Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Renault Kwid Outsider traz um upgrade na ousadia

Divulgação / Renault Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Renault apresentou a quarta variação à família de seu ousado modelo; a Outsider, com aprimoramentos e novidades relacionados ao design e à conectividade.


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

17/05/2019 | 06:29


Lançado em 2017 com o slogan ‘o SUV dos compactos’, o Kwid tentou surfar na onda de um mercado brasileiro que passou a consumir em peso os veículos utilitários esportivos (do inglês Sport Utility Vehicle), mas dentro de suas limitações e com um preço mais acessível. E agora a Renault apresentou uma quarta variação à família de seu ousado modelo – que se junta às versões Life, Zen e Intense: a Outsider, com aprimoramentos e novidades relacionados ao design e à conectividade.

À primeira vista o Kwid pode parecer um subcompacto encorpado. Mas os números comprovam que seu merchandising faz sentido. Isso porque, de acordo com Inmetro no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular, para que um carro se enquadre entre os SUVs ele precisa atender a alguns destes itens: altura sob os eixos de, no mínimo, 16 centímetros; ângulo de saída de 20 graus pelo menos; ângulo de, no mínimo, entrada de 25 graus; altura da carroceria em relação ao solo de 18 centímetros; e ângulo de transposição de 13 graus. O pequenino da Renault está a exatos 18 centímetrosdo chão, e apresenta 24 graus em ângulo de entrada e 40 graus de saída.

Outros números que valem ser destacados: 290 litros de porta-malas (muito maior do que qualquer concorrente direto); consumo de 14,1 km/l com gasolina e 9,6 km/l com etanol na cidade e 14,4 km/l com gasolina e 10 km/l com etanol na estrada; quatro airbags de série; e 2.423 milímetros de entre-eixos (permitindo confortável espaço ao motorista e aos passageiros).

Esta nova versão Outsider – apresentada pela Renault na terça-feira em evento na Capital com direito a test drive pelas ruas paulistanas – oferece como diferenciais com relação às versões mais simples: barras de teto, skis frontal e traseiro, moldura do farol de neblina, proteção lateral, retrovisores elétricos, calotas na cor preta, detalhes em laranja no volante, câmbio, portas e bancos, abertura elétrica do porta-malas, rodas Flexwheel e chave dobrável. Vale destacar o upgrade no mídia kit, denominado Media Evolution (que virá de série a partir de 2020 também no Sandero e no Logan, mas já equipa as versões Advantage,

GT, RS e Stepway), com Android Auto e Apple Carplay, além de câmera de ré.
MOTOR

Um propulsor de três cilindros, 12 válvulas e até 70 cavalos de potência combinado a um peso de apenas 806 kg fazem do Kwid um carro de resposta instantânea tanto ao acelerar quanto para pilotar.

Líder de vendas tenta agora incomodar categoria superior

Líder absoluto e disparado entre os subcompactos em 2018, o Kwid segue o caminho em 2019. Até agora, soma 23.981 emplacamentos, mais de 7.000 unidades de vantagem para o primeiro concorrente a aparecer na lista, o Fiat Mobi (16.576 emplacamentos) e a quilômetros de distância do Volkswagen Up! (3.810). Aliás, no acumulado do ano, teve mais saída do que o Gol (23.330)!
Mas esta versão Outsider, por R$ 43.990 – vale lembrar que a Life parte de R$ 33.290 –, tem como foco um público mais exigente, que espera por mais opcionais e requinte, e poderia dar preferência ao topo de linha do Kwid, ao invés, por exemplo, de uma versão de entrada – pelada – do HB20 por R$ 1.000 a mais.

“O Kwid é um veículo muito especial para a história da Renault do Brasil. Para comemorar o sucesso do SUV dos compactos, lançamos a versão Outsider, mais uma opção para o consumidor que procura design, segurança, conectividade e economia de combustível”, afirma Ricardo Gondo, presidente da Renault do Brasil.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Renault Kwid Outsider traz um upgrade na ousadia

Renault apresentou a quarta variação à família de seu ousado modelo; a Outsider, com aprimoramentos e novidades relacionados ao design e à conectividade.

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

17/05/2019 | 06:29


Lançado em 2017 com o slogan ‘o SUV dos compactos’, o Kwid tentou surfar na onda de um mercado brasileiro que passou a consumir em peso os veículos utilitários esportivos (do inglês Sport Utility Vehicle), mas dentro de suas limitações e com um preço mais acessível. E agora a Renault apresentou uma quarta variação à família de seu ousado modelo – que se junta às versões Life, Zen e Intense: a Outsider, com aprimoramentos e novidades relacionados ao design e à conectividade.

À primeira vista o Kwid pode parecer um subcompacto encorpado. Mas os números comprovam que seu merchandising faz sentido. Isso porque, de acordo com Inmetro no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular, para que um carro se enquadre entre os SUVs ele precisa atender a alguns destes itens: altura sob os eixos de, no mínimo, 16 centímetros; ângulo de saída de 20 graus pelo menos; ângulo de, no mínimo, entrada de 25 graus; altura da carroceria em relação ao solo de 18 centímetros; e ângulo de transposição de 13 graus. O pequenino da Renault está a exatos 18 centímetrosdo chão, e apresenta 24 graus em ângulo de entrada e 40 graus de saída.

Outros números que valem ser destacados: 290 litros de porta-malas (muito maior do que qualquer concorrente direto); consumo de 14,1 km/l com gasolina e 9,6 km/l com etanol na cidade e 14,4 km/l com gasolina e 10 km/l com etanol na estrada; quatro airbags de série; e 2.423 milímetros de entre-eixos (permitindo confortável espaço ao motorista e aos passageiros).

Esta nova versão Outsider – apresentada pela Renault na terça-feira em evento na Capital com direito a test drive pelas ruas paulistanas – oferece como diferenciais com relação às versões mais simples: barras de teto, skis frontal e traseiro, moldura do farol de neblina, proteção lateral, retrovisores elétricos, calotas na cor preta, detalhes em laranja no volante, câmbio, portas e bancos, abertura elétrica do porta-malas, rodas Flexwheel e chave dobrável. Vale destacar o upgrade no mídia kit, denominado Media Evolution (que virá de série a partir de 2020 também no Sandero e no Logan, mas já equipa as versões Advantage,

GT, RS e Stepway), com Android Auto e Apple Carplay, além de câmera de ré.
MOTOR

Um propulsor de três cilindros, 12 válvulas e até 70 cavalos de potência combinado a um peso de apenas 806 kg fazem do Kwid um carro de resposta instantânea tanto ao acelerar quanto para pilotar.

Líder de vendas tenta agora incomodar categoria superior

Líder absoluto e disparado entre os subcompactos em 2018, o Kwid segue o caminho em 2019. Até agora, soma 23.981 emplacamentos, mais de 7.000 unidades de vantagem para o primeiro concorrente a aparecer na lista, o Fiat Mobi (16.576 emplacamentos) e a quilômetros de distância do Volkswagen Up! (3.810). Aliás, no acumulado do ano, teve mais saída do que o Gol (23.330)!
Mas esta versão Outsider, por R$ 43.990 – vale lembrar que a Life parte de R$ 33.290 –, tem como foco um público mais exigente, que espera por mais opcionais e requinte, e poderia dar preferência ao topo de linha do Kwid, ao invés, por exemplo, de uma versão de entrada – pelada – do HB20 por R$ 1.000 a mais.

“O Kwid é um veículo muito especial para a história da Renault do Brasil. Para comemorar o sucesso do SUV dos compactos, lançamos a versão Outsider, mais uma opção para o consumidor que procura design, segurança, conectividade e economia de combustível”, afirma Ricardo Gondo, presidente da Renault do Brasil.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;