Fechar
Publicidade

Domingo, 21 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Líder, seleção feminina supera belgas e vence a 7ª seguida na Liga das Nações



19/06/2019 | 12:06


A seleção brasileira feminina de vôlei conquistou mais uma vitória na Liga das Nações. Já classificada às finais e na liderança do torneio, a equipe superou nesta quarta-feira a Bélgica por 3 sets a 0, com parciais de 25/23, 25/15 e 25/18, em Ancara, no seu penúltimo compromisso nesta etapa da competição.

A vitória desta quarta foi a sétima consecutiva e a 11ª da seleção brasileira em 14 duelos na Liga das Nações, mantendo a equipe na liderança, com 34 pontos. As outras cinco seleções que vão disputar as finais já estão definidas e vão ser China, anfitriã da disputa em Nanquim, Estados Unidos, Itália, Turquia e Polônia, que se classificou nesta quarta-feira.

Diante da Bélgica, o técnico José Roberto Guimarães escalou o Brasil com Macris, Natália, Bia, Mara, Ana Paula Borgo e Gabi, além da líbero Leia. Depois, ele promoveu as entradas de Mayani, que foi titular no terceiro set, na vaga de Mara, além de Amanda, Lorene, Roberta, Lara, Tainara e Natinha.

Ana Paula Borgo foi a principal pontuadora do Brasil com 14 acertos, um a mais do que Gabi. Já os destaques da Bélgica, ambas com 11 pontos, foram Celine Van Gestel e Kaja Grobelna.

A seleção belga entrou em quadra ainda com chances de classificação às finais e impôs muita dificuldade ao Brasil no primeiro set. A equipe dirigida por Zé Roberto até chegou a abrir 14 a 11, mas não conseguiu deslanchar, fechando a parcial em 25 a 23 graças a um ace de Amanda.

No segundo set, o Brasil se impôs. Fez 8 a 4 e 12 a 6, quando levou quatro pontos seguidos. Mas ficou nisso, com a seleção triunfando por 25 a 15 com facilidade. O cenário se repetiu no terceiro set, com a seleção chegando a abrir 13 a 8. Zé Roberto aproveitou para mexer no time, a Bélgica esboçou uma reação, mas a seleção conseguiu fazer 25 a 18, fechando a partida em 3 a 0.

A seleção encerrará a sua participação nesta etapa da Liga das Nações na quinta-feira, a partir das 13 horas (de Brasília), quando vai encarar a Turquia. Depois, então, seguirá para Nanquim, onde serão disputadas as finais entre 3 e 7 de julho.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Líder, seleção feminina supera belgas e vence a 7ª seguida na Liga das Nações


19/06/2019 | 12:06


A seleção brasileira feminina de vôlei conquistou mais uma vitória na Liga das Nações. Já classificada às finais e na liderança do torneio, a equipe superou nesta quarta-feira a Bélgica por 3 sets a 0, com parciais de 25/23, 25/15 e 25/18, em Ancara, no seu penúltimo compromisso nesta etapa da competição.

A vitória desta quarta foi a sétima consecutiva e a 11ª da seleção brasileira em 14 duelos na Liga das Nações, mantendo a equipe na liderança, com 34 pontos. As outras cinco seleções que vão disputar as finais já estão definidas e vão ser China, anfitriã da disputa em Nanquim, Estados Unidos, Itália, Turquia e Polônia, que se classificou nesta quarta-feira.

Diante da Bélgica, o técnico José Roberto Guimarães escalou o Brasil com Macris, Natália, Bia, Mara, Ana Paula Borgo e Gabi, além da líbero Leia. Depois, ele promoveu as entradas de Mayani, que foi titular no terceiro set, na vaga de Mara, além de Amanda, Lorene, Roberta, Lara, Tainara e Natinha.

Ana Paula Borgo foi a principal pontuadora do Brasil com 14 acertos, um a mais do que Gabi. Já os destaques da Bélgica, ambas com 11 pontos, foram Celine Van Gestel e Kaja Grobelna.

A seleção belga entrou em quadra ainda com chances de classificação às finais e impôs muita dificuldade ao Brasil no primeiro set. A equipe dirigida por Zé Roberto até chegou a abrir 14 a 11, mas não conseguiu deslanchar, fechando a parcial em 25 a 23 graças a um ace de Amanda.

No segundo set, o Brasil se impôs. Fez 8 a 4 e 12 a 6, quando levou quatro pontos seguidos. Mas ficou nisso, com a seleção triunfando por 25 a 15 com facilidade. O cenário se repetiu no terceiro set, com a seleção chegando a abrir 13 a 8. Zé Roberto aproveitou para mexer no time, a Bélgica esboçou uma reação, mas a seleção conseguiu fazer 25 a 18, fechando a partida em 3 a 0.

A seleção encerrará a sua participação nesta etapa da Liga das Nações na quinta-feira, a partir das 13 horas (de Brasília), quando vai encarar a Turquia. Depois, então, seguirá para Nanquim, onde serão disputadas as finais entre 3 e 7 de julho.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;