Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Embalando no saibro, Nadal arrasa alemão na estreia

Reprodução Facebook Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


27/05/2019 | 10:54


Após resultados irregulares no início desta gira de saibro, Rafael Nadal ganhou embalo e fez uma forte estreia em Roland Garros nesta segunda-feira. O atual número dois do mundo praticamente não deu chances ao alemão Yannick Hanfmann, 180º do mundo, e venceu por 3 sets a 0, com parciais de 6/2, 6/1 e 6/3, em 1h57min.

Atual campeão e dono de 11 títulos em Paris, Nadal vinha de resultados ruins nos torneios anteriores, com tropeços inesperados nos Masters 1000 de Montecarlo e Madri e no Torneio de Barcelona. Só mostrou sua conhecida força no saibro no Masters de Roma, quando faturou o título justamente na última competição preparatória para Roland Garros.

E, nesta segunda, fez boa exibição para mostrar que reencontrou seu melhor tênis na terra batida. O grande favorito ao título deste ano só oscilou no primeiro game, quando precisou salvar quatro break points. Depois disso, foi para cima do desconhecido rival alemão, que veio do qualifying, e obteve duas quebras de saque para fechar o primeiro set com facilidade.

O número de quebras se repetiu na segunda parcial, desta vez sem as ameaças de Hanfmann. O espanhol fechou o set sem ter o saque ameaçado. E o mesmo aconteceu na terceira e última parcial. Nadal terminou o jogo com 25 bolas vencedoras, contra 20 do rival. E cometeu apenas 16 erros não forçados, diante de 34 do alemão.

Na segunda rodada, o favorito terá mais um rival vindo do qualifying. Virá do duelo entre o belga Kimmer Coppejans e o alemão Yannick Maden. Em Paris, Nadal busca atingir o recorde absoluto de conquistas em um mesmo Grand Slam. No momento, está empatado com as 11 conquistas da australiana Margaret Court no Aberto da Austrália.

OUTROS RESULTADOS - Os tenistas da casa que entraram em quadra nesta segunda não decepcionaram a torcida. O experiente Richard Gasquet bateu o alemão Mischa Zverev, irmão mais velho de Alexander, por 6/3, 6/4 e 6/3. Seu próximo adversário será o argentino Juan Ignacio Londero, algoz do georgiano Nikoloz Basilashvili (15º cabeça de chave) por 6/4, 6/1 e 6/3. O também francês Corentin Moutet superou o russo Alexey Vatutin por 6/4, 7/6 (8/6) e 6/4.

Cabeça de chave número 21, o jovem australiano Alex de Minaur bateu o norte-americano Bradley Klahn por 6/1, 6/4 e 6/4. Agora vai enfrentar o espanhol Pablo Carreño-Busta, que avançou na chave ao derrotar o português João Sousa por 6/3, 6/1 e 6/2.

Já o norte-americano Frances Tiafoe, 32º cabeça de chave, caiu logo em sua estreia, diante do sérvio Filip Krajinovic pelo placar de 3 sets a 2, com parciais de 6/2, 4/6, 6/3, 3/6 e 6/0. Em outro duelo entre tenistas dos dois países, os sérvios levaram a melhor novamente, desta vez no triunfo de Miomir Kecmanovic sobre Denis Kudla por 6/0, 6/7 (7/9), 5/7, 6/3 e 6/4.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Embalando no saibro, Nadal arrasa alemão na estreia


27/05/2019 | 10:54


Após resultados irregulares no início desta gira de saibro, Rafael Nadal ganhou embalo e fez uma forte estreia em Roland Garros nesta segunda-feira. O atual número dois do mundo praticamente não deu chances ao alemão Yannick Hanfmann, 180º do mundo, e venceu por 3 sets a 0, com parciais de 6/2, 6/1 e 6/3, em 1h57min.

Atual campeão e dono de 11 títulos em Paris, Nadal vinha de resultados ruins nos torneios anteriores, com tropeços inesperados nos Masters 1000 de Montecarlo e Madri e no Torneio de Barcelona. Só mostrou sua conhecida força no saibro no Masters de Roma, quando faturou o título justamente na última competição preparatória para Roland Garros.

E, nesta segunda, fez boa exibição para mostrar que reencontrou seu melhor tênis na terra batida. O grande favorito ao título deste ano só oscilou no primeiro game, quando precisou salvar quatro break points. Depois disso, foi para cima do desconhecido rival alemão, que veio do qualifying, e obteve duas quebras de saque para fechar o primeiro set com facilidade.

O número de quebras se repetiu na segunda parcial, desta vez sem as ameaças de Hanfmann. O espanhol fechou o set sem ter o saque ameaçado. E o mesmo aconteceu na terceira e última parcial. Nadal terminou o jogo com 25 bolas vencedoras, contra 20 do rival. E cometeu apenas 16 erros não forçados, diante de 34 do alemão.

Na segunda rodada, o favorito terá mais um rival vindo do qualifying. Virá do duelo entre o belga Kimmer Coppejans e o alemão Yannick Maden. Em Paris, Nadal busca atingir o recorde absoluto de conquistas em um mesmo Grand Slam. No momento, está empatado com as 11 conquistas da australiana Margaret Court no Aberto da Austrália.

OUTROS RESULTADOS - Os tenistas da casa que entraram em quadra nesta segunda não decepcionaram a torcida. O experiente Richard Gasquet bateu o alemão Mischa Zverev, irmão mais velho de Alexander, por 6/3, 6/4 e 6/3. Seu próximo adversário será o argentino Juan Ignacio Londero, algoz do georgiano Nikoloz Basilashvili (15º cabeça de chave) por 6/4, 6/1 e 6/3. O também francês Corentin Moutet superou o russo Alexey Vatutin por 6/4, 7/6 (8/6) e 6/4.

Cabeça de chave número 21, o jovem australiano Alex de Minaur bateu o norte-americano Bradley Klahn por 6/1, 6/4 e 6/4. Agora vai enfrentar o espanhol Pablo Carreño-Busta, que avançou na chave ao derrotar o português João Sousa por 6/3, 6/1 e 6/2.

Já o norte-americano Frances Tiafoe, 32º cabeça de chave, caiu logo em sua estreia, diante do sérvio Filip Krajinovic pelo placar de 3 sets a 2, com parciais de 6/2, 4/6, 6/3, 3/6 e 6/0. Em outro duelo entre tenistas dos dois países, os sérvios levaram a melhor novamente, desta vez no triunfo de Miomir Kecmanovic sobre Denis Kudla por 6/0, 6/7 (7/9), 5/7, 6/3 e 6/4.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;