Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 16 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Morrem mais duas vítimas de explosão de barco no Acre

Reprodução Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


15/06/2019 | 19:21


Morreram neste sábado, 15, mais duas pessoas que estavam no barco que explodiu no Rio Juruá, em Cruzeiro do Sul, cidade do interior do Acre. O acidente aconteceu no dia 7 de junho. Uma das vítimas fatais é Yohana Santos Conceição, uma bebê de oito meses que estava entre os 18 passageiros do barco. Ela morreu no fim da manhã deste Sábado no Hospital da Criança, em Rio Branco. Estava internada na UTI e não resistiu a duas paradas cardíacas e aos ferimentos que sofreu. A mãe de Yohana, Marluce Silva dos Santos, 38, morreu na última terça-feira, 11, também em função de queimaduras graves.

Na madrugada deste sábado também morreu, no Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, Antônio José Oliveira da Silva, de 33 anos. Ele havia sido transferido de Rio Branco para a capital mineira com quadro clínico classificado como "gravíssimo". O governo do Acre e a direção do hospital devem fazer o traslado do corpo.

Dos 18 passageiros que estavam no barco, 11 foram transferidos para hospitais em Brasília, Goiânia e Belo Horizonte. Seguem internados no hospital João XXIII, na capital mineira: Valdir Torquato da Silva, 51 anos; Francisco Luna dos Santos, 46 anos; José Ortenízio Souza da Conceição, 39 anos; Umberto da Conceição de Oliveira, 38 anos, e uma criança de 4 anos - que passou por dois procedimentos cirúrgicos e segue em tratamento.

Explosão

De acordo com as investigações da Polícia Civil, o barco onde estavam os passageiros transportava 5 mil litros de combustível no momento do acidente. Segundo o delegado Lindomar Ventura, da Delegacia Central de Cruzeiro do Sul, o barco estava ancorado e fazia o abastecimento dos galões de combustível quando houve a explosão.

De acordo com Ventura, a embarcação tinha autorização para navegar, mas o transporte de combustível juntamente com mercadorias e passageiros é irregular.

A Polícia Civil continua o trabalho de investigação. Uma das prioridades no momento é identificar o dono do caminhão que operava o abastecimento do barco na beira do Rio Juruá.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Morrem mais duas vítimas de explosão de barco no Acre


15/06/2019 | 19:21


Morreram neste sábado, 15, mais duas pessoas que estavam no barco que explodiu no Rio Juruá, em Cruzeiro do Sul, cidade do interior do Acre. O acidente aconteceu no dia 7 de junho. Uma das vítimas fatais é Yohana Santos Conceição, uma bebê de oito meses que estava entre os 18 passageiros do barco. Ela morreu no fim da manhã deste Sábado no Hospital da Criança, em Rio Branco. Estava internada na UTI e não resistiu a duas paradas cardíacas e aos ferimentos que sofreu. A mãe de Yohana, Marluce Silva dos Santos, 38, morreu na última terça-feira, 11, também em função de queimaduras graves.

Na madrugada deste sábado também morreu, no Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, Antônio José Oliveira da Silva, de 33 anos. Ele havia sido transferido de Rio Branco para a capital mineira com quadro clínico classificado como "gravíssimo". O governo do Acre e a direção do hospital devem fazer o traslado do corpo.

Dos 18 passageiros que estavam no barco, 11 foram transferidos para hospitais em Brasília, Goiânia e Belo Horizonte. Seguem internados no hospital João XXIII, na capital mineira: Valdir Torquato da Silva, 51 anos; Francisco Luna dos Santos, 46 anos; José Ortenízio Souza da Conceição, 39 anos; Umberto da Conceição de Oliveira, 38 anos, e uma criança de 4 anos - que passou por dois procedimentos cirúrgicos e segue em tratamento.

Explosão

De acordo com as investigações da Polícia Civil, o barco onde estavam os passageiros transportava 5 mil litros de combustível no momento do acidente. Segundo o delegado Lindomar Ventura, da Delegacia Central de Cruzeiro do Sul, o barco estava ancorado e fazia o abastecimento dos galões de combustível quando houve a explosão.

De acordo com Ventura, a embarcação tinha autorização para navegar, mas o transporte de combustível juntamente com mercadorias e passageiros é irregular.

A Polícia Civil continua o trabalho de investigação. Uma das prioridades no momento é identificar o dono do caminhão que operava o abastecimento do barco na beira do Rio Juruá.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;