Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Câmara barra apoio à bandeira de Thiago


Raphael Rocha

23/05/2019 | 07:00


Situação no mínimo inusitada foi vista na Câmara de São Caetano na terça-feira. O vereador Jander Lira (PP), da oposição ao governo do prefeito José Auricchio Júnior (PSDB), apresentou requerimento pedindo ao Saesa (Sistema de Água, Esgoto e Saneamento Ambiental) e à Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) explicações sobre se São Caetano recebeu água barrenta. Ele se baseou em publicação do deputado estadual Thiago Auricchio (PR), filho do prefeito, que há duas semanas foi à sede da Sabesp cobrar a estatal sobre a qualidade do produto oferecido ao Grande ABC. Na cabeça de Jander, seu requerimento seria aprovado, até por estar em linha com uma bandeira defendida por Thiago. Mas a casa, em sua maioria, barrou o documento. Dos governistas, apenas o presidente da Câmara, Pio Mielo (MDB), votou a favor do requerimento. A ideia de Jander agora é recorrer ao próprio Thiago para saber, via Assembleia Legislativa, se São Caetano também recebeu a água turva.

BASTIDORES

Saúde
A crise instalada na marcação de consultas médicas em São Bernardo, deflagrada na manhã de terça-feira em reportagem da TV Globo, causou rebuliço na rede. A demissão de Rodolfo Strufaldi, coordenador de atenção básica do município, desagradou parte dos profissionais que atuam na cidade. Houve comentário até de que o secretário de Saúde, Geraldo Reple Sobrinho, teria pedido demissão, algo desmentido prontamente. Mas algumas pessoas próximas de Strufaldi decidiram sair de seus postos – muitos são concursados e estavam em funções gratificadas. Dentro do governo de Orlando Morando (PSDB), porém, a avaliação é a de que a crise foi estancada.

Indicação
O vereador Adelto Cachorrão (Avante), de Mauá, foi indicado pelo presidente da Câmara, Vanderley Cavalcanti da Silva, o Neycar (SD), para compor comissão regional que irá pressionar o governo do Estado a manter projeto original da Linha 18-Bronze, que ligará o Grande ABC à Capital. O bloco defende continuidade do monotrilho, em vez do BRT, sigla em inglês para transporte rápido por ônibus.

Manifestações
Os diretórios do PSL de Santo André e de São Bernardo estão convocando caravanas para a manifestação de domingo a favor do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL). Em Santo André, os ônibus sairão a partir da Estação Celso Daniel, no Centro. Em São Bernardo, a organização está a cargo do mandato do deputado estadual Coronel Nishikawa (PSL).

Mudança
Os vereadores Marcel Munhoz (Cidadania) e Suely Nogueira (MDB), de São Caetano, receberam convite do prefeito em exercício da cidade, Beto Vidoski (PSDB), para se filiarem ao PSDB. A proposta balançou ambos. No caso de Suely, a parlamentar comunicou o convite ao presidente da Câmara, Pio Mielo (MDB), que já avisou: brigará pela manutenção da vereadora nos quadros emedebistas. “Vou trabalhar bastante para reverter”, disse.

Requerimento
Assim como o vereador Admir Jacomussi (PRP), o vereador Vladmilson Garcia, o Bodinho (PRP), protocolou requerimento pedindo explicações ao governo da prefeita de Mauá, Alaíde Damo (MDB), sobre o fato de a administração ter autorizado a quebra de ordem cronológica para pagar a Davi Caminhões, caso revelado na segunda-feira pelo Diário. A empresa recebeu R$ 984 mil, antecipados. A firma foi acusada pela PF (Polícia Federal) e pelo MPF (Ministério Público Federal) de integrar suposto esquema de pagamento de propina para vereadores. O requerimento, porém, não cita a Geométrica, que também recebeu antecipadamente do governo Alaíde e também foi citada no escândalo da Operação Trato Feito.

Aplicativo
O superintendente da Arsep (Agência Reguladora de Serviços Públicos) de Mauá, Fabrício Tavares, apresentou ontem o aplicativo da autarquia para que munícipes comuniquem, em tempo real, problemas encontrados na cidade. O aplicativo está disponível para celulares com sistema Android e iOS. O lançamento foi prestigiado pelo presidente da Câmara de Mauá, Vanderley Cavalcanti da Silva, o Neycar (SD). 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Câmara barra apoio à bandeira de Thiago

Raphael Rocha

23/05/2019 | 07:00


Situação no mínimo inusitada foi vista na Câmara de São Caetano na terça-feira. O vereador Jander Lira (PP), da oposição ao governo do prefeito José Auricchio Júnior (PSDB), apresentou requerimento pedindo ao Saesa (Sistema de Água, Esgoto e Saneamento Ambiental) e à Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) explicações sobre se São Caetano recebeu água barrenta. Ele se baseou em publicação do deputado estadual Thiago Auricchio (PR), filho do prefeito, que há duas semanas foi à sede da Sabesp cobrar a estatal sobre a qualidade do produto oferecido ao Grande ABC. Na cabeça de Jander, seu requerimento seria aprovado, até por estar em linha com uma bandeira defendida por Thiago. Mas a casa, em sua maioria, barrou o documento. Dos governistas, apenas o presidente da Câmara, Pio Mielo (MDB), votou a favor do requerimento. A ideia de Jander agora é recorrer ao próprio Thiago para saber, via Assembleia Legislativa, se São Caetano também recebeu a água turva.

BASTIDORES

Saúde
A crise instalada na marcação de consultas médicas em São Bernardo, deflagrada na manhã de terça-feira em reportagem da TV Globo, causou rebuliço na rede. A demissão de Rodolfo Strufaldi, coordenador de atenção básica do município, desagradou parte dos profissionais que atuam na cidade. Houve comentário até de que o secretário de Saúde, Geraldo Reple Sobrinho, teria pedido demissão, algo desmentido prontamente. Mas algumas pessoas próximas de Strufaldi decidiram sair de seus postos – muitos são concursados e estavam em funções gratificadas. Dentro do governo de Orlando Morando (PSDB), porém, a avaliação é a de que a crise foi estancada.

Indicação
O vereador Adelto Cachorrão (Avante), de Mauá, foi indicado pelo presidente da Câmara, Vanderley Cavalcanti da Silva, o Neycar (SD), para compor comissão regional que irá pressionar o governo do Estado a manter projeto original da Linha 18-Bronze, que ligará o Grande ABC à Capital. O bloco defende continuidade do monotrilho, em vez do BRT, sigla em inglês para transporte rápido por ônibus.

Manifestações
Os diretórios do PSL de Santo André e de São Bernardo estão convocando caravanas para a manifestação de domingo a favor do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL). Em Santo André, os ônibus sairão a partir da Estação Celso Daniel, no Centro. Em São Bernardo, a organização está a cargo do mandato do deputado estadual Coronel Nishikawa (PSL).

Mudança
Os vereadores Marcel Munhoz (Cidadania) e Suely Nogueira (MDB), de São Caetano, receberam convite do prefeito em exercício da cidade, Beto Vidoski (PSDB), para se filiarem ao PSDB. A proposta balançou ambos. No caso de Suely, a parlamentar comunicou o convite ao presidente da Câmara, Pio Mielo (MDB), que já avisou: brigará pela manutenção da vereadora nos quadros emedebistas. “Vou trabalhar bastante para reverter”, disse.

Requerimento
Assim como o vereador Admir Jacomussi (PRP), o vereador Vladmilson Garcia, o Bodinho (PRP), protocolou requerimento pedindo explicações ao governo da prefeita de Mauá, Alaíde Damo (MDB), sobre o fato de a administração ter autorizado a quebra de ordem cronológica para pagar a Davi Caminhões, caso revelado na segunda-feira pelo Diário. A empresa recebeu R$ 984 mil, antecipados. A firma foi acusada pela PF (Polícia Federal) e pelo MPF (Ministério Público Federal) de integrar suposto esquema de pagamento de propina para vereadores. O requerimento, porém, não cita a Geométrica, que também recebeu antecipadamente do governo Alaíde e também foi citada no escândalo da Operação Trato Feito.

Aplicativo
O superintendente da Arsep (Agência Reguladora de Serviços Públicos) de Mauá, Fabrício Tavares, apresentou ontem o aplicativo da autarquia para que munícipes comuniquem, em tempo real, problemas encontrados na cidade. O aplicativo está disponível para celulares com sistema Android e iOS. O lançamento foi prestigiado pelo presidente da Câmara de Mauá, Vanderley Cavalcanti da Silva, o Neycar (SD). 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;