Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 17 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Corpo é estendido em rodovia no RJ durante protesto



24/05/2019 | 15:15


Um protesto contra uma operação realizada pela Polícia Militar em Angra dos Reis, na Costa Verde, na região sul do Rio de Janeiro, ocorreu na manhã desta sexta-feira, 24. Os manifestantes, da comunidade da Lambicada, levaram um corpo para a BR-101, na altura do quilômetro 454, fechando as duas pistas da Rodovia Rio-Santos. Eles também atearam fogo em pneus.

O corpo seria de uma pessoa que morreu na última quinta-feira, 23, durante uma ação da PM, e que não teria sido removido pelo Instituto Médico Legal. Em protesto, os moradores levaram o corpo em um carrinho de mão até a pista.

Em nota oficial, a assessoria de imprensa da Polícia Militar informou que, na noite de quinta-feira, policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) apreenderam armas e drogas na comunidade do Frade, em Angra dos Reis, mas ninguém teria morrido.

"Equipes policiais em patrulhamento na comunidade foram recebidas a tiros e ocorreu confronto", disse a nota. "Não houve relatos de feridos ou socorro feitos pelas equipes policiais."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Corpo é estendido em rodovia no RJ durante protesto


24/05/2019 | 15:15


Um protesto contra uma operação realizada pela Polícia Militar em Angra dos Reis, na Costa Verde, na região sul do Rio de Janeiro, ocorreu na manhã desta sexta-feira, 24. Os manifestantes, da comunidade da Lambicada, levaram um corpo para a BR-101, na altura do quilômetro 454, fechando as duas pistas da Rodovia Rio-Santos. Eles também atearam fogo em pneus.

O corpo seria de uma pessoa que morreu na última quinta-feira, 23, durante uma ação da PM, e que não teria sido removido pelo Instituto Médico Legal. Em protesto, os moradores levaram o corpo em um carrinho de mão até a pista.

Em nota oficial, a assessoria de imprensa da Polícia Militar informou que, na noite de quinta-feira, policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) apreenderam armas e drogas na comunidade do Frade, em Angra dos Reis, mas ninguém teria morrido.

"Equipes policiais em patrulhamento na comunidade foram recebidas a tiros e ocorreu confronto", disse a nota. "Não houve relatos de feridos ou socorro feitos pelas equipes policiais."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;