Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Vereadores iniciam pressão por Metrô

Bruno Soares/Creative Commons/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

08/06/2019 | 06:16


Vereadores do Grande ABC formalizaram na manhã de ontem a criação de frente parlamentar para acompanhar as discussões sobre a definição do modal da Linha 18-Bronze do Metrô, opção de transporte público que ligaria a região à Capital.

Formado por vereadores de Santo André, São Caetano, Mauá e Ribeirão Pires, o colegiado se reuniu na Câmara de Santo André para definir as ações do colegiado.

Dentre as atividades previstas estão moção de apoio aos deputados com berço eleitoral no Grande ABC, reunião com o secretário executivo do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, Edgard Brandão, encontro com a concessionária Vem ABC, vencedora do contrato de PPP (Parceria Público-Privada) cujo objetivo é a construção da Linha 18 como monotrilho, e, por fim, se reunir com o governador do Estado, João Doria (PSDB), antes que o tucano anuncie o modal que será adotado no fim do mês.

Eleito presidente da frente, o vereador Fábio Lopes (Cidadania), de Santo André, alegou que o encontro de ontem serviu para que os parlamentares da região pudessem se inteirar dos estudos e das documentações que o Consórcio já produziu para o projeto da Linha 18. “Consegui alguns estudos do GT (Grupo de Trabalho) do Consórcio e mostrei para os vereadores. Quero que todos (os vereadores) analisem e tirem suas conclusões de forma embasada. A próxima agenda é na quarta-feira, no Consórcio”, disse.

Na entidade, a ideia é se reunir, primeiramente, com os técnicos do GT para obter todas as informações acerca do projeto de maneira detalhada. Após esse encontro, no mesmo dia, os vereadores pretendem se reunir com dirigentes do Consórcio Vem ABC, para também questioná-los. “Queremos ter todas as informações possíveis antes de uma possível reunião com o governador João Doria”, sustentou Fábio Lopes.

Para o presidente do Legislativo andreense, Pedrinho Botaro (PSDB), o importante do encontro foi a possibilidade de os vereadores ouvirem e darem sugestões sobre o assunto. “Queremos ver os estudos do Consórcio e as opções do Estado.”

Já o vereador Edison Parra (PSB), de São Caetano, que também participou da reunião, alegou que entende que o projeto inicial da Linha 18, que prevê o monotrilho, é melhor para a região em vez do BRT (sigla em inglês para transporte rápido por ônibus). “O monotrilho é quase um consenso dentro do Grande ABC e devo dizer que o BRT não é tão barato quanto se pensa”, apontou.

Integram o encontro da frente de vereadores da região o presidente da Câmara de Mauá, Vanderley Cavalcante da Silva, o Neycar (SD), o mauaense Adelto Cachorrão (Avante), o são-caetanense Ricardo Andrejuk (PSDB), os ribeirão-pirenses Rogério do Açougue (PSB) e Silvino de Castro. A Câmara de Rio Grande da Serra prometeu destacar nomes para a reunião, mas ninguém compareceu. O Legislativo de São Bernardo sequer deu justificativas. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vereadores iniciam pressão por Metrô

Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

08/06/2019 | 06:16


Vereadores do Grande ABC formalizaram na manhã de ontem a criação de frente parlamentar para acompanhar as discussões sobre a definição do modal da Linha 18-Bronze do Metrô, opção de transporte público que ligaria a região à Capital.

Formado por vereadores de Santo André, São Caetano, Mauá e Ribeirão Pires, o colegiado se reuniu na Câmara de Santo André para definir as ações do colegiado.

Dentre as atividades previstas estão moção de apoio aos deputados com berço eleitoral no Grande ABC, reunião com o secretário executivo do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, Edgard Brandão, encontro com a concessionária Vem ABC, vencedora do contrato de PPP (Parceria Público-Privada) cujo objetivo é a construção da Linha 18 como monotrilho, e, por fim, se reunir com o governador do Estado, João Doria (PSDB), antes que o tucano anuncie o modal que será adotado no fim do mês.

Eleito presidente da frente, o vereador Fábio Lopes (Cidadania), de Santo André, alegou que o encontro de ontem serviu para que os parlamentares da região pudessem se inteirar dos estudos e das documentações que o Consórcio já produziu para o projeto da Linha 18. “Consegui alguns estudos do GT (Grupo de Trabalho) do Consórcio e mostrei para os vereadores. Quero que todos (os vereadores) analisem e tirem suas conclusões de forma embasada. A próxima agenda é na quarta-feira, no Consórcio”, disse.

Na entidade, a ideia é se reunir, primeiramente, com os técnicos do GT para obter todas as informações acerca do projeto de maneira detalhada. Após esse encontro, no mesmo dia, os vereadores pretendem se reunir com dirigentes do Consórcio Vem ABC, para também questioná-los. “Queremos ter todas as informações possíveis antes de uma possível reunião com o governador João Doria”, sustentou Fábio Lopes.

Para o presidente do Legislativo andreense, Pedrinho Botaro (PSDB), o importante do encontro foi a possibilidade de os vereadores ouvirem e darem sugestões sobre o assunto. “Queremos ver os estudos do Consórcio e as opções do Estado.”

Já o vereador Edison Parra (PSB), de São Caetano, que também participou da reunião, alegou que entende que o projeto inicial da Linha 18, que prevê o monotrilho, é melhor para a região em vez do BRT (sigla em inglês para transporte rápido por ônibus). “O monotrilho é quase um consenso dentro do Grande ABC e devo dizer que o BRT não é tão barato quanto se pensa”, apontou.

Integram o encontro da frente de vereadores da região o presidente da Câmara de Mauá, Vanderley Cavalcante da Silva, o Neycar (SD), o mauaense Adelto Cachorrão (Avante), o são-caetanense Ricardo Andrejuk (PSDB), os ribeirão-pirenses Rogério do Açougue (PSB) e Silvino de Castro. A Câmara de Rio Grande da Serra prometeu destacar nomes para a reunião, mas ninguém compareceu. O Legislativo de São Bernardo sequer deu justificativas. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;