Fechar
Publicidade

Sábado, 24 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Maxi López oficializa rescisão com Vasco e entra na Justiça para receber salários



27/05/2019 | 21:52


Em seu primeiro pronunciamento oficial depois de ter ficado fora do jogo contra o Fortaleza, no último domingo, no Ceará, pelo Brasileirão, Maxi López divulgou uma nota nesta segunda-feira para explicar a sua saída do Vasco e para avisar que oficializou o pedido de rescisão do seu contrato com o clube.

Por meio de sua página no Istagram, o atacante argentino também deixou claro que acionou a Justiça para poder receber os dois meses de salários atrasados que ainda tem a receber, sendo que o restante do elenco vascaíno também espera pelo pagamento de vencimentos que ainda não foram honrados pelo clube.

"Aproveito para esclarecer, principalmente ao torcedor e à imprensa, que hoje fiz o pedido formal da minha rescisão contratual. Independentemente de questões contratuais não cumpridas (para tanto, procuro meus direitos com o intuito de dar sequência, de forma imediata, à minha carreira), a palavra do homem pra mim sempre valerá mais do que qualquer registro no papel", escreveu o jogador, através da rede social, na qual depois finalizou a sua nota apresentando o motivo que alega como primordial para o seu adeus.

"Estou de saída porque não quero que me façam sentir que estou prejudicando um clube que já ocupa um espaço importante no meu coração. Fico na torcida para que possamos dar a volta por cima (no Brasileirão) e agradeço novamente o privilégio de ter feito parte desta história", encerrou o atleta.

Antes disso, o experiente jogador de 35 anos destacou a sua trajetória pelo time de São Januário, no qual chegou no fim do ano passado, após passagem pela Udinese, da Itália. "Voltei ao Brasil e cheguei ao Rio de Janeiro com um objetivo muito claro: defender as cores do Vasco da Gama com a mesma seriedade que tive nos demais clubes por onde passei. Aqui vivi momentos de superação e situações complicadas, dentro e fora de campo, que me desafiavam a cada dia de trabalho. Mesmo com tudo isso, eu e meus companheiros continuamos trabalhando focados e com o propósito de ajudar o clube", escreveu Maxi ao iniciar a sua nota oficial.

"Vesti com orgulho a camisa cruzmaltina, desde a minha primeira partida. Tivemos uma campanha difícil no ano passado, mas pude contribuir com gols e assistências, e a força do grupo manteve o clube na elite do futebol brasileiro. Aqui também atingi a marca pessoal de 450 jogos como profissional na minha carreira, e, também por isso, guardo com carinho esta passagem por São Januário", reforçou o atleta, que depois enfatizou: "Agradeço sempre pela acolhida e reconhecimento por parte da nossa gigantesca torcida e dos homens que estiveram ao meu lado em campo. Busquei fazer o melhor e me dediquei ao máximo para honrar o nome desta instituição".

Na última sexta-feira, a rescisão contratual de Maxi com o Vasco chegou a ser anunciada como "amigável". No dia seguinte, porém, o jogador fez uma postagem enigmática em seu perfil no Instagram dizendo que a sua "verdade em breve será explicada". Na ocasião, o atacante argentino também relatou que se sentia "fisicamente muito bem, em forma" e que as "notícias reportadas não têm fundamentos e são falsas e tendenciosas".

No caso, o atleta se pronunciou depois de ter sido descartado da lista de relacionados para o jogo contra o Fortaleza por decisão do técnico Vanderlei Luxemburgo. A motivação seria o peso acima do ideal. "Na análise da comissão, que eu comando, entendemos que ele está fora daquilo que nós queremos. Estamos fazendo um trabalho individualizado, colocamos a comissão e a estrutura do Vasco à disposição dele para trabalhar, entrar em forma naquilo que nós queremos. Ele foi amável, tranquilo, aceitou o que nós colocamos", disse o treinador, ao canal de vídeos do Vasco no YouTube.

A comissão do Vasco definiu uma programação específica de trabalhos para Maxi López realizar, com a intenção de perder peso e melhorar o seu condicionamento. Luxemburgo dissera que contava com o argentino para a sequência do Brasileirão, mas indicara que só voltará a escalá-lo quando metas forem alcançadas.

Maxi López enfrentou problemas com a balança durante toda a sua passagem pelo Vasco e perdeu espaço neste ano, após boas atuações em 2018, quando foi importante para a equipe na fuga do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Ao todo, o argentino atuou em 38 partidas com a camisa do clube carioca e marcou 11 gols (sete em 2018 e quatro em 2019).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Maxi López oficializa rescisão com Vasco e entra na Justiça para receber salários


27/05/2019 | 21:52


Em seu primeiro pronunciamento oficial depois de ter ficado fora do jogo contra o Fortaleza, no último domingo, no Ceará, pelo Brasileirão, Maxi López divulgou uma nota nesta segunda-feira para explicar a sua saída do Vasco e para avisar que oficializou o pedido de rescisão do seu contrato com o clube.

Por meio de sua página no Istagram, o atacante argentino também deixou claro que acionou a Justiça para poder receber os dois meses de salários atrasados que ainda tem a receber, sendo que o restante do elenco vascaíno também espera pelo pagamento de vencimentos que ainda não foram honrados pelo clube.

"Aproveito para esclarecer, principalmente ao torcedor e à imprensa, que hoje fiz o pedido formal da minha rescisão contratual. Independentemente de questões contratuais não cumpridas (para tanto, procuro meus direitos com o intuito de dar sequência, de forma imediata, à minha carreira), a palavra do homem pra mim sempre valerá mais do que qualquer registro no papel", escreveu o jogador, através da rede social, na qual depois finalizou a sua nota apresentando o motivo que alega como primordial para o seu adeus.

"Estou de saída porque não quero que me façam sentir que estou prejudicando um clube que já ocupa um espaço importante no meu coração. Fico na torcida para que possamos dar a volta por cima (no Brasileirão) e agradeço novamente o privilégio de ter feito parte desta história", encerrou o atleta.

Antes disso, o experiente jogador de 35 anos destacou a sua trajetória pelo time de São Januário, no qual chegou no fim do ano passado, após passagem pela Udinese, da Itália. "Voltei ao Brasil e cheguei ao Rio de Janeiro com um objetivo muito claro: defender as cores do Vasco da Gama com a mesma seriedade que tive nos demais clubes por onde passei. Aqui vivi momentos de superação e situações complicadas, dentro e fora de campo, que me desafiavam a cada dia de trabalho. Mesmo com tudo isso, eu e meus companheiros continuamos trabalhando focados e com o propósito de ajudar o clube", escreveu Maxi ao iniciar a sua nota oficial.

"Vesti com orgulho a camisa cruzmaltina, desde a minha primeira partida. Tivemos uma campanha difícil no ano passado, mas pude contribuir com gols e assistências, e a força do grupo manteve o clube na elite do futebol brasileiro. Aqui também atingi a marca pessoal de 450 jogos como profissional na minha carreira, e, também por isso, guardo com carinho esta passagem por São Januário", reforçou o atleta, que depois enfatizou: "Agradeço sempre pela acolhida e reconhecimento por parte da nossa gigantesca torcida e dos homens que estiveram ao meu lado em campo. Busquei fazer o melhor e me dediquei ao máximo para honrar o nome desta instituição".

Na última sexta-feira, a rescisão contratual de Maxi com o Vasco chegou a ser anunciada como "amigável". No dia seguinte, porém, o jogador fez uma postagem enigmática em seu perfil no Instagram dizendo que a sua "verdade em breve será explicada". Na ocasião, o atacante argentino também relatou que se sentia "fisicamente muito bem, em forma" e que as "notícias reportadas não têm fundamentos e são falsas e tendenciosas".

No caso, o atleta se pronunciou depois de ter sido descartado da lista de relacionados para o jogo contra o Fortaleza por decisão do técnico Vanderlei Luxemburgo. A motivação seria o peso acima do ideal. "Na análise da comissão, que eu comando, entendemos que ele está fora daquilo que nós queremos. Estamos fazendo um trabalho individualizado, colocamos a comissão e a estrutura do Vasco à disposição dele para trabalhar, entrar em forma naquilo que nós queremos. Ele foi amável, tranquilo, aceitou o que nós colocamos", disse o treinador, ao canal de vídeos do Vasco no YouTube.

A comissão do Vasco definiu uma programação específica de trabalhos para Maxi López realizar, com a intenção de perder peso e melhorar o seu condicionamento. Luxemburgo dissera que contava com o argentino para a sequência do Brasileirão, mas indicara que só voltará a escalá-lo quando metas forem alcançadas.

Maxi López enfrentou problemas com a balança durante toda a sua passagem pelo Vasco e perdeu espaço neste ano, após boas atuações em 2018, quando foi importante para a equipe na fuga do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Ao todo, o argentino atuou em 38 partidas com a camisa do clube carioca e marcou 11 gols (sete em 2018 e quatro em 2019).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;