Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Fundo Social de Santo André forma terceira turma de alunos de cursos profissionalizantes

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Desde o ano passado, 920 moradores da cidades foram beneficiados com programa de capacitação


Daniel Macario
Do Diário do Grande ABC

14/05/2019 | 20:12


A Prefeitura de Santo André realizou na noite desta terça-feira a formatura de 420 alunos de cursos profissionalizantes promovidos pelo Fundo Social de Solidariedade do município. Esse é o terceiro grupo contemplado com o certificado desde o início do programa de capacitação. Desde o ano passado, 1.120 moradores da cidade já participaram do projeto.

Na cerimônia foram entregues certificados de conclusão para alunos formados nos cursos de assistente de cabeleireiro, maquiagem profissional, manicure, depilação, designer de sobrancelha, padaria artesanal, confeitaria, artesanato, costura e construção civil.

Cerca de 350 pessoas participaram da cerimônia, ao som da orquestra do Projeto Locomotiva. Durante o evento, o público assistiu a um vídeo com diversos momentos dos cursos e depoimentos de alunos que já estão trabalhando nas áreas escolhidas. A cerimônia que ocorreu no Teatro Municipal contou com a presença da primeira-dama e presidente do Núcleo de Inovação Social, Ana Carolina Barreto Serra e do prefeito Paulo Serra (PSDB).

“Para nós, os cursos oferecidos pelo Fundo Social é um dos grandes legados que queremos deixar para a cidade. Por isso damos tanta importância para esse dia da formatura porque essa capacitação profissional, pois ela transforma vidas e essas pessoas levam para sempre o valor do conhecimento”, destacou o prefeito

Na avaliação da presidente do Núcleo de Inovação Social, Ana Carolina, o projeto tem proporcionado ainda a possibilidade de moradores da cidade se recolocarem no mercado de trabalho. “Em pouco tempo temos conseguido oferecer cada vez mais cursos com base na demanda apresentada pelo mercado de trabalho da cidade e também pelos moradores. Hoje, muitos deles finalizam o curso e já passam por orientação junto ao Sebrae para poder abrir seu negócio, enquanto outros são encaminhados direto para o Centro Público de Emprego, Trabalho e Renda da cidade. Temos ainda aqueles que encontram nos cursos uma renda fonte de renda”.

Caso da auxiliar de enfermagem Neide Andrade, 51 anos, que concluiu o curso de padaria artesanal e agora tem produzido doces e pães como uma segunda fonte de renda. “Tenho vendido já para familiares e amigos, mas quero ampliar o negócio”.

Para o aposentado Valdir Cruz, 63, a realização do curso, além de ser uma experiência de praticar um sonho antigo, também abriu portas para que ele voltasse ao mercado de trabalho. “Se antes tinha tempo ocioso, hoje consigo na minha própria casa fazer produtos de panificação para venda e já estou na fila para fazer meu segundo curso, desta vez de confeitaria”.

O Fundo Social de Solidariedade de Santo André foi reativado pela atual administração no início de 2017. No mesmo ano, foi inaugurada a sede do órgão, localizada na Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André).

Os cursos oferecidos pelo Fundo Social são gratuitos. As inscrições podem ser feitas durante todo o ano na sede do Fundo Social de Solidariedade ou por telefone. Qualquer pessoa pode participar, desde que seja maior de 16 anos e more em Santo André. O endereço é Avenida dos Estados, 2195 - Santa Teresinha. Informações podem ser obtidas ainda pelo telefone 4996-2334 ou 4996-2673.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fundo Social de Santo André forma terceira turma de alunos de cursos profissionalizantes

Desde o ano passado, 920 moradores da cidades foram beneficiados com programa de capacitação

Daniel Macario
Do Diário do Grande ABC

14/05/2019 | 20:12


A Prefeitura de Santo André realizou na noite desta terça-feira a formatura de 420 alunos de cursos profissionalizantes promovidos pelo Fundo Social de Solidariedade do município. Esse é o terceiro grupo contemplado com o certificado desde o início do programa de capacitação. Desde o ano passado, 1.120 moradores da cidade já participaram do projeto.

Na cerimônia foram entregues certificados de conclusão para alunos formados nos cursos de assistente de cabeleireiro, maquiagem profissional, manicure, depilação, designer de sobrancelha, padaria artesanal, confeitaria, artesanato, costura e construção civil.

Cerca de 350 pessoas participaram da cerimônia, ao som da orquestra do Projeto Locomotiva. Durante o evento, o público assistiu a um vídeo com diversos momentos dos cursos e depoimentos de alunos que já estão trabalhando nas áreas escolhidas. A cerimônia que ocorreu no Teatro Municipal contou com a presença da primeira-dama e presidente do Núcleo de Inovação Social, Ana Carolina Barreto Serra e do prefeito Paulo Serra (PSDB).

“Para nós, os cursos oferecidos pelo Fundo Social é um dos grandes legados que queremos deixar para a cidade. Por isso damos tanta importância para esse dia da formatura porque essa capacitação profissional, pois ela transforma vidas e essas pessoas levam para sempre o valor do conhecimento”, destacou o prefeito

Na avaliação da presidente do Núcleo de Inovação Social, Ana Carolina, o projeto tem proporcionado ainda a possibilidade de moradores da cidade se recolocarem no mercado de trabalho. “Em pouco tempo temos conseguido oferecer cada vez mais cursos com base na demanda apresentada pelo mercado de trabalho da cidade e também pelos moradores. Hoje, muitos deles finalizam o curso e já passam por orientação junto ao Sebrae para poder abrir seu negócio, enquanto outros são encaminhados direto para o Centro Público de Emprego, Trabalho e Renda da cidade. Temos ainda aqueles que encontram nos cursos uma renda fonte de renda”.

Caso da auxiliar de enfermagem Neide Andrade, 51 anos, que concluiu o curso de padaria artesanal e agora tem produzido doces e pães como uma segunda fonte de renda. “Tenho vendido já para familiares e amigos, mas quero ampliar o negócio”.

Para o aposentado Valdir Cruz, 63, a realização do curso, além de ser uma experiência de praticar um sonho antigo, também abriu portas para que ele voltasse ao mercado de trabalho. “Se antes tinha tempo ocioso, hoje consigo na minha própria casa fazer produtos de panificação para venda e já estou na fila para fazer meu segundo curso, desta vez de confeitaria”.

O Fundo Social de Solidariedade de Santo André foi reativado pela atual administração no início de 2017. No mesmo ano, foi inaugurada a sede do órgão, localizada na Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André).

Os cursos oferecidos pelo Fundo Social são gratuitos. As inscrições podem ser feitas durante todo o ano na sede do Fundo Social de Solidariedade ou por telefone. Qualquer pessoa pode participar, desde que seja maior de 16 anos e more em Santo André. O endereço é Avenida dos Estados, 2195 - Santa Teresinha. Informações podem ser obtidas ainda pelo telefone 4996-2334 ou 4996-2673.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;