Fechar
Publicidade

Sábado, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Mauá faz campanha para evitar vandalismo em UBS

Posto do Oratório foi invadido ontem; foram furtados dois computadores da sala de vacina


Do Diário do Grande ABC

08/06/2019 | 07:00


 Após três episódios de unidades de saúde vandalizadas e furtadas desde maio, a Prefeitura de Mauá lançou campanha para solicitar que a população denuncie os crimes. O caso mais recente foi observado ontem, quando a UBS (Unidade Básica de Saúde) Oratório foi invadida e teve dois computadores da sala de vacina furtados durante a madrugada.

Em 17 de maio, na UBS Flórida, o vaso sanitário do banheiro dos usuários foi arrancado durante o horário de funcionamento. Pouco tempo depois, em 3 de junho, foram furtados os fios elétricos e relógio da caixa de energia da unidade de saúde, o que impossibilitou o atendimento à população em todos os setores: atenção básica, vacinas, dispensação de medicamentos. A energia no local foi restabelecida no dia seguinte, no entanto, o armazenamento de medicamentos que necessitam de refrigeração foi prejudicado.

“Uma Unidade Básica de Saúde é um equipamento público e não pertence à Prefeitura de Mauá, sendo apenas administrado pelo município. Esses órgãos são de propriedade da população da cidade, que precisa ter esses equipamentos em condições de uso”, destacou a administração de Alaíde Damo (MDB), em nota. A recomendação é que, caso o munícipe veja movimentações suspeitas, ligue para o 153 ou para a Polícia Militar, no 190.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mauá faz campanha para evitar vandalismo em UBS

Posto do Oratório foi invadido ontem; foram furtados dois computadores da sala de vacina

Do Diário do Grande ABC

08/06/2019 | 07:00


 Após três episódios de unidades de saúde vandalizadas e furtadas desde maio, a Prefeitura de Mauá lançou campanha para solicitar que a população denuncie os crimes. O caso mais recente foi observado ontem, quando a UBS (Unidade Básica de Saúde) Oratório foi invadida e teve dois computadores da sala de vacina furtados durante a madrugada.

Em 17 de maio, na UBS Flórida, o vaso sanitário do banheiro dos usuários foi arrancado durante o horário de funcionamento. Pouco tempo depois, em 3 de junho, foram furtados os fios elétricos e relógio da caixa de energia da unidade de saúde, o que impossibilitou o atendimento à população em todos os setores: atenção básica, vacinas, dispensação de medicamentos. A energia no local foi restabelecida no dia seguinte, no entanto, o armazenamento de medicamentos que necessitam de refrigeração foi prejudicado.

“Uma Unidade Básica de Saúde é um equipamento público e não pertence à Prefeitura de Mauá, sendo apenas administrado pelo município. Esses órgãos são de propriedade da população da cidade, que precisa ter esses equipamentos em condições de uso”, destacou a administração de Alaíde Damo (MDB), em nota. A recomendação é que, caso o munícipe veja movimentações suspeitas, ligue para o 153 ou para a Polícia Militar, no 190.

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;