Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Justiça do Rio decreta prisão de filhos de deputada Flordelis

Reprodução Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Irmãos são acusados de assassinar o pastor Anderson do Carmo Souza, marido da parlamentar



20/06/2019 | 16:46


A Justiça do Rio de Janeiro expediu nesta quinta-feira, 20, mandados de prisão temporária para dois filhos da deputada federal Flordelis (PSD-RJ). Flávio dos Santos Rodrigues, de 38 anos, e Lucas Cezar dos Santos Souza são suspeitos do homicídio do pastor Anderson do Carmo Souza, de 42 anos, marido da parlamentar, que foi morto no último dia 16, em Niterói, na casa da deputada.

Rodrigues é filho biológico de Flordelis e enteado de Souza. Lucas é um dos 51 filhos adotivos do casal.

A informação foi divulgada na página do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O novo advogado constituído pela família da deputada, Marcelo Ramalho, esteve nesta quinta-feira na Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo, mas afirmou que ainda não havia visto o inquérito. Ele não quis dar detalhes sobre os fatos.

O crime ocorreu quando Souza e Flordelis voltavam de uma confraternização. Segundo a deputada contou à polícia, depois que chegaram em casa, o marido voltou à garagem porque teria esquecido algo dentro do carro. Nesse momento, a família ouviu o som dos disparos e desceu correndo. Souza chegou a ser levado ao Hospital Niterói D''Or, onde morreu. Nada foi roubado.

Laudo do Instituto Médico Legal revelou que o corpo do pastor apresentava mais de 30 perfurações; nove delas na região da virilha e da coxa. Oito disparos foram feitos contra o peito e um tiro a curta distância foi disparado na cabeça - o que, segundo a polícia, indica que o criminoso atirou apenas com a intenção de matar.

A arma usada no assassinato foi encontrada dentro de sua casa pela polícia - em mais um indício de que o crime pode ter sido cometido por alguém da família.

* Com informações da Agência Brasil



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Justiça do Rio decreta prisão de filhos de deputada Flordelis

Irmãos são acusados de assassinar o pastor Anderson do Carmo Souza, marido da parlamentar


20/06/2019 | 16:46


A Justiça do Rio de Janeiro expediu nesta quinta-feira, 20, mandados de prisão temporária para dois filhos da deputada federal Flordelis (PSD-RJ). Flávio dos Santos Rodrigues, de 38 anos, e Lucas Cezar dos Santos Souza são suspeitos do homicídio do pastor Anderson do Carmo Souza, de 42 anos, marido da parlamentar, que foi morto no último dia 16, em Niterói, na casa da deputada.

Rodrigues é filho biológico de Flordelis e enteado de Souza. Lucas é um dos 51 filhos adotivos do casal.

A informação foi divulgada na página do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O novo advogado constituído pela família da deputada, Marcelo Ramalho, esteve nesta quinta-feira na Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo, mas afirmou que ainda não havia visto o inquérito. Ele não quis dar detalhes sobre os fatos.

O crime ocorreu quando Souza e Flordelis voltavam de uma confraternização. Segundo a deputada contou à polícia, depois que chegaram em casa, o marido voltou à garagem porque teria esquecido algo dentro do carro. Nesse momento, a família ouviu o som dos disparos e desceu correndo. Souza chegou a ser levado ao Hospital Niterói D''Or, onde morreu. Nada foi roubado.

Laudo do Instituto Médico Legal revelou que o corpo do pastor apresentava mais de 30 perfurações; nove delas na região da virilha e da coxa. Oito disparos foram feitos contra o peito e um tiro a curta distância foi disparado na cabeça - o que, segundo a polícia, indica que o criminoso atirou apenas com a intenção de matar.

A arma usada no assassinato foi encontrada dentro de sua casa pela polícia - em mais um indício de que o crime pode ter sido cometido por alguém da família.

* Com informações da Agência Brasil

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;