Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Sto.André quer abrir edital do Cassaquera até dia 21

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Paulo Serra obtém aval da CAF para executar obras viárias e do piscinão na Vila América com US$ 50 mi


Fábio Martins
Do dgabc.com.br

06/06/2019 | 07:00


A CAF (Corporação Andina de Fomento), banco de desenvolvimento da América Latina, autorizou a Prefeitura de Santo André a dar prosseguimento a projetos de infraestrutura com empréstimo da instituição financeira, inclusive com lançamento de licitação para contratação de empresa que tocará as intervenções. O governo do prefeito Paulo Serra (PSDB) solicitou US$ 50 milhões (R$ 194,7 milhões em conversão de ontem) para obras viárias e de combate às enchentes na região da Vila América. A estimativa é a de que parte do edital esteja na rua na semana que vem, até dia 21.

Ontem, Paulo Serra esteve em Brasília reunido com representantes da CAF para cumprimento desta etapa burocrática. Com o aval interno, técnicos do banco virão para Santo André – nos dias 24, 25 e 26 deste mês – para avaliar fisicamente a situação dos locais beneficiados com o aporte. Se houver novo sinal positivo, restará apenas aprovação do Senado para que o município contraia o empréstimo.

O governo Paulo Serra quer utilizar o recurso para construção de piscinão sob o Parque da Juventude, no corredor Guarará, extensão da Avenida Capitão Mário Toledo de Camargo, visando evitar problema crônico de enchente no local. Além disso, a verba será utilizada para canalizar o Córrego Cassaquera e finalizar ligação entre as avenidas Giovanni Batista Pirelli e Luiz Ignácio de Anhaia Mello, hoje inacabada, com a Avenida Valentim Magalhães – o complexo foi inaugurado em 2008.

“São demandas de décadas do município e que serão executadas no nosso governo. No complexo Cassaquera, por exemplo, teremos ligação importante com o Centreville, acesso ao Rodoanel. O piscinão embaixo do Parque da Juventude, para se ter noção da dimensão, deve ser maior do que o Piscinão do Paço de São Bernardo”, disse Paulo Serra. O Piscinão do Paço de São Bernardo, que deve ser entregue no dia 20 de agosto, tem capacidade de armazenar 220 milhões de litros de água. Aliás, a construção do reservatório na região da Vila América é que vai demandar maior parte do investimento: US$ 30 milhões.

Diferentemente do trâmite burocrático do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), instituição a qual Santo André recorreu para empréstimo para execução de obras viárias (como duplicação do Viaduto Adib Chammas), a CAF autoriza o andamento da licitação dos projetos sem a assinatura do contrato – desde que etapas sejam vencidas.

A estimativa de Paulo Serra é assinar o vínculo com a CAF em setembro. E, até lá, ter empresa conhecida para tocar parte das intervenções. A meta é, na semana que vem, lançar o edital da conclusão do complexo Cassaquera e canalização dos córregos adjacentes. O projeto executivo do piscinão está em confecção e deve ficar pronto no fim do mês.

A Prefeitura terá 30 anos para quitar o empréstimo.

SEBRAE - Ainda em Brasília, Paulo Serra participou da cerimônia nacional do prêmio prefeito empreendedor, Santo André foi uma das finalistas da categoria empreendedorismo na escola, com o programa JEPP (Jovens Empreendedores Pequenos Passos). A cidade ficou entre as dez primeiras – o prêmio foi vencido pelo município de Marituba, no Pará.
(Colaborou Raphael Rocha) 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sto.André quer abrir edital do Cassaquera até dia 21

Paulo Serra obtém aval da CAF para executar obras viárias e do piscinão na Vila América com US$ 50 mi

Fábio Martins
Do dgabc.com.br

06/06/2019 | 07:00


A CAF (Corporação Andina de Fomento), banco de desenvolvimento da América Latina, autorizou a Prefeitura de Santo André a dar prosseguimento a projetos de infraestrutura com empréstimo da instituição financeira, inclusive com lançamento de licitação para contratação de empresa que tocará as intervenções. O governo do prefeito Paulo Serra (PSDB) solicitou US$ 50 milhões (R$ 194,7 milhões em conversão de ontem) para obras viárias e de combate às enchentes na região da Vila América. A estimativa é a de que parte do edital esteja na rua na semana que vem, até dia 21.

Ontem, Paulo Serra esteve em Brasília reunido com representantes da CAF para cumprimento desta etapa burocrática. Com o aval interno, técnicos do banco virão para Santo André – nos dias 24, 25 e 26 deste mês – para avaliar fisicamente a situação dos locais beneficiados com o aporte. Se houver novo sinal positivo, restará apenas aprovação do Senado para que o município contraia o empréstimo.

O governo Paulo Serra quer utilizar o recurso para construção de piscinão sob o Parque da Juventude, no corredor Guarará, extensão da Avenida Capitão Mário Toledo de Camargo, visando evitar problema crônico de enchente no local. Além disso, a verba será utilizada para canalizar o Córrego Cassaquera e finalizar ligação entre as avenidas Giovanni Batista Pirelli e Luiz Ignácio de Anhaia Mello, hoje inacabada, com a Avenida Valentim Magalhães – o complexo foi inaugurado em 2008.

“São demandas de décadas do município e que serão executadas no nosso governo. No complexo Cassaquera, por exemplo, teremos ligação importante com o Centreville, acesso ao Rodoanel. O piscinão embaixo do Parque da Juventude, para se ter noção da dimensão, deve ser maior do que o Piscinão do Paço de São Bernardo”, disse Paulo Serra. O Piscinão do Paço de São Bernardo, que deve ser entregue no dia 20 de agosto, tem capacidade de armazenar 220 milhões de litros de água. Aliás, a construção do reservatório na região da Vila América é que vai demandar maior parte do investimento: US$ 30 milhões.

Diferentemente do trâmite burocrático do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), instituição a qual Santo André recorreu para empréstimo para execução de obras viárias (como duplicação do Viaduto Adib Chammas), a CAF autoriza o andamento da licitação dos projetos sem a assinatura do contrato – desde que etapas sejam vencidas.

A estimativa de Paulo Serra é assinar o vínculo com a CAF em setembro. E, até lá, ter empresa conhecida para tocar parte das intervenções. A meta é, na semana que vem, lançar o edital da conclusão do complexo Cassaquera e canalização dos córregos adjacentes. O projeto executivo do piscinão está em confecção e deve ficar pronto no fim do mês.

A Prefeitura terá 30 anos para quitar o empréstimo.

SEBRAE - Ainda em Brasília, Paulo Serra participou da cerimônia nacional do prêmio prefeito empreendedor, Santo André foi uma das finalistas da categoria empreendedorismo na escola, com o programa JEPP (Jovens Empreendedores Pequenos Passos). A cidade ficou entre as dez primeiras – o prêmio foi vencido pelo município de Marituba, no Pará.
(Colaborou Raphael Rocha) 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;