Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 21 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

Gastronomia de primeira

Maurício Silva/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Culinária mineira na cidade vai além de pratos tradicionais e surge em versões cheias de requinte


Mauricio Silva
Do Diário do Grande ABC

16/05/2019 | 07:22


 Quando pensamos nas cidades mineiras, a primeira coisa que vem à cabeça é o maravilhoso e tradicional pão de queijo e os diversos (e inesquecíveis) sabores da culinária local. E quem passar por Gonçalves vai experimentar tudo isso e mais um pouco.

A cidade possui restaurantes cuja qualidade da comida, só de lembrar, dá água na boca. Logo ao entrar no Sauá, já se observa um fogão a lenha, que faz toda a diferença. Além de ter o prazer de almoçar observando bela paisagem do lugar. De entrada, linguiça artesanal preparada com 100% de carne de porco, cebola caramelizada e geleia de carménère e pães artesanais. No prato principal, escalope de contrafilé, arroz, feijão, couve e abóbora refogada (R$ 53). E ainda tem a sobremesa Três Marias, composta por doces de leite, abóbora e goiabada cascão com queijo do sertão cantagalo fresco (R$ 23).

O Janelas com Tramela tem todo um ambiente charmoso e com arquitetura preservada, que dá impressão de estar em cenário de um filme antigo e romântico. Como prato principal, filé-mignon bovino empanado, molho sugo coberto com três queijos, arroz e batatas fritas (R$ 42).

No Restaurante Porto do Céu, pelo fato de ter música ao vivo, o ambiente é ideal para casais. Boa opção é petisco que vale por uma refeição: patê de beringela e gorgonzola acompanhado de retalhos de massas de pizza (R$ 36). Se a fome for maior, filé à parmegiana cai bem (R$ 59).

Para jantar mais requintado, o Bistrô do Alto tem cardápio assinado pelo chef Mauricio Gabrieli Neto, aluno da renomada escola de gastronomia francesa Le Cordon Bleu, que traz variedade de produtos produzidos artesanalmente. Sugestão é o Ancho da Montanha, bife uruguaio com risoto de funghi e farofa (R$ 65).


CERVEJA - Quem gosta de boa cerveja artesanal, parada obrigatória é a fábrica Três Orelhas. A atividade começou em 2010, como hobby, até se tornar negócio no qual investiu R$ 2 milhões. Hoje, são confeccionados no local 12 tipos de cerveja – cada garrafa traz uma poesia no rótulo, que pode ser lida enquanto se belisca um torresmo ou shitake e se degusta a cerveja. Tem até água com lúpulo, de coloração verde, bastante amarga. A água utilizada para a confecção da cerveja vem de poço artesiano, que fica a 20 metros de profundidade.

Até julho de 2018, a Três Orelhas produziu 4.000 litros de cervejas por mês e, atualmente, são 10 mil litros. Segundo o proprietário, Bruno Faria, a intenção é chegar a 24 mil litros em alguns anos.


Guia de viagem

COMO IR

A distância entre o Grande ABC e Gonçalves de carro ou moto é de 197 quilômetros, o que dá cerca de três horas. O motorista irá pegar as seguintes rodovias: Ayrton Senna; Carvalho Pinto; Itajubá Piranguçu; Oswaldo Barbosa Guisardi; Vereador Júlio da Silva; Antônio Simões de Almeida e Vereador Júlio da Silva. A referência é entrar à esquerda na rotatória, no Bar do Carlão, depois só seguir em frente.


ONDE FICAR

Pousada Serra Vista – Estrada Gonçalves, km 05 – (11) 98198-3880. Diárias com café da manhã variam de R$ 485 a R$ 560.

Aconchego da Roça – Estrada Mundo Novo, 514 – (35) 99990-9063 – Diárias com café da manhã a partir de R$ 260.


ONDE COMER

Bistrô do Alto – Praça Monsenhor Dutra, Centro – (35) 3654-1241. Aberto de quinta à domingo das 12h às 22h. Prato mais barato custa R$ 47 e, o mais caro, R$ 65.

Restaurante Sauá – Estrada Sertão do Cantagalo, km 7,5 – (35) 3473-3141. Aberto de quinta a domingo, das 12h às 16h e das 19h30 às 22h (sextas e sábados). Preços variam de R$ 38 a R$ 58.

Janelas com Tramela – Rua Coronel João Vieira, 65, Centro – (35) 3654-1279. Aberto de quarta a domingo, das 12h às 23h. Porções de entrada variam de R$ 28 a R$ 48 e, pratos, de R$ 28 a R$ 49.

Restaurante Porto do Céu – Rua Coronel Procópio Ribeiro, 80 – (35) 99900-1233. Abre às sextas, aos sábados e feriados das 19h até o último cliente. O prato mais barato custa R$ 22 e, o mais caro, 59.


PASSEIOS

Empresa Mantiqueira Ecoturismo – Avenida Francisco Tertuliano Ribeiro Neto, 165, Centro – (35) 98436-9548. Trilha com Jipe 4x4 sai por R$ 480, com duração de três horas ou R$ 1.160 dura mais de oito horas. Trilhas a pé variam de R$ 120 a R$ 240 por pessoa, sendo a menor com duração em torno de duas horas e meia e, a maior, de cerca de oito horas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Gastronomia de primeira

Culinária mineira na cidade vai além de pratos tradicionais e surge em versões cheias de requinte

Mauricio Silva
Do Diário do Grande ABC

16/05/2019 | 07:22


 Quando pensamos nas cidades mineiras, a primeira coisa que vem à cabeça é o maravilhoso e tradicional pão de queijo e os diversos (e inesquecíveis) sabores da culinária local. E quem passar por Gonçalves vai experimentar tudo isso e mais um pouco.

A cidade possui restaurantes cuja qualidade da comida, só de lembrar, dá água na boca. Logo ao entrar no Sauá, já se observa um fogão a lenha, que faz toda a diferença. Além de ter o prazer de almoçar observando bela paisagem do lugar. De entrada, linguiça artesanal preparada com 100% de carne de porco, cebola caramelizada e geleia de carménère e pães artesanais. No prato principal, escalope de contrafilé, arroz, feijão, couve e abóbora refogada (R$ 53). E ainda tem a sobremesa Três Marias, composta por doces de leite, abóbora e goiabada cascão com queijo do sertão cantagalo fresco (R$ 23).

O Janelas com Tramela tem todo um ambiente charmoso e com arquitetura preservada, que dá impressão de estar em cenário de um filme antigo e romântico. Como prato principal, filé-mignon bovino empanado, molho sugo coberto com três queijos, arroz e batatas fritas (R$ 42).

No Restaurante Porto do Céu, pelo fato de ter música ao vivo, o ambiente é ideal para casais. Boa opção é petisco que vale por uma refeição: patê de beringela e gorgonzola acompanhado de retalhos de massas de pizza (R$ 36). Se a fome for maior, filé à parmegiana cai bem (R$ 59).

Para jantar mais requintado, o Bistrô do Alto tem cardápio assinado pelo chef Mauricio Gabrieli Neto, aluno da renomada escola de gastronomia francesa Le Cordon Bleu, que traz variedade de produtos produzidos artesanalmente. Sugestão é o Ancho da Montanha, bife uruguaio com risoto de funghi e farofa (R$ 65).


CERVEJA - Quem gosta de boa cerveja artesanal, parada obrigatória é a fábrica Três Orelhas. A atividade começou em 2010, como hobby, até se tornar negócio no qual investiu R$ 2 milhões. Hoje, são confeccionados no local 12 tipos de cerveja – cada garrafa traz uma poesia no rótulo, que pode ser lida enquanto se belisca um torresmo ou shitake e se degusta a cerveja. Tem até água com lúpulo, de coloração verde, bastante amarga. A água utilizada para a confecção da cerveja vem de poço artesiano, que fica a 20 metros de profundidade.

Até julho de 2018, a Três Orelhas produziu 4.000 litros de cervejas por mês e, atualmente, são 10 mil litros. Segundo o proprietário, Bruno Faria, a intenção é chegar a 24 mil litros em alguns anos.


Guia de viagem

COMO IR

A distância entre o Grande ABC e Gonçalves de carro ou moto é de 197 quilômetros, o que dá cerca de três horas. O motorista irá pegar as seguintes rodovias: Ayrton Senna; Carvalho Pinto; Itajubá Piranguçu; Oswaldo Barbosa Guisardi; Vereador Júlio da Silva; Antônio Simões de Almeida e Vereador Júlio da Silva. A referência é entrar à esquerda na rotatória, no Bar do Carlão, depois só seguir em frente.


ONDE FICAR

Pousada Serra Vista – Estrada Gonçalves, km 05 – (11) 98198-3880. Diárias com café da manhã variam de R$ 485 a R$ 560.

Aconchego da Roça – Estrada Mundo Novo, 514 – (35) 99990-9063 – Diárias com café da manhã a partir de R$ 260.


ONDE COMER

Bistrô do Alto – Praça Monsenhor Dutra, Centro – (35) 3654-1241. Aberto de quinta à domingo das 12h às 22h. Prato mais barato custa R$ 47 e, o mais caro, R$ 65.

Restaurante Sauá – Estrada Sertão do Cantagalo, km 7,5 – (35) 3473-3141. Aberto de quinta a domingo, das 12h às 16h e das 19h30 às 22h (sextas e sábados). Preços variam de R$ 38 a R$ 58.

Janelas com Tramela – Rua Coronel João Vieira, 65, Centro – (35) 3654-1279. Aberto de quarta a domingo, das 12h às 23h. Porções de entrada variam de R$ 28 a R$ 48 e, pratos, de R$ 28 a R$ 49.

Restaurante Porto do Céu – Rua Coronel Procópio Ribeiro, 80 – (35) 99900-1233. Abre às sextas, aos sábados e feriados das 19h até o último cliente. O prato mais barato custa R$ 22 e, o mais caro, 59.


PASSEIOS

Empresa Mantiqueira Ecoturismo – Avenida Francisco Tertuliano Ribeiro Neto, 165, Centro – (35) 98436-9548. Trilha com Jipe 4x4 sai por R$ 480, com duração de três horas ou R$ 1.160 dura mais de oito horas. Trilhas a pé variam de R$ 120 a R$ 240 por pessoa, sendo a menor com duração em torno de duas horas e meia e, a maior, de cerca de oito horas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;