Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Palmeiras conta com falha de goleiro para vencer Sampaio


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

23/05/2019 | 11:28


Falha do goleiro Andrey, aos 46 minutos do segundo tempo, determinou a magra vitória do Palmeiras por 1 a 0 sobre o Sampaio Corrêa, ontem, na partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil – a volta será quinta-feira, em São Paulo. Apesar do resultado, que assegura ao Verdão o direito de atuar pelo empate o segundo jogo – gol fora de casa não é critério de desempate –, o resultado frustrou até os jogadores.
Felipão optou por escalação praticamente reserva. Do time que goleou o Santos no fim de semana apenas o volante Felipe Melo esteve em campo. Ainda assim, pela diferença de investimento entre os clubes – os maranhenses disputam a Série C do Brasileiro –, a expectativa era a de que o Verdão pudesse vencer com certa facilidade.
Os jogadores também acreditaram nisso. Tocaram a bola passivamente de um lado para o outro, até com certa falta de vontade em alguns momentos, principalmente Lucas Lima, responsável pela articulação. O Sampaio Corrêa fazia jogo dentro das suas possibilidade, apostando nos contra-ataques e ameaçou a meta de Fernando Prass algumas vezes.
Por mais que Felipão tenha colocado Deyverson e Dudu em campo, o time não reagiu. Achou que faria o gol a qualquer momento, mas não foi o que ocorreu. Nem mesmo pressionar o Palmeiras conseguiu.
A bola só entrou aos 46 minutos. Moisés resolveu cobrar falta da intermediária, rasteira, e o goleiro Andrey aceitou.
Mesmo assumindo que o time esteve abaixo, Moisés comemorou. “Não fizemos bom jogo, temos de assumir. Mas é difícil pegar time fechado, gramado pesado, mas conseguimos bom resultado”, comentou.
Do outro lado, Andrey explicou o lance. “Foi um erro técnico. Todos me conhecem, eu tenho o hábito de soltar pouco a bola. Poderia ter colocado ela para escanteio. Mas optei em ficar com ela. Campo molhado, bola lisa, acabou soltando, subindo e indo para o gol”, lamentou o goleiro.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Palmeiras conta com falha de goleiro para vencer Sampaio

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

23/05/2019 | 11:28


Falha do goleiro Andrey, aos 46 minutos do segundo tempo, determinou a magra vitória do Palmeiras por 1 a 0 sobre o Sampaio Corrêa, ontem, na partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil – a volta será quinta-feira, em São Paulo. Apesar do resultado, que assegura ao Verdão o direito de atuar pelo empate o segundo jogo – gol fora de casa não é critério de desempate –, o resultado frustrou até os jogadores.
Felipão optou por escalação praticamente reserva. Do time que goleou o Santos no fim de semana apenas o volante Felipe Melo esteve em campo. Ainda assim, pela diferença de investimento entre os clubes – os maranhenses disputam a Série C do Brasileiro –, a expectativa era a de que o Verdão pudesse vencer com certa facilidade.
Os jogadores também acreditaram nisso. Tocaram a bola passivamente de um lado para o outro, até com certa falta de vontade em alguns momentos, principalmente Lucas Lima, responsável pela articulação. O Sampaio Corrêa fazia jogo dentro das suas possibilidade, apostando nos contra-ataques e ameaçou a meta de Fernando Prass algumas vezes.
Por mais que Felipão tenha colocado Deyverson e Dudu em campo, o time não reagiu. Achou que faria o gol a qualquer momento, mas não foi o que ocorreu. Nem mesmo pressionar o Palmeiras conseguiu.
A bola só entrou aos 46 minutos. Moisés resolveu cobrar falta da intermediária, rasteira, e o goleiro Andrey aceitou.
Mesmo assumindo que o time esteve abaixo, Moisés comemorou. “Não fizemos bom jogo, temos de assumir. Mas é difícil pegar time fechado, gramado pesado, mas conseguimos bom resultado”, comentou.
Do outro lado, Andrey explicou o lance. “Foi um erro técnico. Todos me conhecem, eu tenho o hábito de soltar pouco a bola. Poderia ter colocado ela para escanteio. Mas optei em ficar com ela. Campo molhado, bola lisa, acabou soltando, subindo e indo para o gol”, lamentou o goleiro.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;