiência, ela retorna ao time na vaga de Ludmila.

Já a meia Marta, autora de dois gols nesta Copa do Mundo, está confirmada e totalmente recuperada de lesão muscular na coxa esquerda, que a tirou da estreia contra a Jamaica. A expectativa é que ela consiga completar a partida, já que nos dois jogos anteriores precisou ser substituída porque sentiu fisicamente.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;