Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 21 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Vale observa desprendimento de fragmentos de talude, 'sem maiores consequências'

EBC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Por meio de nota, a mineradora informou que esses blocos se acomodaram no fundo da cava



31/05/2019 | 11:52


A Vale informou ter identificado movimentação de fragmento do talude norte da cava da Mina do Gongo Soco, em Barão de Cocais (MG) na madrugada desta sexta feira, 31, mas que o desprendimento do talude deve ocorrer sem maiores consequências.

Por meio de nota, a mineradora informou que esses blocos se acomodaram no fundo da cava. "As primeiras avaliações indicam que o material está deslizando de forma gradual, o que até o momento corrobora as estimativas de que o desprendimento do talude deverá ocorrer sem maiores consequências", afirmou a empresa.

A companhia segue monitorando a cava e a barragem Sul Superior, que fica a 1,5 km da mina, com o uso de radar e estação robótica capazes de detectar movimentações milimétricas, além de sobrevoos com drone, e reitera que manterá a comunidade de Barão do Cocais informada sobre a situação.

A barragem está em nível 3 desde 22 de março e a Zona de Autossalvamento (ZAS) já havia sido evacuada preventivamente em 8 de fevereiro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vale observa desprendimento de fragmentos de talude, 'sem maiores consequências'

Por meio de nota, a mineradora informou que esses blocos se acomodaram no fundo da cava


31/05/2019 | 11:52


A Vale informou ter identificado movimentação de fragmento do talude norte da cava da Mina do Gongo Soco, em Barão de Cocais (MG) na madrugada desta sexta feira, 31, mas que o desprendimento do talude deve ocorrer sem maiores consequências.

Por meio de nota, a mineradora informou que esses blocos se acomodaram no fundo da cava. "As primeiras avaliações indicam que o material está deslizando de forma gradual, o que até o momento corrobora as estimativas de que o desprendimento do talude deverá ocorrer sem maiores consequências", afirmou a empresa.

A companhia segue monitorando a cava e a barragem Sul Superior, que fica a 1,5 km da mina, com o uso de radar e estação robótica capazes de detectar movimentações milimétricas, além de sobrevoos com drone, e reitera que manterá a comunidade de Barão do Cocais informada sobre a situação.

A barragem está em nível 3 desde 22 de março e a Zona de Autossalvamento (ZAS) já havia sido evacuada preventivamente em 8 de fevereiro.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;