Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Carille diz ter sido xingado por auxiliar do árbitro em clássico contra o Santos

Reprodução Facebook Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


13/06/2019 | 00:55


O técnico Fábio Carille ficou revoltado com a arbitragem do clássico do Corinthians contra o Santos, na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. Além de reclamar de marcações durante a derrota por 1 a 0, o treinador disse ter sido xingado por um dos auxiliares.

Após a partida, Carille teve de ser contido pelos jogadores e integrantes da comissão técnica e recebeu cartão amarelo. Em leitura labial de imagens exibidas pela televisão, percebe-se que o treinador afirma: "Ele me chamou de vagabundo."

Na entrevista coletiva, Carille voltou a falar que foi xingado. "Em relação ao jogo, sabemos que é muito difícil jogar aqui. O lance do Avelar não está impedido, o Clayson faz o gol. A orientação é que qualquer dúvida é esperar o lance e ir para o VAR. Depois, dá o impedimento do tiro de meta, isso é básico do futebol. Não pode acontecer. Fui lá e pela primeira vez uma coisa feia aconteceu. Mas eu fui lá numa boa e ele foi muito sem educação. Vamos ver na televisão o que aconteceu. Se houver punição, que seja para ele. Eu não xinguei ninguém", afirmou Carille.

"Em relação ao que reclamei, é muito difícil de jogar aqui. O lance do Walter não estava impedido. Coisa feia, ele foi muito sem educação comigo. Depois, a gente vê na televisão. Ele foi muito mal educado. A punição tem de ser para ele, eu não xinguei ninguém", acrescentou o treinador.

Questionado se teria sido chamado de "vagabundo", Carille desconversou e encerrou o assunto: "O que tinha de falar sobre arbitragem já falei, deixa para lá".

Com a derrota para o Santos, o Corinthians permanece com 12 pontos e ocupa o décimo lugar na tabela de classificação do Brasileirão. Na retomada do torneio, que tem o dia 14 de julho como data-base, o time receberá o CSA.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Carille diz ter sido xingado por auxiliar do árbitro em clássico contra o Santos


13/06/2019 | 00:55


O técnico Fábio Carille ficou revoltado com a arbitragem do clássico do Corinthians contra o Santos, na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. Além de reclamar de marcações durante a derrota por 1 a 0, o treinador disse ter sido xingado por um dos auxiliares.

Após a partida, Carille teve de ser contido pelos jogadores e integrantes da comissão técnica e recebeu cartão amarelo. Em leitura labial de imagens exibidas pela televisão, percebe-se que o treinador afirma: "Ele me chamou de vagabundo."

Na entrevista coletiva, Carille voltou a falar que foi xingado. "Em relação ao jogo, sabemos que é muito difícil jogar aqui. O lance do Avelar não está impedido, o Clayson faz o gol. A orientação é que qualquer dúvida é esperar o lance e ir para o VAR. Depois, dá o impedimento do tiro de meta, isso é básico do futebol. Não pode acontecer. Fui lá e pela primeira vez uma coisa feia aconteceu. Mas eu fui lá numa boa e ele foi muito sem educação. Vamos ver na televisão o que aconteceu. Se houver punição, que seja para ele. Eu não xinguei ninguém", afirmou Carille.

"Em relação ao que reclamei, é muito difícil de jogar aqui. O lance do Walter não estava impedido. Coisa feia, ele foi muito sem educação comigo. Depois, a gente vê na televisão. Ele foi muito mal educado. A punição tem de ser para ele, eu não xinguei ninguém", acrescentou o treinador.

Questionado se teria sido chamado de "vagabundo", Carille desconversou e encerrou o assunto: "O que tinha de falar sobre arbitragem já falei, deixa para lá".

Com a derrota para o Santos, o Corinthians permanece com 12 pontos e ocupa o décimo lugar na tabela de classificação do Brasileirão. Na retomada do torneio, que tem o dia 14 de julho como data-base, o time receberá o CSA.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;