Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Câmara aprova texto original da MP sobre abertura de capital para setor aéreo



21/05/2019 | 22:24


O plenário da Câmara dos Deputados aprovou agora há pouco a versão original da medida provisória que autoriza o investimento de até 100% de capital estrangeiro nas companhias aéreas brasileiras. Os deputados aprovaram um destaque apresentado pelo PSD para que fosse votada a medida da mesma forma como havia sido enviada pelo governo no fim do ano passado ainda pelo ex-presidente Michel Temer.

Assim, a versão aprovada difere do texto articulado pelo relator da MP na Comissão Especial, que estabeleceu a volta da franquia mínima de bagagem que pode ser despachada gratuitamente em voos regionais e internacionais e vinculava o investimento estrangeiro à exigência de que as empresas operassem rotas regionais.

O plenário discute agora destaques apresentados ao texto. Um deles volta a incluir no texto da MP a previsão da franquia mínima para as bagagens. Outro exige a reciprocidade no percentual de ações de controle da companhia em relação ao país de origem do capital.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Câmara aprova texto original da MP sobre abertura de capital para setor aéreo


21/05/2019 | 22:24


O plenário da Câmara dos Deputados aprovou agora há pouco a versão original da medida provisória que autoriza o investimento de até 100% de capital estrangeiro nas companhias aéreas brasileiras. Os deputados aprovaram um destaque apresentado pelo PSD para que fosse votada a medida da mesma forma como havia sido enviada pelo governo no fim do ano passado ainda pelo ex-presidente Michel Temer.

Assim, a versão aprovada difere do texto articulado pelo relator da MP na Comissão Especial, que estabeleceu a volta da franquia mínima de bagagem que pode ser despachada gratuitamente em voos regionais e internacionais e vinculava o investimento estrangeiro à exigência de que as empresas operassem rotas regionais.

O plenário discute agora destaques apresentados ao texto. Um deles volta a incluir no texto da MP a previsão da franquia mínima para as bagagens. Outro exige a reciprocidade no percentual de ações de controle da companhia em relação ao país de origem do capital.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;