Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 26 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Assembleia quer ouvir presidente do Metrô

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Comissão de assuntos metropolitanos convida dirigente para explicar motivos de mudança na Linha 18


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

25/05/2019 | 08:40


A comissão de assuntos metropolitanos e municipais da Assembleia Legislativa formalizou convite ao presidente do Metrô, Silvani Alves Pereira, e ao secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, para que ambos esclareçam os motivos pelos quais o Estado pensa em trocar o modal da Linha 18-Bronze, que ligaria o Grande ABC à Capital.

Em março, o governador João Doria (PSDB) avisou que haveria estudo de viabilidade da Linha 18, cujo contrato de PPP (Parceria Público-Privada) foi assinado em agosto de 2014 com investimento previsto em R$ 4,2 bilhões. O tucano não descartou mudar o monotrilho por BRT, sistema de corredor exclusivo de ônibus.

Vice-presidente da comissão, o deputado estadual Luiz Fernando Teixeira (PT), de São Bernardo, declarou que o objetivo da audiência não é somente que o Estado detalhe tecnicamente o motivo da troca, mas também mostrar que a população da região, por meio das páginas do Diário, quer monotrilho.

“Estamos juntos com a campanha do Diário pelo Metrô. A cada dia está mais forte a movimentação pela troca do modal. O Grande ABC tem enorme fluxo de moradores que se dirige à Capital diariamente, não apenas para trabalhar, mas também para passar em consultas médicas, por exemplo. BRT não sustenta. O monotrilho é maior, carrega mais pessoas, não tem paradas em semáforos, algo que o BRT tem de conviver”, disse o petista. O presidente da comissão é Rafael Zimbaldi, do PSB, oposição a Doria.

Luiz Fernando adiantou que o convite pode se tornar convocação caso a comissão sinta não haver boa vontade do Palácio dos Bandeirantes com a audiência. Ele avisou que está apalavrado com a maioria dos integrantes do bloco a necessidade de haver o debate, seja via convite – que pode ser rejeitado – ou via convocação – com presença obrigatória.

“O convite está feito e estamos esperando a agenda do presidente do Metrô para organizarmos a audiência. Se não vier, faremos convocação, algo que, na minha avaliação, ele não vai querer passar”, comentou o petista, que citou também que a comissão de transportes, composta por maioria governista, emperrou o debate do assunto.

Doria avisou que no mês que vem dará publicidade à decisão do Estado a respeito da Linha 18-Bronze. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Assembleia quer ouvir presidente do Metrô

Comissão de assuntos metropolitanos convida dirigente para explicar motivos de mudança na Linha 18

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

25/05/2019 | 08:40


A comissão de assuntos metropolitanos e municipais da Assembleia Legislativa formalizou convite ao presidente do Metrô, Silvani Alves Pereira, e ao secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, para que ambos esclareçam os motivos pelos quais o Estado pensa em trocar o modal da Linha 18-Bronze, que ligaria o Grande ABC à Capital.

Em março, o governador João Doria (PSDB) avisou que haveria estudo de viabilidade da Linha 18, cujo contrato de PPP (Parceria Público-Privada) foi assinado em agosto de 2014 com investimento previsto em R$ 4,2 bilhões. O tucano não descartou mudar o monotrilho por BRT, sistema de corredor exclusivo de ônibus.

Vice-presidente da comissão, o deputado estadual Luiz Fernando Teixeira (PT), de São Bernardo, declarou que o objetivo da audiência não é somente que o Estado detalhe tecnicamente o motivo da troca, mas também mostrar que a população da região, por meio das páginas do Diário, quer monotrilho.

“Estamos juntos com a campanha do Diário pelo Metrô. A cada dia está mais forte a movimentação pela troca do modal. O Grande ABC tem enorme fluxo de moradores que se dirige à Capital diariamente, não apenas para trabalhar, mas também para passar em consultas médicas, por exemplo. BRT não sustenta. O monotrilho é maior, carrega mais pessoas, não tem paradas em semáforos, algo que o BRT tem de conviver”, disse o petista. O presidente da comissão é Rafael Zimbaldi, do PSB, oposição a Doria.

Luiz Fernando adiantou que o convite pode se tornar convocação caso a comissão sinta não haver boa vontade do Palácio dos Bandeirantes com a audiência. Ele avisou que está apalavrado com a maioria dos integrantes do bloco a necessidade de haver o debate, seja via convite – que pode ser rejeitado – ou via convocação – com presença obrigatória.

“O convite está feito e estamos esperando a agenda do presidente do Metrô para organizarmos a audiência. Se não vier, faremos convocação, algo que, na minha avaliação, ele não vai querer passar”, comentou o petista, que citou também que a comissão de transportes, composta por maioria governista, emperrou o debate do assunto.

Doria avisou que no mês que vem dará publicidade à decisão do Estado a respeito da Linha 18-Bronze. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;