Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Peruanos vão às urnas no domingo


Das Agências

02/06/2001 | 14:55


Neste domingo, quase 15 milhões de vão às urnas para escolher o novo presidente do país. O economista de centro Alejandro Toledo e o ex-presidente socialdemocrata Alan Garcia, depois de quatro longas e disputadas campanhas eleitorais, disputam a presidência.

A poucas horas da eleição, Toledo, do partido Peru Possível, mantém vantagem nas pesquisas mais recentes de intenção de voto, que entretanto não descartam a possibilidade do adversário da Aliança Popular Revolucionária Americana (Apra), vencer o pleito.

Os resultados das pesquisas fizeram com que estas eleições sejam consideradas as mais disputadas das últimas duas décadas.

Será a quarta vez que os peruanos vão às urnas em um ano. Em 2000, foram duas: o primeiro turno e segundo das eleições presidenciais, que resultaram na vitória do ex-presidente Alberto Fujimori, destituído devido a acusações de ser co-autor do massacre de 15 pessoas em novembro de 1991.

Este ano, depois da queda de Fujimori, os peruanos foram às urnas pela terceira vez em um ano, no dia 8 de abril, determinando um segundo turno entre Toledo e Garcia.

Este longo processo, marcado pelo alto índice de descontentamento dos peruanos, (grande parte votou em branco), foi mais uma vez uma guerra suja de acusações e baixarias envolvendo a vida pessoal dos candidatos.

No Peru, um país de 25 milhões de habitantes, o sufrágio é obrigatório para os maiores de 18 anos, segundo a Constituição. Do total de eleitores, mais de 225 mil estão no exterior.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Peruanos vão às urnas no domingo

Das Agências

02/06/2001 | 14:55


Neste domingo, quase 15 milhões de vão às urnas para escolher o novo presidente do país. O economista de centro Alejandro Toledo e o ex-presidente socialdemocrata Alan Garcia, depois de quatro longas e disputadas campanhas eleitorais, disputam a presidência.

A poucas horas da eleição, Toledo, do partido Peru Possível, mantém vantagem nas pesquisas mais recentes de intenção de voto, que entretanto não descartam a possibilidade do adversário da Aliança Popular Revolucionária Americana (Apra), vencer o pleito.

Os resultados das pesquisas fizeram com que estas eleições sejam consideradas as mais disputadas das últimas duas décadas.

Será a quarta vez que os peruanos vão às urnas em um ano. Em 2000, foram duas: o primeiro turno e segundo das eleições presidenciais, que resultaram na vitória do ex-presidente Alberto Fujimori, destituído devido a acusações de ser co-autor do massacre de 15 pessoas em novembro de 1991.

Este ano, depois da queda de Fujimori, os peruanos foram às urnas pela terceira vez em um ano, no dia 8 de abril, determinando um segundo turno entre Toledo e Garcia.

Este longo processo, marcado pelo alto índice de descontentamento dos peruanos, (grande parte votou em branco), foi mais uma vez uma guerra suja de acusações e baixarias envolvendo a vida pessoal dos candidatos.

No Peru, um país de 25 milhões de habitantes, o sufrágio é obrigatório para os maiores de 18 anos, segundo a Constituição. Do total de eleitores, mais de 225 mil estão no exterior.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;