Fechar
Publicidade

Domingo, 22 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

José Auricchio Júnior e Fernando Marangoni realizam vistoria em edificação que desabou

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Laje de prédio no Bairro Fundação cedeu parcialmente na noite deste sábado; 8 pessoas ficaram levemente feridas


Vanessa Soares
Do Diário do Grande ABC

09/06/2019 | 16:05


 Após a queda parcial de laje em edificação localizada na esquina das ruas Heloísa Pamplona e Conde Francisco Matarazzo, no Bairro Fundação, em São Caetano, o prefeito José Auricchio Júnior (PSDB) e o secretário executivo de Habitação do governo do Estado de São Paulo, Fernando Marangoni (DEM), realizaram uma vistoria técnica no local para decidir quais as primeiras providências serão tomadas para resolver a situação das famílias que moram e trabalham no local.

Eles estavam acompanhados do deputado estadual Thiago Auricchio (PR), da secretária de Obras e Mobilidade Urbana Maria de Lourdes da Silva, do secretário de Assistência e Inclusão Social, Daniel Córdoba (PSDB), do presidente da Câmara Municipal, vereador Pio Mielo (MDB), técnicos da Defesa Civil do município, entre outras autoridades.

Marangoni informou que um convênio entre o Estado e o município deverá ser assinado ainda nesta segunda-feira (10) para nos próximos 15 dias realizar um estudo jurídico fundiário das moradias. Paralelo a isso, a Defesa Civil de São Caetano também fará laudo sobre a situação estrutural da edificação.

Enquanto isso, a prefeitura se comprometeu em dar total assistência as famílias, que neste primeiro momento foram encaminhadas para hotéis e nos próximos dias serão acomodadas em um abrigo municipal.

Uma reunião emergencial entre o prefeito e o secretariado para tratar do assunto está agendada para às 17h30.

A laje cedeu parcialmente na noite deste sábado (8). De acordo com o Corpo de Bombeiros, oito viaturas foram enviadas ao local para atendimento da ocorrência. As informações iniciais davam conta de oito feridos, mas segundo a Corporação, todos sofreram apenas escoriações leves não havendo necessidade de socorro.

A Defesa Civil foi chamada e o edifício foi totalmente interditado. “A Administração Municipal informa que por diversas vezes atuou no sentido de interditar o prédio, que se encontra em situação de invasão, e que prestará toda assistência necessária aos moradores”, acrescentou em nota oficial.

Ao todo 89 famílias, que somam cerca de 250 pessoas, moram no edifício, que também abriga 19 comércios.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

José Auricchio Júnior e Fernando Marangoni realizam vistoria em edificação que desabou

Laje de prédio no Bairro Fundação cedeu parcialmente na noite deste sábado; 8 pessoas ficaram levemente feridas

Vanessa Soares
Do Diário do Grande ABC

09/06/2019 | 16:05


 Após a queda parcial de laje em edificação localizada na esquina das ruas Heloísa Pamplona e Conde Francisco Matarazzo, no Bairro Fundação, em São Caetano, o prefeito José Auricchio Júnior (PSDB) e o secretário executivo de Habitação do governo do Estado de São Paulo, Fernando Marangoni (DEM), realizaram uma vistoria técnica no local para decidir quais as primeiras providências serão tomadas para resolver a situação das famílias que moram e trabalham no local.

Eles estavam acompanhados do deputado estadual Thiago Auricchio (PR), da secretária de Obras e Mobilidade Urbana Maria de Lourdes da Silva, do secretário de Assistência e Inclusão Social, Daniel Córdoba (PSDB), do presidente da Câmara Municipal, vereador Pio Mielo (MDB), técnicos da Defesa Civil do município, entre outras autoridades.

Marangoni informou que um convênio entre o Estado e o município deverá ser assinado ainda nesta segunda-feira (10) para nos próximos 15 dias realizar um estudo jurídico fundiário das moradias. Paralelo a isso, a Defesa Civil de São Caetano também fará laudo sobre a situação estrutural da edificação.

Enquanto isso, a prefeitura se comprometeu em dar total assistência as famílias, que neste primeiro momento foram encaminhadas para hotéis e nos próximos dias serão acomodadas em um abrigo municipal.

Uma reunião emergencial entre o prefeito e o secretariado para tratar do assunto está agendada para às 17h30.

A laje cedeu parcialmente na noite deste sábado (8). De acordo com o Corpo de Bombeiros, oito viaturas foram enviadas ao local para atendimento da ocorrência. As informações iniciais davam conta de oito feridos, mas segundo a Corporação, todos sofreram apenas escoriações leves não havendo necessidade de socorro.

A Defesa Civil foi chamada e o edifício foi totalmente interditado. “A Administração Municipal informa que por diversas vezes atuou no sentido de interditar o prédio, que se encontra em situação de invasão, e que prestará toda assistência necessária aos moradores”, acrescentou em nota oficial.

Ao todo 89 famílias, que somam cerca de 250 pessoas, moram no edifício, que também abriga 19 comércios.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;