Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 13 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Alexandre Frota pede saída de Eduardo Bolsonaro da presidência do PSL paulista

Marcelo Camargo/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


29/05/2019 | 17:53


Os deputados federais Alexandre Frota e Nicolino Bozzella Júnior, ambos eleitos pelo PSL de São Paulo, entraram com pedido junto à direção do partido para que o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) seja desligado da presidência da legenda no Estado. Os parlamentares alegam que Bolsonaro se ausentou de sucessivas reuniões partidárias, o que iria contra o estatuto da legenda.

"O Eduardo nunca foi a uma reunião e nunca assinou uma ata", afirmou Frota. Segundo ele, o estatuto do PSL estabelece que dirigentes não podem faltar a mais de cinco reuniões seguidas. "O partido precisa fazer o dever de casa se quiser se tornar um partido grande." Frota também já havia pedido uma auditoria nas contas do PSL paulista. Segundo ele, a auditoria teria como ponto de partida o período eleitoral.

A posse de Eduardo Bolsonaro como presidente do PSL foi anunciada no último dia 1º, em substituição ao senador Major Olimpio. Frota já havia se manifestado anteriormente contra a indicação, na esteira das negociações para que o apresentador José Luiz Datena se filie ao PSL e cogite uma candidatura à prefeitura paulistana.

A assessoria de Eduardo Bolsonaro informou que o deputado está em lua de mel (ele se casou no último sábado, 25) e que não iria comentar o pedido de Frota e Bozzella. Presidente Nacional do PSL, Luciano Bivar disse que "o partido está bem com Eduardo" como presidente do diretório de São Paulo e que iria conversar com Alexandre Frota sobre a situação. "Está tudo em paz", comentou Bivar.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Alexandre Frota pede saída de Eduardo Bolsonaro da presidência do PSL paulista


29/05/2019 | 17:53


Os deputados federais Alexandre Frota e Nicolino Bozzella Júnior, ambos eleitos pelo PSL de São Paulo, entraram com pedido junto à direção do partido para que o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) seja desligado da presidência da legenda no Estado. Os parlamentares alegam que Bolsonaro se ausentou de sucessivas reuniões partidárias, o que iria contra o estatuto da legenda.

"O Eduardo nunca foi a uma reunião e nunca assinou uma ata", afirmou Frota. Segundo ele, o estatuto do PSL estabelece que dirigentes não podem faltar a mais de cinco reuniões seguidas. "O partido precisa fazer o dever de casa se quiser se tornar um partido grande." Frota também já havia pedido uma auditoria nas contas do PSL paulista. Segundo ele, a auditoria teria como ponto de partida o período eleitoral.

A posse de Eduardo Bolsonaro como presidente do PSL foi anunciada no último dia 1º, em substituição ao senador Major Olimpio. Frota já havia se manifestado anteriormente contra a indicação, na esteira das negociações para que o apresentador José Luiz Datena se filie ao PSL e cogite uma candidatura à prefeitura paulistana.

A assessoria de Eduardo Bolsonaro informou que o deputado está em lua de mel (ele se casou no último sábado, 25) e que não iria comentar o pedido de Frota e Bozzella. Presidente Nacional do PSL, Luciano Bivar disse que "o partido está bem com Eduardo" como presidente do diretório de São Paulo e que iria conversar com Alexandre Frota sobre a situação. "Está tudo em paz", comentou Bivar.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;