Fechar
Publicidade

Sábado, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Equipes de resgate encontram mais 4 corpos em barco que naufragou no Rio Danúbio

Pixabay / banco de imagens Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


11/06/2019 | 17:24


Equipes de resgate encontraram nesta terça-feira, 11, mais quatro corpos durante as operações para retirar da água o barco que naufragou no dia 29 no Rio Danúbio, em Budapeste, com um grupo de turistas sul-coreanos.

A embarcação afundou segundos após um navio de cruzeiro colidir com ela perto de uma ponte na capital da Hungria durante uma forte tempestade.

No acidente, 19 turistas e 1 membro da tripulação morreram, além das quatro vítimas recentemente localizadas. Quatro pessoas seguem desaparecidas e somente sete sobreviveram. Um dos corpos encontrados nesta terça foi localizado quando a cabine do capitão emergiu da água, explicou Nandor Jasenszky, porta-voz das forças especiais da Hungria, as quais estão coordenando as operações de resgate.

"Agora faremos outras verificações em partes do barco onde pode haver mais vítimas", disse Jasenszky.

Os mergulhadores içaram alças sob a embarcação naufragada para permitir que um enorme guindaste flutuante a levantasse.

O capitão do navio Viking Sigyn - um homem de 64 anos identificado pela polícia como C. Yuriy, de Odessa, na Ucrânia - é mantido como suspeito de conduta imprópria em tráfego aquático que levou a mortes em massa, segundo a polícia. Os advogados dele afirmaram que seu cliente está devastado com a tragédia, mas que não fez nada de errado.

A companhia suíça Viking Cruises Ltd., dona do Viking Sigyn, disse que está cooperando com as investigações. (Com agências internacionais)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Equipes de resgate encontram mais 4 corpos em barco que naufragou no Rio Danúbio


11/06/2019 | 17:24


Equipes de resgate encontraram nesta terça-feira, 11, mais quatro corpos durante as operações para retirar da água o barco que naufragou no dia 29 no Rio Danúbio, em Budapeste, com um grupo de turistas sul-coreanos.

A embarcação afundou segundos após um navio de cruzeiro colidir com ela perto de uma ponte na capital da Hungria durante uma forte tempestade.

No acidente, 19 turistas e 1 membro da tripulação morreram, além das quatro vítimas recentemente localizadas. Quatro pessoas seguem desaparecidas e somente sete sobreviveram. Um dos corpos encontrados nesta terça foi localizado quando a cabine do capitão emergiu da água, explicou Nandor Jasenszky, porta-voz das forças especiais da Hungria, as quais estão coordenando as operações de resgate.

"Agora faremos outras verificações em partes do barco onde pode haver mais vítimas", disse Jasenszky.

Os mergulhadores içaram alças sob a embarcação naufragada para permitir que um enorme guindaste flutuante a levantasse.

O capitão do navio Viking Sigyn - um homem de 64 anos identificado pela polícia como C. Yuriy, de Odessa, na Ucrânia - é mantido como suspeito de conduta imprópria em tráfego aquático que levou a mortes em massa, segundo a polícia. Os advogados dele afirmaram que seu cliente está devastado com a tragédia, mas que não fez nada de errado.

A companhia suíça Viking Cruises Ltd., dona do Viking Sigyn, disse que está cooperando com as investigações. (Com agências internacionais)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;