Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Doria anuncia criação de 11 polos de desenvolvimento econômico para a indústria



23/05/2019 | 13:35


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quinta-feira, 23, a criação de 11 polos de desenvolvimento econômico para a indústria. Segundo ele, as medidas anunciadas são no conjunto para apoiar empresas que já estão em São Paulo.

"Em financiamento, teremos linha da Desenvolve-SP e facilitaremos demanda junto ao BNDES", afirmou o governador, durante anúncio no começo da tarde desta quinta-feira.

Doria destacou posição "totalmente favorável" a medidas federais de simplificação tributária e unificação de impostos no âmbito de uma reforma tributária.

"São Paulo não precisa de guerra fiscal para atrair investidores internacionais", afirmou. "Não fazemos, não faremos e não admitimos guerra fiscal", disse o governador.

Ele também afirmou que as empresas anunciaram investimentos em São Paulo, mesmo antes da aprovação da reforma da Previdência. "Que virá", garantiu.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Doria anuncia criação de 11 polos de desenvolvimento econômico para a indústria


23/05/2019 | 13:35


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quinta-feira, 23, a criação de 11 polos de desenvolvimento econômico para a indústria. Segundo ele, as medidas anunciadas são no conjunto para apoiar empresas que já estão em São Paulo.

"Em financiamento, teremos linha da Desenvolve-SP e facilitaremos demanda junto ao BNDES", afirmou o governador, durante anúncio no começo da tarde desta quinta-feira.

Doria destacou posição "totalmente favorável" a medidas federais de simplificação tributária e unificação de impostos no âmbito de uma reforma tributária.

"São Paulo não precisa de guerra fiscal para atrair investidores internacionais", afirmou. "Não fazemos, não faremos e não admitimos guerra fiscal", disse o governador.

Ele também afirmou que as empresas anunciaram investimentos em São Paulo, mesmo antes da aprovação da reforma da Previdência. "Que virá", garantiu.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;