Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 14 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Legislativo prepara terreno para votar projeto do Semasa

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Fabio Martins
Do Diário do Grande ABC

11/06/2019 | 06:07


A base governista na Câmara de Santo André prepara terreno para votar o projeto de lei da administração Paulo Serra (PSDB) que pede autorização legislativa para conceder parte do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) para Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo).

Passados alguns trâmites burocráticos – como parecer da relatoria e audiência pública, realizada na sexta-feira –, o projeto está apto a entrar na pauta de votação dos vereadores na sessão de hoje. A expectativa com relação à proposta é tamanha que a tradicional reunião da base de sustentação, que acontece às segundas-feiras, foi remarcada para hoje, horas antes da sessão.

O Diário apurou que o governo busca convencer vereadores governistas que ainda mostram resistência com a propositura. Para aprovação, são necessários 11 votos (maioria simples), mas a gestão tucana trabalha com a possibilidade de entre 14 e 15 políticos avalizarem a concessão.

Outra mostra do otimismo foi a convocação de sessão extraordinária para hoje. A pauta extra, inicialmente, vai se resumir à análise do projeto de autoria do Paço que pede aval da casa para contrair R$ 60 milhões em empréstimo junto ao Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento), da Caixa, para constituição do parque tecnológico, segunda fase do QualiSaúde, asfaltamento, entre outras benfeitorias. Sobre essa pauta especificamente, o governo corre contra o tempo para percorrer todas as etapas burocráticas para contar com os recursos.

Líder do governo na Câmara, Fábio Lopes (Cidadania) afirmou que o encontro com a base de sustentação hoje servirá para ouvir sugestões dos parlamentares. Ele se mostrou defensor da proposta até pela situação fiscal – a Sabesp ganhou a maioria das ações movidas contra o Semasa e a dívida, hoje, está em R$ 3,4 bilhões.

“Se entrar em apreciação dez vezes, eu voto a favor as dez vezes. Não escondo. Porque essa situação daria para ser postergada até 2007. Agora, todos os prazos expiraram, não cabe mais recursos e a dívida se consolidou. Precisa ter coragem para enfrentar esse panorama. O projeto trata de sanar a dívida, resolver o problema da água e assegurar investimentos. Não podemos perder oportunidade”, disse o parlamentar.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Legislativo prepara terreno para votar projeto do Semasa

Fabio Martins
Do Diário do Grande ABC

11/06/2019 | 06:07


A base governista na Câmara de Santo André prepara terreno para votar o projeto de lei da administração Paulo Serra (PSDB) que pede autorização legislativa para conceder parte do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) para Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo).

Passados alguns trâmites burocráticos – como parecer da relatoria e audiência pública, realizada na sexta-feira –, o projeto está apto a entrar na pauta de votação dos vereadores na sessão de hoje. A expectativa com relação à proposta é tamanha que a tradicional reunião da base de sustentação, que acontece às segundas-feiras, foi remarcada para hoje, horas antes da sessão.

O Diário apurou que o governo busca convencer vereadores governistas que ainda mostram resistência com a propositura. Para aprovação, são necessários 11 votos (maioria simples), mas a gestão tucana trabalha com a possibilidade de entre 14 e 15 políticos avalizarem a concessão.

Outra mostra do otimismo foi a convocação de sessão extraordinária para hoje. A pauta extra, inicialmente, vai se resumir à análise do projeto de autoria do Paço que pede aval da casa para contrair R$ 60 milhões em empréstimo junto ao Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento), da Caixa, para constituição do parque tecnológico, segunda fase do QualiSaúde, asfaltamento, entre outras benfeitorias. Sobre essa pauta especificamente, o governo corre contra o tempo para percorrer todas as etapas burocráticas para contar com os recursos.

Líder do governo na Câmara, Fábio Lopes (Cidadania) afirmou que o encontro com a base de sustentação hoje servirá para ouvir sugestões dos parlamentares. Ele se mostrou defensor da proposta até pela situação fiscal – a Sabesp ganhou a maioria das ações movidas contra o Semasa e a dívida, hoje, está em R$ 3,4 bilhões.

“Se entrar em apreciação dez vezes, eu voto a favor as dez vezes. Não escondo. Porque essa situação daria para ser postergada até 2007. Agora, todos os prazos expiraram, não cabe mais recursos e a dívida se consolidou. Precisa ter coragem para enfrentar esse panorama. O projeto trata de sanar a dívida, resolver o problema da água e assegurar investimentos. Não podemos perder oportunidade”, disse o parlamentar.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;