Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 16 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Felipe Toledo e Michael Rodrigues são eliminados em Bali; Japonês leva o título

WSL/ED SLOANE/Fotos públicas Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


25/05/2019 | 09:47


A etapa de Bali, na Indonésia, a terceira da temporada de 2019 do Circuito Mundial, não contou com um surfista brasileiro na final. Michael Rodrigues e Felipe Toledo foram eliminados e, depois de quatro finais seguidas, pela primeira vez o Brasil não teve um representante na disputa decisiva. O título ficou com o japonês Kanoa Igarashi, que fez história.

Michael Rodrigues foi superado pelo francês Jeremy Flores e Felipe Toledo caiu na superbateria diante de Kelly Slater. Considerado o maior surfista profissional da história do esporte, o veterano norte-americano foi derrotado na semifinal por Kanoa Igarashi, que bateu Jeremy Flores na final, chegou à sua primeira conquista na elite do surfe e deu o primeiro título ao Japão na história do Circuito Mundial.

De quebra, o surfista asiático, que impressionou na Indonésia pela variedade de manobras, assumiu o segundo lugar na temporada, atrás apenas do havaiano John John Flores.

Michael, que deixou pelo caminho Wade Carmichael nas quartas de final em uma disputa intensa e resolvida a favor do brasileiro no minuto final, não foi páreo para Jeremy Flores. O francês estava inspirado e levou as notas 8 e 8,43 depois de conseguir dois tubos. O brasileiro ficou em terceiro na Indonésia, seu melhor resultado desde a estreia na elite do surfe em 2018.

Na outra chave, Filipinho fez disputa parelha com o multicampeão Kelly Slater, dono de 11 títulos mundiais. O norte-americano levou a melhor nos tubos e venceu o duelo por 12,30 a 10,53. Após o resultado, que impediu o brasileiro de subir para a liderança da temporada, Slater comemorou muito, ainda nas águas da praia de Teramas.

A quarta etapa do circuito mundial começa a ser disputada na próxima terça-feira, em Margaret River, na Austrália.

MULHERES - Entre as mulheres, quem dá as cartas é Stephanie Gilmore. Com direito a nota 10 de todos os juízes por conta de uma onda espetacular, a australiana superou a compatriota Sally Fitzgibbons na final, levou o título em Bali e assumiu a liderança da temporada no feminino.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Felipe Toledo e Michael Rodrigues são eliminados em Bali; Japonês leva o título


25/05/2019 | 09:47


A etapa de Bali, na Indonésia, a terceira da temporada de 2019 do Circuito Mundial, não contou com um surfista brasileiro na final. Michael Rodrigues e Felipe Toledo foram eliminados e, depois de quatro finais seguidas, pela primeira vez o Brasil não teve um representante na disputa decisiva. O título ficou com o japonês Kanoa Igarashi, que fez história.

Michael Rodrigues foi superado pelo francês Jeremy Flores e Felipe Toledo caiu na superbateria diante de Kelly Slater. Considerado o maior surfista profissional da história do esporte, o veterano norte-americano foi derrotado na semifinal por Kanoa Igarashi, que bateu Jeremy Flores na final, chegou à sua primeira conquista na elite do surfe e deu o primeiro título ao Japão na história do Circuito Mundial.

De quebra, o surfista asiático, que impressionou na Indonésia pela variedade de manobras, assumiu o segundo lugar na temporada, atrás apenas do havaiano John John Flores.

Michael, que deixou pelo caminho Wade Carmichael nas quartas de final em uma disputa intensa e resolvida a favor do brasileiro no minuto final, não foi páreo para Jeremy Flores. O francês estava inspirado e levou as notas 8 e 8,43 depois de conseguir dois tubos. O brasileiro ficou em terceiro na Indonésia, seu melhor resultado desde a estreia na elite do surfe em 2018.

Na outra chave, Filipinho fez disputa parelha com o multicampeão Kelly Slater, dono de 11 títulos mundiais. O norte-americano levou a melhor nos tubos e venceu o duelo por 12,30 a 10,53. Após o resultado, que impediu o brasileiro de subir para a liderança da temporada, Slater comemorou muito, ainda nas águas da praia de Teramas.

A quarta etapa do circuito mundial começa a ser disputada na próxima terça-feira, em Margaret River, na Austrália.

MULHERES - Entre as mulheres, quem dá as cartas é Stephanie Gilmore. Com direito a nota 10 de todos os juízes por conta de uma onda espetacular, a australiana superou a compatriota Sally Fitzgibbons na final, levou o título em Bali e assumiu a liderança da temporada no feminino.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;