Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Prefeitura inaugura centro de operações integradas na terça-feira

Espaço vai unificar serviços e 300 câmeras; investimento é de R$ 4 mi


Yara Ferraz
do Diário do Grande ABC

16/06/2019 | 07:21


Com investimento de cerca de R$ 4 milhões, a Prefeitura de Santo André se prepara para inaugurar o COI (Centro de Operações Integradas) nesta terça-feira. A unidade, que é a primeira da região, está localizada no Paço Municipal e vai realizar o monitoramento da cidade, junto com os serviços do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Defesa Civil, GCM (Guarda Civil Municipal), PM (Polícia Militar), além do transporte coletivo e mobilidade urbana.

O espaço vai concentrar 300 câmeras com transmissão 24 horas durante os sete dias da semana. Do total de equipamentos, 230 são recém-adquiridos e fazem parte do aporte que também inclui a instalação da sala e os softwares.

Conforme explicou o prefeito Paulo Serra (PSDB) em vistoria ao espaço, ontem, dentro das 230 câmeras, ele destacou a implementação inédita de quatro equipamentos com tecnologia de reconhecimento facial, com custo de R$ 98 mil cada uma. “Estamos negociando com a Polícia Militar para cruzar o sistema com o de procurados. Se alguém estiver circulando nas ruas de Santo André, assim como já ocorre com veículos que são produtos de furto e roubo (por meio do Detecta, que já possui 70 câmeras com a tecnologia para a leitura de placas), e passar pelas câmeras poderemos alertar as autoridades e fazer a captura”, afirmou. “É a ferramenta tecnológica de ponta com inovação a favor da qualidade de vida e redução dos índices de violência da cidade”, destacou.

A central também vai monitorar os 404 ônibus da cidade por meio de GPS. Com o monitoramento online será possível ver onde os veículos estão em tempo real. Além disso, o espaço vai manter uma central semafórica, que pode regular os equipamentos conforme o horário do dia, verificando o tempo em que os mesmos ficam abertos e em quais sentidos.

Segundo o prefeito, no segundo semestre. a expectativa é começar o monitoramento de escolas e postos de saúde. “Até dezembro queremos que todos estes equipamentos sejam monitorados e que as imagens venham para cá. Serão cerca de 1.000 câmeras”, disse.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Prefeitura inaugura centro de operações integradas na terça-feira

Espaço vai unificar serviços e 300 câmeras; investimento é de R$ 4 mi

Yara Ferraz
do Diário do Grande ABC

16/06/2019 | 07:21


Com investimento de cerca de R$ 4 milhões, a Prefeitura de Santo André se prepara para inaugurar o COI (Centro de Operações Integradas) nesta terça-feira. A unidade, que é a primeira da região, está localizada no Paço Municipal e vai realizar o monitoramento da cidade, junto com os serviços do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Defesa Civil, GCM (Guarda Civil Municipal), PM (Polícia Militar), além do transporte coletivo e mobilidade urbana.

O espaço vai concentrar 300 câmeras com transmissão 24 horas durante os sete dias da semana. Do total de equipamentos, 230 são recém-adquiridos e fazem parte do aporte que também inclui a instalação da sala e os softwares.

Conforme explicou o prefeito Paulo Serra (PSDB) em vistoria ao espaço, ontem, dentro das 230 câmeras, ele destacou a implementação inédita de quatro equipamentos com tecnologia de reconhecimento facial, com custo de R$ 98 mil cada uma. “Estamos negociando com a Polícia Militar para cruzar o sistema com o de procurados. Se alguém estiver circulando nas ruas de Santo André, assim como já ocorre com veículos que são produtos de furto e roubo (por meio do Detecta, que já possui 70 câmeras com a tecnologia para a leitura de placas), e passar pelas câmeras poderemos alertar as autoridades e fazer a captura”, afirmou. “É a ferramenta tecnológica de ponta com inovação a favor da qualidade de vida e redução dos índices de violência da cidade”, destacou.

A central também vai monitorar os 404 ônibus da cidade por meio de GPS. Com o monitoramento online será possível ver onde os veículos estão em tempo real. Além disso, o espaço vai manter uma central semafórica, que pode regular os equipamentos conforme o horário do dia, verificando o tempo em que os mesmos ficam abertos e em quais sentidos.

Segundo o prefeito, no segundo semestre. a expectativa é começar o monitoramento de escolas e postos de saúde. “Até dezembro queremos que todos estes equipamentos sejam monitorados e que as imagens venham para cá. Serão cerca de 1.000 câmeras”, disse.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;