Fechar
Publicidade

Domingo, 25 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Ao menos 23 detentos morrem em rebelião em presídio na Venezuela



24/05/2019 | 17:06


Pelo menos 23 pessoas morreram e outras 22 ficaram feridas durante uma rebelião em um centro de detenção no estado de Portuguesa, no centro da Venezuela nesta sexta-feira, 24, segundo a ONG Observatório Venezuelano de Prisões (OVP). O Ministério Público, ligado ao chavismo, confirma apenas três mortes, mas diz estar investigando o caso.

A rebelião ocorreu no Comando Geral da Polícia no município de Páez. Segundo a OVP, agentes do Ministério de Serviços Penitenciários massacraram os detentos após uma rebelião.

De acordo com o diário venezuelano El Nacional, 14 agentes penitenciários ficaram feridos.

Um procurador da república que rompeu com o governo, também citado pelo Nacional, divulgou um vídeo nas redes sociais de réus armados com pistolas e granadas, ao lado de mulheres que foram tomadas como reféns durante a rebelião.

"Aqui dentro ninguém vai entrar. Estou disposto a morrer", diz um detento no vídeo. "É a nossa vida e a dos visitantes que está em risco." (Com agências internacionais)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ao menos 23 detentos morrem em rebelião em presídio na Venezuela


24/05/2019 | 17:06


Pelo menos 23 pessoas morreram e outras 22 ficaram feridas durante uma rebelião em um centro de detenção no estado de Portuguesa, no centro da Venezuela nesta sexta-feira, 24, segundo a ONG Observatório Venezuelano de Prisões (OVP). O Ministério Público, ligado ao chavismo, confirma apenas três mortes, mas diz estar investigando o caso.

A rebelião ocorreu no Comando Geral da Polícia no município de Páez. Segundo a OVP, agentes do Ministério de Serviços Penitenciários massacraram os detentos após uma rebelião.

De acordo com o diário venezuelano El Nacional, 14 agentes penitenciários ficaram feridos.

Um procurador da república que rompeu com o governo, também citado pelo Nacional, divulgou um vídeo nas redes sociais de réus armados com pistolas e granadas, ao lado de mulheres que foram tomadas como reféns durante a rebelião.

"Aqui dentro ninguém vai entrar. Estou disposto a morrer", diz um detento no vídeo. "É a nossa vida e a dos visitantes que está em risco." (Com agências internacionais)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;