Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Nasa abre chance (cara) para turistas

Pixabay Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Estação Espacial Internacional passa a ficar aberta para visitação de astronautas civis


Luís Felipe Soares
Diário do Grande ABC

16/06/2019 | 07:00


Se o espaço é considerado a fronteira final para a humanidade, sua exploração começa a ser aberta para parte do público. Astronautas e missões oficiais já realizaram dezenas de viagens ao longo do tempo para estudos e parece que chegou a vez de os turistas darem os primeiros passos em viagens para fora da Terra. A Nasa, agência espacial norte-americana, anunciou que irá abrir as portas da Estação Espacial Internacional para visitantes civis, sendo que a iniciativa promete render boa quantia de dinheiro para a instituição e agitar a agenda do complexo em órbita.

Interessados em realizar visita deverão pagar passagem no valor de, aproximadamente, US$ 58 milhões (por volta de R$ 225 milhões). As diárias na gigantesca nave, que incluem acomodações e alimentações, custam US$ 35 mil (cerca de R$ 524 mil), com duração de, no máximo, 30 dias. Estão permitidos ‘pacotes’ de 12 turistas por ano, sendo que todos devem seguir os mesmos procedimentos preparatórios pelos quais astronautas profissionais realizam em seu treinamento para os voos. Por enquanto, todos os lançamentos irão partir dos Estados Unidos e a primeira viagem está prevista para 2020.

A Estação Espacial Internacional foi desenvolvida entre 1998 e 2011 como resultado de parceria da Nasa com centros especializados de nações como Canadá, Rússia e Japão, além de contar com o apoio de países integrantes da agência espacial europeia. É conhecida por ser a mais moderna estrutura já criada pelo homem no espaço, tendo 109 metros de largura, 73 metros de comprimento, 20 metros de altura e pesando cerca de 450 mil quilos. Atualmente, serve de apoio para jornadas longas entre satélites, estrelas e planetas. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Nasa abre chance (cara) para turistas

Estação Espacial Internacional passa a ficar aberta para visitação de astronautas civis

Luís Felipe Soares
Diário do Grande ABC

16/06/2019 | 07:00


Se o espaço é considerado a fronteira final para a humanidade, sua exploração começa a ser aberta para parte do público. Astronautas e missões oficiais já realizaram dezenas de viagens ao longo do tempo para estudos e parece que chegou a vez de os turistas darem os primeiros passos em viagens para fora da Terra. A Nasa, agência espacial norte-americana, anunciou que irá abrir as portas da Estação Espacial Internacional para visitantes civis, sendo que a iniciativa promete render boa quantia de dinheiro para a instituição e agitar a agenda do complexo em órbita.

Interessados em realizar visita deverão pagar passagem no valor de, aproximadamente, US$ 58 milhões (por volta de R$ 225 milhões). As diárias na gigantesca nave, que incluem acomodações e alimentações, custam US$ 35 mil (cerca de R$ 524 mil), com duração de, no máximo, 30 dias. Estão permitidos ‘pacotes’ de 12 turistas por ano, sendo que todos devem seguir os mesmos procedimentos preparatórios pelos quais astronautas profissionais realizam em seu treinamento para os voos. Por enquanto, todos os lançamentos irão partir dos Estados Unidos e a primeira viagem está prevista para 2020.

A Estação Espacial Internacional foi desenvolvida entre 1998 e 2011 como resultado de parceria da Nasa com centros especializados de nações como Canadá, Rússia e Japão, além de contar com o apoio de países integrantes da agência espacial europeia. É conhecida por ser a mais moderna estrutura já criada pelo homem no espaço, tendo 109 metros de largura, 73 metros de comprimento, 20 metros de altura e pesando cerca de 450 mil quilos. Atualmente, serve de apoio para jornadas longas entre satélites, estrelas e planetas. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;