Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Atlético-MG e São Paulo fazem jogo movimentado e ficam no 1 a 1 em Belo Horizonte



13/06/2019 | 22:29


Atlético-MG e São Paulo encerraram o primeiro semestre de 2019 com boas atuações. As equipes fizeram um jogo movimentado, com gol polêmico, e empataram por 1 a 1, nesta quinta-feira, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo foi o último antes da parada da competição para a disputa da Copa América.

O gol do Atlético-MG saiu aos 43 minutos do primeiro tempo. Após cobrança de escanteio, Igor Rabello tocou de cabeça, Toró furou ao tentar afastar e a bola sobrou para Alerrandro, que mandou para o fundo da rede. O atacante atleticano estava adiantado e foi marcado impedimento, mas o árbitro gaúcho Leandro Pedro Vuaden validou o gol depois de consultar o VAR. No entendimento dele, o passe para Alerrandro foi de Toró, e não de Rabello.

O São Paulo empatou o jogo aos 27 minutos do segundo tempo. Seis minutos depois de entrar em campo, o meia Nenê fez boa jogada pelo meio e tocou para Alexandre Pato. O atacante dominou já passando pelo adversário e chutou rasteiro, sem chances para o goleiro Victor.

O resultado aumentou o jejum de vitórias do São Paulo, que não ganha agora há sete jogos. A sequência tem quatro empates e três derrotas, com apenas dois gols marcados. A equipe tricolor está em nono lugar, com 14 pontos. Já o Atlético-MG se distanciou na briga pelas primeiras colocações do Brasileirão. O time caiu para quinto lugar, com 16.

O jogo no estádio Independência foi bastante movimentado, ao contrário do que tinha sido as últimas partidas do São Paulo. Ambas as equipes buscaram o ataque, criaram oportunidades e poderiam ter feito mais gols.

O Atlético-MG chegou a acertar duas bolas na trave, com Réver e Cazares, e o goleiro Tiago Volpi teve de fazer boas defesas. O São Paulo teve as suas melhores chances com Alexandre Pato. Antes de empatar, o atacante quase marcou um golaço ao chapelar o adversário e finalizar com perigo.

As equipes não demonstravam estar satisfeitas com o empate. O Atlético-MG pressionou mais, sempre com jogadas em velocidade pelos lados. O São Paulo não teve sucesso nas tentativas de contra-ataques e o jogo terminou 1 a 1 no Independência.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 1 x 1 SÃO PAULO

ATLÉTICO-MG - Victor; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Adilson (Maicon) e Elias; Luan, Cazares (Ricardo Oliveira) e Chará (Geuvânio); Alerrandro. Técnico: Rodrigo Santana (interino).

SÃO PAULO - Tiago Volpi; Igor Vinícius (Igor Gomes), Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Luan, Hudson e Hernanes; Calazans (Nenê), Toró (Everton Felipe) e Alexandre Pato. Técnico: Cuca.

GOLS - Alerrandro, aos 43 minutos do primeiro tempo; Alexandre Pato, aos 27 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Patric e Adilson (Atlético-MG); Anderson Martins, Hudson e Igor Gomes (São Paulo).

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (RS).

RENDA - R$ 522.795,00.

PÚBLICO - 19.761 torcedores.

LOCAL - Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Atlético-MG e São Paulo fazem jogo movimentado e ficam no 1 a 1 em Belo Horizonte


13/06/2019 | 22:29


Atlético-MG e São Paulo encerraram o primeiro semestre de 2019 com boas atuações. As equipes fizeram um jogo movimentado, com gol polêmico, e empataram por 1 a 1, nesta quinta-feira, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo foi o último antes da parada da competição para a disputa da Copa América.

O gol do Atlético-MG saiu aos 43 minutos do primeiro tempo. Após cobrança de escanteio, Igor Rabello tocou de cabeça, Toró furou ao tentar afastar e a bola sobrou para Alerrandro, que mandou para o fundo da rede. O atacante atleticano estava adiantado e foi marcado impedimento, mas o árbitro gaúcho Leandro Pedro Vuaden validou o gol depois de consultar o VAR. No entendimento dele, o passe para Alerrandro foi de Toró, e não de Rabello.

O São Paulo empatou o jogo aos 27 minutos do segundo tempo. Seis minutos depois de entrar em campo, o meia Nenê fez boa jogada pelo meio e tocou para Alexandre Pato. O atacante dominou já passando pelo adversário e chutou rasteiro, sem chances para o goleiro Victor.

O resultado aumentou o jejum de vitórias do São Paulo, que não ganha agora há sete jogos. A sequência tem quatro empates e três derrotas, com apenas dois gols marcados. A equipe tricolor está em nono lugar, com 14 pontos. Já o Atlético-MG se distanciou na briga pelas primeiras colocações do Brasileirão. O time caiu para quinto lugar, com 16.

O jogo no estádio Independência foi bastante movimentado, ao contrário do que tinha sido as últimas partidas do São Paulo. Ambas as equipes buscaram o ataque, criaram oportunidades e poderiam ter feito mais gols.

O Atlético-MG chegou a acertar duas bolas na trave, com Réver e Cazares, e o goleiro Tiago Volpi teve de fazer boas defesas. O São Paulo teve as suas melhores chances com Alexandre Pato. Antes de empatar, o atacante quase marcou um golaço ao chapelar o adversário e finalizar com perigo.

As equipes não demonstravam estar satisfeitas com o empate. O Atlético-MG pressionou mais, sempre com jogadas em velocidade pelos lados. O São Paulo não teve sucesso nas tentativas de contra-ataques e o jogo terminou 1 a 1 no Independência.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 1 x 1 SÃO PAULO

ATLÉTICO-MG - Victor; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Adilson (Maicon) e Elias; Luan, Cazares (Ricardo Oliveira) e Chará (Geuvânio); Alerrandro. Técnico: Rodrigo Santana (interino).

SÃO PAULO - Tiago Volpi; Igor Vinícius (Igor Gomes), Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Luan, Hudson e Hernanes; Calazans (Nenê), Toró (Everton Felipe) e Alexandre Pato. Técnico: Cuca.

GOLS - Alerrandro, aos 43 minutos do primeiro tempo; Alexandre Pato, aos 27 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Patric e Adilson (Atlético-MG); Anderson Martins, Hudson e Igor Gomes (São Paulo).

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (RS).

RENDA - R$ 522.795,00.

PÚBLICO - 19.761 torcedores.

LOCAL - Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;