Fechar
Publicidade

Domingo, 16 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

EUA impõe sanções a empresa iraquiana ligada à Guarda Revolucionária do Irã



12/06/2019 | 16:32


A administração Trump vai impor sanções a uma empresa iraquiana ligada à Guarda Revolucionária do Irã. O Departamento do Tesouro informou que as sanções foram impostas à Companhia South Wealth Resources, em Bagdá, e a dois executivos. Os EUA dizem que a companhia e os dois homens são ligados ao braço internacional da Guarda Revolucionária, a Força Quds.

No mês passado, a administração republicana designou a Guarda como uma organização terrorista estrangeira, o que significa que fornecer apoio material ao grupo fere a lei dos EUA.

As novas sanções congelam qualquer acesso que a companhia ou os executivos possam ter sob a jurisdição dos EUA e barra americanos de fazer negócios com eles.

Em maio de 2018, Trump, retirou os EUA do acordo sobre o programa nuclear iraniano de 2015, o que provocou novas sanções econômicas ao Irã.

Washington também reforçou a presença militar no Golfo e pressionou países aliados, como o Japão, a interromperem a compra de petróleo iraniano. (Com agências internacionais)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

EUA impõe sanções a empresa iraquiana ligada à Guarda Revolucionária do Irã


12/06/2019 | 16:32


A administração Trump vai impor sanções a uma empresa iraquiana ligada à Guarda Revolucionária do Irã. O Departamento do Tesouro informou que as sanções foram impostas à Companhia South Wealth Resources, em Bagdá, e a dois executivos. Os EUA dizem que a companhia e os dois homens são ligados ao braço internacional da Guarda Revolucionária, a Força Quds.

No mês passado, a administração republicana designou a Guarda como uma organização terrorista estrangeira, o que significa que fornecer apoio material ao grupo fere a lei dos EUA.

As novas sanções congelam qualquer acesso que a companhia ou os executivos possam ter sob a jurisdição dos EUA e barra americanos de fazer negócios com eles.

Em maio de 2018, Trump, retirou os EUA do acordo sobre o programa nuclear iraniano de 2015, o que provocou novas sanções econômicas ao Irã.

Washington também reforçou a presença militar no Golfo e pressionou países aliados, como o Japão, a interromperem a compra de petróleo iraniano. (Com agências internacionais)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;