Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Campanha contra a gripe termina sexta

Nario Barbosa/ DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Na região, meta é vacinar 576,1 mil pessoas; metade do público-alvo ainda precisa ser protegida


Flávia Fernandes
Especial para o Diário

28/05/2019 | 07:00


A campanha de vacinação contra o vírus Influenza – dos tipos A (H1N1), A (H3N2) e B, causadores da gripe –, termina na sexta-feira. A ação, iniciada em 10 de abril e que tem o objetivo de imunizar idosos, crianças de 6 meses até 6 anos, gestantes, puérperas (mulheres que tiveram partos há, no máximo, 45 dias), profissionais de saúde, professores, bombeiros, policiais e pacientes com doenças específicas, ainda precisa da adesão de pelo menos metade dos moradores das sete cidades, conforme as prefeituras.

A campanha é realizada como medida preventiva para o outono e inverno, período em que a incidência da gripe é maior. Mesmo sendo destinada a grupos prioritários, com maior possibilidade de adquirir a doença e sofrer com agravos, segundo o Ministério da Saúde, mais de 16 milhões de brasileiros incluídos no público-alvo ainda não foram às unidades de saúde receber a dose. No Grande ABC, a meta é de imunizar 576,1 mil pessoas dos grupos de risco.

Em São Caetano, até quinta-feira, 37.118 doses haviam sido aplicadas, representando 54% da população-alvo, que é de 88.091 mil pessoas. Em Ribeirão Pires, até a mesma data, 19.498 pessoas foram imunizadas, o que representa pouco mais da metade dos munícipes (56%) que fazem parte do público da campanha.

Já na cidade de Santo André, praticamente metade da população que deve ser vacinada ainda não compareceu para receber a dose. Das 163.032 pessoas que estão na lista do grupo de risco da cidade, foram vacinadas 81.328. Em Diadema, 61.981 pessoas receberam a dose – a cidade não informou o número de pessoas que fazem parte dos grupos prioritários.

Mauá, Rio Grande da Serra e São Bernardo não comunicaram os números de pessoas vacinadas até o fechamento desta edição.

De acordo com a meta preconizada pelo Ministério da Saúde, todos os municípios devem vacinar ao menos 90% do público-alvo. Em 2018, a região toda apresentou 29 óbitos em decorrência da doença, segundo a Secretaria de Saúde do Estado. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Campanha contra a gripe termina sexta

Na região, meta é vacinar 576,1 mil pessoas; metade do público-alvo ainda precisa ser protegida

Flávia Fernandes
Especial para o Diário

28/05/2019 | 07:00


A campanha de vacinação contra o vírus Influenza – dos tipos A (H1N1), A (H3N2) e B, causadores da gripe –, termina na sexta-feira. A ação, iniciada em 10 de abril e que tem o objetivo de imunizar idosos, crianças de 6 meses até 6 anos, gestantes, puérperas (mulheres que tiveram partos há, no máximo, 45 dias), profissionais de saúde, professores, bombeiros, policiais e pacientes com doenças específicas, ainda precisa da adesão de pelo menos metade dos moradores das sete cidades, conforme as prefeituras.

A campanha é realizada como medida preventiva para o outono e inverno, período em que a incidência da gripe é maior. Mesmo sendo destinada a grupos prioritários, com maior possibilidade de adquirir a doença e sofrer com agravos, segundo o Ministério da Saúde, mais de 16 milhões de brasileiros incluídos no público-alvo ainda não foram às unidades de saúde receber a dose. No Grande ABC, a meta é de imunizar 576,1 mil pessoas dos grupos de risco.

Em São Caetano, até quinta-feira, 37.118 doses haviam sido aplicadas, representando 54% da população-alvo, que é de 88.091 mil pessoas. Em Ribeirão Pires, até a mesma data, 19.498 pessoas foram imunizadas, o que representa pouco mais da metade dos munícipes (56%) que fazem parte do público da campanha.

Já na cidade de Santo André, praticamente metade da população que deve ser vacinada ainda não compareceu para receber a dose. Das 163.032 pessoas que estão na lista do grupo de risco da cidade, foram vacinadas 81.328. Em Diadema, 61.981 pessoas receberam a dose – a cidade não informou o número de pessoas que fazem parte dos grupos prioritários.

Mauá, Rio Grande da Serra e São Bernardo não comunicaram os números de pessoas vacinadas até o fechamento desta edição.

De acordo com a meta preconizada pelo Ministério da Saúde, todos os municípios devem vacinar ao menos 90% do público-alvo. Em 2018, a região toda apresentou 29 óbitos em decorrência da doença, segundo a Secretaria de Saúde do Estado. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;