Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 20 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Embaixador venezuelano em Roma abandona cargo por falta de dinheiro



22/05/2019 | 06:02


O embaixador da Venezuela na Itália, Isaías Rodríguez, demitiu-se na terça-feira, 21, alegando que, apesar de continuar fiel a Nicolás Maduro, não tem condições financeiras para exercer suas funções em razão das sanções econômicas ao país. No dia 7, Rodríguez já havia denunciado os graves problemas econômicos da embaixada, com dívidas que chegam a ? 9 milhões.

"Deixo o cargo sem rancor e sem dinheiro. Minha mulher vendeu os vestidos que dei para poder sobreviver diante do embargo americano. Estou tentando vender o carro que comprei quando cheguei à embaixada e, como o senhor (Maduro) sabe, não tenho conta bancária porque os 'gringos' me sancionaram e os bancos italianos fecharam as portas para mim", escreveu.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Embaixador venezuelano em Roma abandona cargo por falta de dinheiro


22/05/2019 | 06:02


O embaixador da Venezuela na Itália, Isaías Rodríguez, demitiu-se na terça-feira, 21, alegando que, apesar de continuar fiel a Nicolás Maduro, não tem condições financeiras para exercer suas funções em razão das sanções econômicas ao país. No dia 7, Rodríguez já havia denunciado os graves problemas econômicos da embaixada, com dívidas que chegam a ? 9 milhões.

"Deixo o cargo sem rancor e sem dinheiro. Minha mulher vendeu os vestidos que dei para poder sobreviver diante do embargo americano. Estou tentando vender o carro que comprei quando cheguei à embaixada e, como o senhor (Maduro) sabe, não tenho conta bancária porque os 'gringos' me sancionaram e os bancos italianos fecharam as portas para mim", escreveu.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;